Produtos & Ingredientes

Mangia che ti fa bene

Mamma mia! 10 comidas “italianas” que na verdade só existem no Brasil

Palha italiana, molho bolonhesa e até fogazza são receitas que foram adaptadas pelos brasileiros

por Bom Gourmet, com colaboração de Amanda Lüder Publicado em 24/05/2019 às 18h
Compartilhe

Quem nunca comeu uma palha italiana ou preparado um molho à bolonhesa achando que estava se deliciando com um legítimo prato italiano? Pois bem, saiba que essas e outras comidas “italianas” só existem.

Após a chegada dos imigrantes italianos, o Brasil se apropriou, alterou e recriou muitas receitas da cozinha italiana a tal ponto que algumas delas atualmente só por aqui mesmo. Não há nada de errado nisso: afinal a gastronomia, assim como a língua de um povo, é uma evolução contínua.

O agência italiana de notícias ANSA Brasil divulgou recentemente uma lista de sete comidas italianas que, na verdade, são uma criação —ou adaptação— brasileira. Com a ajuda dos chefs italianos Massimiliano Morabito, (da Osteria Capitolina), que há anos moram em Curitiba, e Enzo Ambrosetti, que já deu aulas no Centro Europeu, expandimos a lista para dez pratos.

Da próxima vez que for comer um prato dito italiano, saiba que na verdade pode ser que você esteja se deliciando com uma invenção 100% brasileira.

10 comidas “italianas” que só existem no Brasil

Cappuccino com chocolate ou canela

Foto: Pixabay.

Foto: Pixabay.

Não tem chance de você encontrar o cappuccino incrementado com chocolate ou canela na Itália. Tirando isso, a receita da bebida é a mesma aqui e lá, e leva café espresso diluído em leite e creme do leite vaporizado. No Centro da Itália o cappuccino pode levar eventualmente chocolate em pó polvilhado.

Fogazza

panzerotto italiano

Panzerotto com tomate e muçarela, um meio termo entre o calzone e o pastel; no Brasil é chamado de fogazza. Foto: Bigstock.

Fogazza não é a tradução de focaccia! A focaccia teve origem em Gênova, no Norte da Itália, e consiste em um pão rústico assado, temperado com azeite e sal.

A fogazza brasileira, servida em muitas festas religiosas – especialmente em São Paulo como a Festa da Nossa Senhora Achiropita -, pode ser sido inspirada no prato conhecido como panzerotto, um pastel italiano recheado e frito, originado de Nápoles. O panzerotto é muito parecido com o pastel brasileiro, o que muda é o recheio.

Frango com polenta

frango com polenta

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Há coisa italiana mais típica em Curitiba do que o frango com polenta? A iguaria servida nas cantinas tradicionais de Santa Felicidade é na verdade uma invenção bem brasileira, talvez até curitibana.

Embora no Norte e Nordeste da Itália pratos com polenta e aves de caça sejam comuns e apreciados, não existem versões com frango, menos ainda frito. “Provavelmente foi alguma adaptação que os emigrantes italianos do começo do século XX fizeram ao chegar no Brasil”, pondera Ambrosetti.

O modo de preparo da polenta também é diferente: por lá é mais firme e grossa, preparada com fubá na panela de cobre, aqui é mais cremosa e frequentemente é feita com farinha branca.

O risoto de frango também é uma especialidade tipicamente brasileira. Os italianos fazem risoto com praticamente qualquer coisa, menos… o frango.

Linguiça calabresa

linguiça acebolada

Foto: Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo

Pelo nome não teria dúvidas: a linguiça calabresa seria da Calábria, região do Sul do país da bota. Mas nada disso. Segundo o chef Ambrosetti, a linguiça que mais se parece com a calabresa se chama salsiccia cacciatora e é um embutido típico do Centro da Itália.

