Restaurantes

mobile office

Cafeterias para chamar de escritório

Além da infraestrutura que inclui wi-fi gratuito, tomadas e mesas para reunião, os locais também oferecem menus com comidinhas para todas as horas

por Júlia Ledur, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 05/10/2016 às 16h
Compartilhe

Para os trabalhadores de plantão, as cafeterias podem ser uma boa opção para finalizar aquela tarefa, fazer uma reunião ou variar a rotina do home office. Mas claro que, para tudo isso, é preciso uma certa estrutura: um bom wi-fi e tomadas de sobra são indispensáveis.

O Bom Gourmet listou seis cafeterias para trabalhar remotamente em Curitiba e, de quebra, ainda oferecem um menu com comes e bebes para qualquer horário. Em alguns, há salas ou mesas grandes destinadas a reuniões. Além disso, a maioria fecha somente à noite, sendo boas opções para encontros fora do horário comercial.

>>> 11 lugares que misturam gastronomia e cultura em Curitiba

>>> Conheça o novo endereço do Barista Coffee Bar

>>> Casa de chá é especializada no bubble tea e serve 14 sabores de cheesecake

Arte & Letra

Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Além de servir cafés e comida, o Arte & Letra é também uma livraria. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo.

No novo endereço da cafeteria e livraria Arte & Letra, no Batel, um espaço foi dedicado aos clientes que desejam trabalhar ou fazer reuniões. A sala fica separada dos demais cômodos, para que haja silêncio, e é equipada com muitas tomadas. É possível sentar-se no balcão ou nas mesas. Wi-fi também é disponibilizado gratuitamente.

De quebra, dá para degustar os cafés servidos no local, que são produzidos pela 4 Beans Coffee Co. e inspirados em personagens da literatura. Um dos mais pedidos é o Gabriela (R$ 16,90), que leva espresso, sorvete de baunilha e creme de laranja coberto com coco, além da homenagem ao escritor Jorge Amado no nome.

Café Gabriela. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Café Gabriela. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Para comer, tem itens para ocasiões diversas, desde um lanche da tarde, com strudel de maçã com creme (R$ 14,90), até almoço – o local serve, além dos pratos à la carte, menu executivo a R$ 22,90, valor que inclui o prato do dia acompanhado de uma entrada e um suco de laranja. Já aos sábados e domingos, das 10h às 15h, o destaque é o brunch.

Serviço

Alameda Dom Pedro II, 44 – Batel. (41) 3223-5302. Funciona de segunda a sábado das 9h às 20h.

***

Café do Viajante

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Inaugurado há menos de um mês, o Café do Viajante é perfeito para quem quer trabalhar remotamente. O cliente pode escolher entre três ambientes diferentes: o salão da entrada, com poltronas, o do meio, com sofás em couro, e a parte dos fundos, mais intimista, com sofás baixos. Todos são confortáveis e há tomadas por todos os cantos, inclusive nas mesas centrais do salão. Nesse caso, os espaços para plugues ficam no chão. O wi-fi também é disponibilizado sem custos.

O cardápio, assim como a cafeteria, homenageia diferentes lugares do mundo: alguns dos mais pedidos são o Cappuccino do Viajante (R$ 14), feito com chocolate belga e servido em xícaras belgas, feitas à mão por um designer alemão e trazidas de uma viagem pelos proprietários; e o Madrid Chocolat (R$ 12), chocolate quente feito com chocolate produzido na Itália, sem glúten e sem lactose, e inspirado em uma bebida de uma antiga chocolateria espanhola San Ginés.

cafe-do-viajante-la-_let9193_

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Também tem café espresso (R$ 5,45), american coffee (R$ 5,40) Miel de fleur (R$ 9,60 o médio e R$ 14,60 o grande), que leva baunilha, creme de leite, espresso, leite vaporizado e mel, além dos cafés filtrados, que podem ser feitos a partir de seis métodos diversos e custam de R$ 9 a R$ 22. Cada bebida da casa é servida em uma xícara diferente.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Para comer, há salgados, como empada de frango e catupiry (R$ 9), quiches (R$ 12) e Mineirinhos (R$ 6,60), uma porção com 8 mini pães de queijo feitos com queijo da serra da canastra servidos na caneca. Na seção dos doces, destacam-se a mini torta banoffi (R$ 12) e os muffins sem glúten e sem lactose – os que mais vendem são o de pistache com frutas vermelhas (R$ 14) e o de mexerica (R$ 12,50).

O espaço, inspirado nas aventuras narradas no blog Um Viajante, foi projetado pelo arquiteto Givago Ferentz, que misturou elementos da linguagem brutalista e da estética clássica.

Serviço

R. Comendador Fontana, 229 – Centro Cívico. (41) 3018-2320. Funciona de terça a sexta das 8h30 às 20h e sábado e domingo das 14h às 20h.

***

 Lucca Cafés Especiais

Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Os trabalhadores remotos de plantão podem aproveitar o espaço da cafeteria até tarde – o espaço fecha todos os dias às 22h. Além disso, o local tem wi-fi gratuito, muitas tomadas e mesas grandes para reuniões, que podem ser reservadas com antecedência por telefone.

As opções do cardápio também se adaptam a todos os horários: tem um menu de café da manhã e um de almoço e jantar. É possível misturar pratos dos dois e montar um brunch. Os mais pedidos são os combos de pão de queijo com cappuccino (R$ 10) e o de misto quente com cappuccino (R$ 13), a omelete napolitana (R$ 20), com presunto, queijo e tomate, o eggs benedict (R$ 24,90) e os paninos Napoli (R$ 22), com peito de peru, queijo branco, tomate e alface, e Turino (R$ 26,90), que leva mignon e muçarela.

