Mercado Municipal recua e promete bicicletário dentro de 30 dias

Mercado Municipal vai construir bicicletário em seu estacionamento.
Mercado Municipal vai construir bicicletário em seu estacionamento.
Protesto de ciclistas por criação do bicicletário no Mercado Municipal (Foto: Priscila Maris)

Protesto de ciclistas por criação do bicicletário no Mercado Municipal (Foto: Priscila Maris)

O Mercado Municipal de Curitiba recuou da decisão de proibir bicicletas em seu estacionamento e anunciou que, em um prazo máximo de 30 dias, vai converter uma das vagas dos carros em um bicicletário.

A decisão foi tomada ontem (10) pela Associação dos Comerciantes Estabelecidos no Mercado Municipal (Acesme), permissionária do estacionamento, em reunião com representantes da prefeitura de Curitiba. Há cerca de um mês, a Acesme havia proibido a o estacionamento de bicicletas no local alegando não possuir estrutura física e de segurança para isso.

A revogação da proibição ocorreu apenas três dias após o fato ter sido noticiado pelo blog Ir e Vir de Bike. O post teve grande repercussão, com mais de 13,6 mil visualizações, 100 compartilhamentos, 80 curtidas pelas redes sociais. A prefeitura interviu junto à Acesme através da Secretaria de Abastecimento e propôs uma solução para o problema.

 

Segundo um dos representantes da prefeitura presentes na reunião, a Acesme garantiu que já tem verba para custear a implantação do paraciclo e deve iniciar o levantamento de preços nos próximos dias. Como a benfeitoria será custeada integralmente pela associação, há a dispensa de licitação. O compromisso é de que o paraciclo esteja em funcionamento no prazo máximo de 30 dias.

Bom negócio para todos

Mercado Municipal vai construir bicicletário em seu estacionamento.

Mercado Municipal vai construir bicicletário em seu estacionamento.

O bicicletário implantado será com suportes no formado de “U invertido”, considerado o mais adequado, e terá capacidade para acomodar no mínimo dez bicicletas. O uso do espaço será pago pelo usuário e deve ficar entre R$ 1,5 e R$ 2 a hora.

A título de comparação, o preço por hora de um veículo no estacionamento é de R$ 6. A mesma vaga, com capacidade para 10 bicicletas pode gerar entre R$ 15 e R$ 20 pelo mesmo período, uma rentabilidade até 233% maior, o que prova que dar espaço para a bicicleta também é um bom negócio.

Em contrapartida, o ciclista terá controle de entrada e saída, como é feito com os veículos, e a garantia de que o estacionamento é juridicamente responsável pela segurança de sua bicicleta durante o período em que estiver no local.

Paraciclo

Independentemente do bicicletário no estacionamento, a prefeitura de Curitiba está encaminhando o processo de licitação para implantação de um paraciclo gratuito no entorno do Mercado Municipal. O blog Ir e Vir de Bike apurou que o processo está paralisado no Ippuc por conta de uma contestação da Procuradoria Geral do Município (PGM), que exige que o órgão comprove documentalmente que o local que receberá o equipamento é de fato uma área pública.

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, “não é possível precisar uma data para a instalação, mas espera-se que o processo esteja concluído até o fim deste semestre”.

Conheça os termos de uso do conteúdo do blog Ir e Vir de Bike

8 recomendacões para você

 
 

mais comentadas da semana