Pela picância, a linguiça calabresa pega o nome da pimenta calabresa, outro ingrediente que na Itália é conhecido como peperoncino (que em italiano significa pimenta). Mas um fato é certo: os calabreses são grandes apreciadores de peperoncino e de comidas apimentadas.

Molho bolonhesa

molho-bolonhesa

Foto: Pixabay.

E se disséssemos que em Bolonha não tem espaguete à bolonhesa? Pelo menos não com esse nome e com essa receita. O molho, na verdade, é chamado de ragu e é servido com tagliatelle. A receita foi adaptada aqui no Brasil.

O chef italiano Massimiliano Morabito, da Osteria Capitolina, em Curitiba, conta que “na Itália, o ragu leva carne de boi e de porco misturadas, duas colheres de extrato de tomate, sempre vai louro e fica, mais ou menos, quatro horas cozinhando. Tem que ser um processo bem lento”. Para o chef, o sabor do molho italiano é muito mais marcante. “No Brasil, o sabor é muito mais homogêneo. Já o ragu italiano tem várias camadas” diz.

>> Vinho Reserva ou Reservado: qual o melhor?

Palha italiana

comidas italianas no brasil

A palha italiana é, na verdade, totalmente brasileira mesmo. A receita leva brigadeiro (isso já deveria ser um indício, já que o doce não existe na Itália) e biscoito, e pode ter sido inspirada no salaminho de chocolate italiano. O salaminho também é feito de chocolate e bolachas, mas é construído de maneira diferente.

O chef de Roma Enzo Ambrosetti ensina que “geralmente, o salaminho é recheado com frutas secas, amêndoas e nozes. E, ao invés do brigadeiro, é feito com uma espécie de ganache de chocolate que leva manteiga”.

>> Monges belgas recriam cerveja de quase mil anos após encontrarem receita perdida

Parmegiana

bife à parmegiana do madalosso

Foto: fernando Zequinão/Gazeta do Povo.

Por incrível que parece, o bife à parmegiana, um dos pratos mais servidos nos almoços executivos de todo o Brasil, não é de Parma, apesar do nome. “Na Itália, a parmigiana [com i] é a lasanha de berinjela”, explica Morabito, receita feita com fatias de berinjela no lugar da massa. O prato seria oriundo de Parma, embora Nápoles e a região da Sicília também reivindiquem sua criação.

O prato italiano que mais se parece com a parmegiana brasileira é a carne alla pizzaiola, um bife servido com molho de tomate, mas sem muçarela gratinada por cima.

Pizzas com coberturas diferentes

pizza de 50 fatias em curitiba

Pizza de 50 pedaços da Pizzaria Fornalha. Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

A pizza é um prato tradicional italiano, mas recheios como estrogonofe, frango com catupiry e até mesmo barreado —prato típico de Morretes, no litoral do Paraná— são invenção nossa e de outros países. Enquanto os brasileiros prezam pelo recheio, os italianos mantêm o foco na massa.

>> 3 dicas para usar tomate do jeito certo na hora de preparar molho caseiro

Rondelli

gatti-massas-rondelli-bom-gourmet

O nome pode ser italiano, mas o rondelli é conhecido como rotoli ou rotolini no país europeu. A receita é bem parecida com a brasileira. O chef italiano Enzo Ambrosetti conta que os recheios são bem, semelhantes, de presunto e queijo ou ricota e espinafre. “Mas as ricota do Brasil é muito dura. A dica é passar a ricota no processador, misturando com leite integral e creme de leite, obtendo um creme de ricota”. Segundo o chef, a receita é mais comum na região central da Itália.

Sardella

A sardella original é feita com sardinha fresca e condimentos, e veio da Calábria. Lá, o peixe é lavado com água doce e colocado para salgar por cerca de seis meses. No Brasil, a receita foi adaptada, e leva variações de anchovas e sardinhas compradas prontas e pimentão.

>> Leite de vaca ou de búfala? Como é feita a verdadeira burrata

 

Compartilhe

8 recomendações para você