Blog Ricardo Amorim
0

A indústria brasileira estava batendo recordes… até a greve dos caminhoneiros


Em abril, a indústria brasileira cresceu 0,8% em relação a março e 8,9% em relação a abril do ano passado. Ou seja: em um ano, o crescimento foi de quase 9%. Esse crescimento é o maior em cinco anos e a alta acumulada em 2018 é de 4,5%. Em resumo: a economia estava claramente em uma rota de recuperação forte. Aí, em maio, veio a greve dos caminhoneiros, com todos os seus efeitos, e para tudo no Brasil. O que a gente sabe é que os resultados de maio vão ser péssimos e os de junho também serão negativamente impactados. Ainda não é possível ter uma estimativa total de qual será o impacto negativo no PIB, da consequência da greve, mas deve ficar perto de um ponto percentual. O crescimento vai ser bem mais baixo do que ele teria sido e estava desenhado para ser. A grande questão é quais são, ainda, os impactos negativos que podem vir.

8 recomendacões para você