Sem dentes depois da limpeza - Blog Animal
Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR

Sem dentes depois da limpeza

 

caco2

Primeiro gostaria de me desculpar com os leitores por ter deixado o Blog sem atualizar por mais de um mês.O final do ano foi muito corrido e só agora, no segundo dia do ano novo, deu para retomar a rotina. Pessoal, foi mal. Prometo que isso não vai se repetir.

Bom, depois do pedido de desculpas, vamos ao que interessa. No meio do ano passado contei aqui que meu cão, o Caco, precisava fazer uma limpeza nos dentes para remover o tártaro. Andava com um bafinho insuportável. Comentei também que tinha um certo receio, pois o procedimento exigia anestesia e ele passou mal com ela uma vez, durante a castração.

Mas, mesmo com um medinho, tive de deixar o receio de lado e levar o pequeno cão para a limpeza, que foi feita no final de dezembro. O procedimento é simples, mas requer alguns cuidados antes. Um deles é um exame de sangue, para saber se está tudo certo antes de anestesiar. Depois é preciso dar antibiótico cerca de três dias antes e três depois da limpeza, para que as bactérias do dente não se espalhem pelo corpo.  Até aí, tranquilo. Fiz tudo isso e deixei o Caco na clínica.

O procedimento não é muito demorado, mas por causa da anestesia foi necessário que ele passasse algumas horinhas por lá, em observação. Tudo seria rápido e fácil, mas recebi uma notícia ruim durante a limpeza: o Caco perdeu seis dentes! Estavam inflamados e causando dor, não tinha como recuperar.

O que me deixou mais chateada nisso tudo não foi a perda dos dentes em si, até porque ele está super bem, comendo de tudo normalmente – inclusive ossos. Mas foi porque eu poderia ter evitado tudo isso se tivesse levado ele para fazer a limpeza antes.

Claro que cuidar da higiene bucal de um pet não é simples e por isso não é incomum acontecer o que houve com o meu cachorro. O ideal é escovar os dentes todos os dias, mas quem consegue? O Caco – e a grande maioria dos cães e gatos – não abre a boca de jeito nenhum e, quando abre, morde a escova. Os dentes da frente são até fáceis de limpar mas os de trás – que foram os grandes atingidos pelo tártaro – são quase impossíveis de serem higienizados. Eu uso uma pasta e uma escova próprias para animais, mas nem isso ajuda muito.

Bom, agora, depois do susto que levei, descobri que existem soluções bucais para animais – que devem ser colocadas na água – que ajudam a retardar o acúmulo de tártaro, mas não eliminam completamente. Os vidros pequenos, com menos de 100 ml, custam cerca de R$ 20 e duram uns quatro meses. Só que, infelizmente, a volta do tártaro é inevitável. Só que agora eu aprendi que o melhor é uma limpeza todo ano, para evitar que ele perca mais dentinhos. Portanto, preste bastante atenção no seu animalzinho. Se estiver com hálito ruim, nada de perder tempo. Vá ao veterinário o mais rápido possível.

Em tempo: uma limpeza custa em média R$ 350, incluindo o exame de sangue.  Algumas clínicas cobram um valor extra por dente extraído, mas na que eu fiz – a Nossos Bicos, que fica no Portão – é um preço único mesmo.