O freela e a culpa da sonequinha de terça-feira à tarde - Palpite de Alice
Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
Blog Palpite de Alice

O freela e a culpa da sonequinha de terça-feira à tarde

Visual Hunt

Ah, ser freelancer! Que maravilha! Ser dono do seu próprio tempo, poder dormir até tarde. Parece uma vida com muita leveza e liberdade, mas usufruir desta facilidade acorda um monstrinho muito chato: a CULPA.

Desde a época da escola, na infância, somos acostumados e assim condicionados a respeitar horários pré-definidos, obrigados a ter uma rotina diária: acordar cedo, tomar café da manhã, almoçar, jantar, e nos intervalos produzir. Acostumamos também a ouvir que “Deus ajuda quem cedo madruga”, que dormir até tarde é coisa de gente preguiçosa, de perdedor. Interioramos isto tão profundamente que, quando finalmente temos o privilégio e a coragem de assumir o vôo solo, nos sentimos mal por não estarmos produzindo dentro das regras, ou seja, utilizando 100% do horário comercial.

O que não percebemos é que, na maioria das vezes, madrugada vira hora útil e finais de semana e feriados se tornam dias de produção. E, por isso, não há problema algum em tirar uma sonequinha terça-feira no período da tarde ou fazer um passeio no parque, quinta-feira pela manhã. Para amenizar este sentimento de culpa, o que nos resta é organizar e planejar o tempo para trabalhar/estudar e relaxar. Agendar horários de trabalho e estudo irá diminuir a culpa pelo tempo “ocioso”, tempo este muitas vezes necessário. Se não for possível agendar, tome nota. Assim, você poderá comparar a quantidade de horas que trabalhou e que descansou, e ajustar as horas faltantes da forma que achar melhor.

Vale lembrar:
A coisa mais difícil ao trabalhar por conta própria é que tudo depende de você.
E a melhor coisa, é que tudo depende de você.

Por Karen Giraldi