Para beber, o preferido entre os clientes é o café coado (R$ 14 com 300 ml), que pode ser feito com o método que o cliente preferir.

Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

No Lucca, o café pode ser extraído como o cliente preferir. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Serviço

Alameda Pres. Taunay, 40 – Batel. (41) 3016-6675. Funciona de segunda a sábado das 9h às 22h e domingo das 12h às 22h.

***

Miss Cupcake

Na Miss Cupcake, todas as cabines têm tomadas. Foto: Divulgação

Na Miss Cupcake, todas as cabines têm tomadas. Foto: Divulgação

Nas duas unidades da cupcakeria, o wi-fi é gratuito e todas as cabines com mesas e sofás têm tomadas. O cardápio é bastante amplo, com opções para lanches e risotos servidos no horário de almoço. O prato custa R$ 18,90 e diariamente estão disponíveis dois sabores, um sempre vegetariano. Outro destaque são os cupcakes salgados (R$ 8,50), de pizza, manjericão, bacon ou calabresa. Tem ainda quiches, empadões e sanduíches com pão artesanal, além, é claro, de cupcakes doces, disponíveis em 24 sabores diferentes todos os dias.

Para beber, tem cafés gelados e quentes, sodas italianas e chocolate quente. Os mais pedidos são o café Ovomaltine (R$ 13,90), o mocha (R$ 13,90), o cappuccino gelado (R$ 13,90) e o Miss Frozen (R$ 13,90), café gelado na taça com sorvete, calda de chocolate e chantilly.

Os clientes assíduos têm uma vantagem: cada R$ 20 consumidos se transformam em um ponto. A cada 5 pontos acumulados, o cliente é presenteado com uma treliça de chocolate em formato de coração, recheada com brigadeiro.

A casa tem 24 tipos de cupcake doces diariamente. Foto: Divulgação

A casa tem 24 tipos de cupcake doces diariamente. Foto: Divulgação

Os clientes assíduos ganham um Foto: Divulgação

Os clientes assíduos ganham uma treliça de chocolate. Foto: Divulgação

Serviço

Av. Sete de Setembro, 6169 – Batel. 3089-5556. Rua Barão dos Campos Gerais, 605 – Juvevê. (41) 3538-9284. Funcionam de segunda a sábado das 11h às 19h e domingo das 12h às 18h.

***

Rause Café + Vinho

Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo.

A unidade do café que fica na Rua Francisco Rocha oferece wi-fi gratuito e várias tomadas. A localização da cafeteria também é vantajosa: ao lado do Nex Coworking. Assim, se o cliente precisar de um espaço mais silencioso para uma reunião, por exemplo, pode alugar uma sala.

O cardápio do Rause é bastante variável, com poucos pratos fixos. Entre os que estão sempre disponíveis, fazem sucesso o sanduíche vegano (R$ 18), com legumes grelhados e hommus, e a omelete (R$ 18), que pode ser recheada com frango, legumes, peito de peru e queijo ou rosbife por R$ 6 a mais. Ambos acompanham salada. Também é possível almoçar no local, que serve pratos como massas, omeletes e sanduíches.

Quem estiver com pouco tempo e preferir só um cafezinho, pode aproveitar o espresso (R$ 6) e o cappuccino (R$ 7,50), o bolo de milho (R$ 7 o pedaço) e a torta de ricota (R$ 8 o pedaço). A casa também tem combos com uma bebida e uma comida, que variam de acordo com o dia.

Torta de ricota com doce de leite. Foto: Divulgação

Torta de ricota com doce de leite. Foto: Divulgação

Serviço

Rua Francisco Rocha,198 – Batel. (41) 3057-9462. Funciona de segunda a sexta das 8h às 20h.

***

Santo Grão

Foto: Lex Kozlik/Divulgação

O café funciona na Livraria da Vila, no Pátio Batel. Foto: Lex Kozlik/Divulgação.

Com espaços confortáveis e próprios para ocasiões diferentes, o Santo Grão, que fica dentro da Livraria da Vila, no Pátio Batel, é um ótimo local para os trabalhadores remotos. O cliente pode escolher entre as mesas que ficam em frente ao café, em uma sala ao lado com sofás, ou ainda na parte externa da cafeteria, um ambiente mais informal, de onde é possível ver o pôr-do-sol. Para reuniões e palestras, é possível usar o anfiteatro da cafeteria, que comporta 60 pessoas.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Outros pontos positivos são a abundância de tomadas e o wi-fi, que pode ser acessado se o cliente fizer check-in no local por meio do Facebook. Além disso, o espaço também é prático: no caso de alguma dúvida, é só se levantar e consultar os milhares de livros disponíveis.

A comodidade é aliada ao sabor: a casa possui um menu com itens perfeitos para o café da manhã, almoço, lanche ou jantar. As opções vão desde cafés, frappés e iogurtes caseiros até sanduíches, como o de lascas de mignon com queijo prato, tomate, cream cheese temperado e cebola caramelizada na ciabatta (R$ 42,80), e pratos, como o salmão grelhado com ratatouille de quinoa (R$ 61,50) e a salada ceasar com lascas de frango (R$ 39).

Os doces também fazem sucesso, com destaque para a torta de maçã do chef, com pétalas de maçã assadas ao forno com canela e uma bola de sorvete de creme (R$ 21,50) e o iogurte grego com frutas secas, água de laranjeiras e amêndoas confitadas (R$ 19,50).

O premiado mocha do Santo Grão.

O premiado mocha do Santo Grão.

Serviço

Avenida do Batel, 354, Piso L3 do Pátio Batel — Batel. (41) 3020-3438. Abre de segunda a sábado das 10h às 22h e domingo e feriados das 14h às 20h. Confira as formas de pagamento.

Compartilhe

8 recomendações para você