Cadê os jogos para celular sem propaganda? - Bia Kunze – Garota sem Fio
Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
Blog Bia Kunze – Garota sem Fio

Cadê os jogos para celular sem propaganda?

Não sou uma pessoa de games, mas às vezes gosto de um jogo de tabuleiro para relaxar. No início de janeiro, enquanto tirava uns dias para descanso, decidi fazer algo que não fazia há séculos: instalar alguns jogos no celular. Mas estava tão por fora que pedi dicas aos leitores no Twitter.

Nos tempos áureos, eu gostava muito de Scrabble, Bejeweled e Insaniquarium. Comecei instalando Sudoku. Depois parti para Bejeweled e alguns outros títulos sugeridos pelos leitores.

Foi um pesadelo. Ao invés de me divertir, me irritei a ponto de desinstalar tudo poucos dias depois.

A maioria dos jogos é gratuita, o que é legal. O problema é que os anúncios são intrusivos demais. Você passa de uma fase para outra, ou muda alguma jogada, e é obrigado a ver (e ouvir!) 30 segundos de propaganda, o que tira totalmente sua concentração. Em alguns casos, para mudar de modalidade ou ganhar uma vida extra, você precisa ver mais propaganda. Ou pagar por cada um dos itens extras: geralmente é possível adquirir moedas virtuais para desbloquear fases novas. Elas são obtidas na App Store ou Google Play, sem sair do jogo.

Desligar a internet para não ser importunado pelos anúncios? Nem pensar. Em pouco tempo, o jogo será interrompido. E você verá tantas vezes a MESMA propaganda que se irritará a ponto de desistir de tudo e desinstalar o game no mesmo instante.

Onde estão os jogos sem propaganda para celular? Estou disposta a pagar por um jogo para remover os anúncios para sempre, mas ao contrário do que acontecia alguns anos atrás, tal opção é inexistente. Na verdade, quase não há mais jogos pagos sem anúncios porque não valem a pena para os desenvolvedores. A receita com ads e compras in-app é assombrosa: a empresa dona do Clash of Clans e do Clash Royale tem apenas 4 títulos disponíveis, todos gratuitos, mas sua receita alcança bilhões. Os jogos mobile já faturam mais que os de PC ou consoles!

Agora, quando quero relaxar, ao invés de jogar ouço música no Spotify. Pago, é claro, e sem anúncios!