Esporte Interativo será sufocado pela Globo no Brasileirão 2019
Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
Blog Blog do Brasileirão | Gazeta do Povo

‘Esporte Interativo será sufocado pela Globo no Brasileirão 2019’, diz especialista

Globo/SporTV x Turner/Esporte Interativo: Brasileirão 2019 em suspense na TV.
Globo/SporTV x Turner/Esporte Interativo: Brasileirão 2019 em suspense na TV.

Se o Esporte Interativo mantiver sete clubes na Série A do Brasileirão 2019, como ocorre na edição de 2018, será sufocado pelo SporTV, do Grupo Globo, seu concorrente no segmento de futebol em canal fechado.

Nestas condições, dos 380 jogos de 2019, 182 não poderão ser transmitidos por nenhuma das duas emissoras (48% dos jogos) em canais por assinatura. Dos 198 jogos restantes, o SporTV poderá transmitir 156 (41% do total) e o Esporte Interativo apenas 42 (11% do total).

>> Cota da Globo revela abismo financeiro no Brasileirão; veja quanto seu time ganha

“Como há 38 rodadas, a CBF não tem metodologia para garantir no mínimo um jogo por rodada para o Esporte Interativo. Haverá rodadas em que o canal ficará sem partida para transmitir, e haverá rodadas com três duelos”, prevê o engenheiro Horacio Nelson Wendel, especialista na confecção de tabelas, um dos idealizadores dos critérios para pontos corridos no Brasileirão.

Na prática os jogos embargados nos canais fechados poderão ser vistos no pay-per-view ou até mesmo no sinal aberto pela Globo. A emissora carioca tem tido sucesso na negociação com os clubes, sinalizando que manterá sua hegemonia do Brasileirão. Mas o SporTV, seu braço esportivo na TV por assinatura, terá restrições para escolher ‘o jogo da rodada’ – situação ainda mais complicada para o EI.

“Se dois dos clubes que assinaram com o Esporte Interativo forem rebaixados em 2018, e nenhum subir da Série B, o a emissora ficará com cinco clubes na TV fechada em 2019, que disputarão 20 jogos em 38 rodadas. Na melhor das hipóteses, haverá assim uma rodada com sinal do jogo liberado e outra rodada sem a condição legal. Esta situação poderá provocar até a debandada de patrocinadores do EI”, alerta Wendel, que diz já ter sido procurado pela Turner para uma consulta.

“Mas, por exemplo, se dois clubes da Série B 2018, que tem contrato com o Esporte Interativo, subirem e nenhum for rebaixado, o canal terá nove representantes no Brasileirão 2019, podendo transmitir 72 jogos, o que garante de 1 a 2 jogos por rodada”, completa. “Nesse caso, o SporTV poderá transmitir 110 jogos, com 11 clubes sob contrato. Quem perde será o assinante, porque mais de 50% dos jogos não terão transmissão em canal fechado (198 dos 380 jogos)”, aponta Wendel.

Santos, Palmeiras, Internacional, Paraná Clube, Atlético PR, Bahia e Ceará estão na elite do Brasileirão deste ano e possuem contrato com o Esporte Interativo. Na Segundona, o vínculo foi fechado com Coritiba, Criciúma, Figueirense, Fortaleza, Paysandu e Ponte Preta. Com isso, no melhor cenário, o canal pode evitar esse panorama de sufocamento e chegar até a 11 agremiações na Série A 2019.

Pela legislação, uma emissora só poderá exibir uma partida se tiver contrato com os dois clubes envolvidos nela. É o que diz o artigo 42 da Lei Pelé.

Em dez jogos da 1ª rodada de 2018, caso o rateio valesse desde já, três duelos não poderiam ter transmissão de canais fechados, pois um clube acertou com uma emissora a partir de 2019 e outro seguiu caminho oposto – casos de Atlético x Chapecoense, São Paulo x Paraná e Botafogo x Palmeiras.

Com o Grupo Globo assinaram: Corinthians, Santos (apenas Premiere e TV aberta), Ponte Preta e São Paulo (não assinou para TV aberta), Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo, Cruzeiro, Atlético-MG e América-MG, Grêmio, Internacional e Brasil de Pelotas, Paraná Clube (apenas Premiere e TV aberta) e Londrina, Chapecoense, Avaí e Figueirense, Vila Nova, Goiás e Atlético-GO, Vitória, Santa Cruz (apenas Premiere e TV aberta), Sport e Náutico, Ceará (apenas Premiere e TV aberta) e CRB.

Confira a hipotética simulação da primeira rodada do Brasileirão. E vá se acostumando com essa nova realidade de mercado.


VEJA TAMBÉM

>> BRASILEIRÃO 2018: veja a tabela completa da Série A

>> SÉRIE B: confira a tabela completa da Segundona

>> LIBERTADORES: veja os grupos e os duelos da fase de grupos

>> COPA SUL-AMERICANA: veja todos os confrontos do mata-mata continental