Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Reprodução Twitter/Marco Pimentel
| Foto: Reprodução Twitter/Marco Pimentel

Ninguém gosta de levar uma multa de trânsito, até mesmo os que sabem que cometeram a infração. Porém, às vezes a irritação sai do controle. A reação de uma motorista após receber a notificação ganhou as redes sociais neste fim de semana.

Ela recebeu a correspondência com a infração em casa e decidiu se vingar jogando tinta em um agente de trânsito, na sexta-feira (27), em Salvador (BA). Não se sabe se é o mesmo que aplicou a multa. Após o ato de fúria a mulher fugiu do local e o agente não conseguiu anotar a placa do veículo, pois, além da sujeira na farda, teve o celular inutilizado.

>> Novato ao volante pode ser obrigado a usar placa de identificação no carro

Mesmo assim, o agente conseguiu localizar o endereço no qual a agressora teria entrado logo após o ataque e repassou à policia, o que ajudou na identificação.

A cena foi registrada por pessoas que passavam no momento. Nas imagens, o agente aparece com o uniforme todo sujo.

Reprodução Twitter
Marco Pimentel

>> CNH digital já está disponível em todo Brasil; veja como tirar gratuitamente

Além da multa, a mulher poderá ainda responder por crimes de lesão corporal, injúria e dano ao patrimônio - a farda do agente é um bem público e foi danificada. “Isso é muito ódio no coração”, declarou o delegado ao Diário de Pernambuco.

Confira o vídeo postado no Twitter.

A Transalvador, órgão de trânsito ligado à prefeitura de Salvador, emitiu uma nota repudiando a atitude da motorista:

“A Transalvador repudia agressão sofrida por agente de trânsito, na manhã desta sexta-feira (27), que, no exercício da sua função profissional, teve tinta lançada contra seu corpo. Testemunhas informam que a agressão foi cometida por mulher inconformada com a fiscalização realizada no bairro de Nazaré.

A Assessoria Jurídica da Transalvador prestará todo o apoio necessário ao agente de trânsito para registro da ocorrência em delegacia, ensejando processo contra a agressora no que couber.

A Transalvador pede à população colaboração e respeito aos profissionais que atuam no trânsito da cidade, lembrando que a efetiva fiscalização, além de melhorar o fluxo, reduzindo congestionamentos e demais problemas de mobilidade, salva vidas. Nos últimos cinco anos, mortes e acidentes de trânsito sofreram significativa redução.”

>> Cegonheira ‘cria’ o primeiro Velar conversível, antes mesmo da Land Rover

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]