Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
A Ferrari de Vidal  ficou destruída após o acidente nas proximidades de Santiago. | Stringer/Reuters
A Ferrari de Vidal ficou destruída após o acidente nas proximidades de Santiago.| Foto: Stringer/Reuters

No acidente ocorrido no km 25 do acesso sul a Santiago, o jogador Arturo Vidal atingiu outros três carros. Segundo informações da polícia chilena, o jogador dirigia sua Ferrari 458 Italia sob efeito de álcool e voltava de um cassino em seu dia de folga, acompanhado da esposa.

Pelo delito, ele passou a noite na delegacia e teve sua carteira de habilitação suspensa por quatro meses. Ele terá também de comparecer mensalmente ao Consulado de Milão para colaborar nas investigações do ocorrido. O prazo estipulado pela Justiça do Chile para o inquérito é de 120 dias. Segundo boletim médico, o atleta chileno machucou o pescoço, mas sem gravidade. A mulher teve uma luxação no cotovelo.

Vidal é o atual artilheiro da Copa América, com três gols em dois jogos. Anfitrião da competição continental, o Chile é líder do grupo A, com 4 pontos conquistados em dois jogos. O time volta a campo na próxima sexta-feira (19), quando irá encarar a Bolívia às 20h30 (de Brasília) em Santiago, pela terceira rodada da fase de grupos.

O meio-campista chileno chorou durante coletiva realizada nesta quarta-feira (17) ao pedir desculpas e disse que irá aproveitar a oportunidade que o treinador Jorge Sampoali deu, deixando ele permanecer com a seleção na competição. “Peço desculpas a todo o país. Estou muito envergonhado pelo que passou. Recebi o apoio das pessoas e quero demonstrar em campo que essa oportunidade me foi dada por algo”, disse.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]