Eventos

cultura alimentar

Alex Atala promove seu próprio evento sobre alimentação

Simpósio FRUTO vai reunir 30 especialistas em São Paulo para tratar de aspectos sociais e biológicos da comida e também produção de orgânicos e acesso à água

por Bom Gourmet Publicado em 25/08/2017 às 16h
Compartilhe

Tem matéria atualizada – leia aqui

***********

Depois de anos sendo uma das estrelas no palco para falar de gastronomia, o premiado Alex Atala (chef do DOM, uma estrela Michelin, e do Dalva e Dito) organiza seu próprio evento. Aos moldes do que outros grandes chefs realizaram, como o MAD Symposium do dinamarquês René Redzepi; o Kitchen Dialogues, de Andoni Aduriz e o Farm of Ideas do dinamarquês Christian Puglisi, Atala realiza um simpósio multidisciplinar.

A primeira edição do “FRUTO – As possibilidades de alimentar o mundo” será realizada nos dias 26 e 27 de janeiro em São Paulo. O evento será transmitido on-line gratuitamente para todo o mundo e terá uma programação com 13 palestras divididas nos temas cultural, biológico e social. Ainda não há informações sobre o valor de inscrição.

Atala terminou de sensibilizar a plateia após a palestra de Roca. Foto: Adriano Bellagente/Divulgação

Alex Atala durante palestra. Chef passa a organizar seu próprio evento com a realização do FRUTO. Foto: Adriano Bellagente/Divulgação

Estão confirmados nomes como a neurocientista Suzana Herculano-Houzel, o antropólogo e fundador do Instituto Socioambiental Beto Ricardo, o surfista americano e ativista Jon Rose. O evento será um ponto de partida para a produção de um relatório internacional sobre as possibilidades de produção, acesso e relação com a comida e é realizado pelo Instituto ATA, do chef Alex Atala, em parceria com o chef e produtor cultural Felipe Ribenboim.

Confira os temas das palestras confirmadas e os participantes confirmados:

Aspectos Culturais

“Comida é cultura e deve ser visitada e estudada como tal. Ela transforma, expressa e representa tradições e costumes de um povo”

– Cultura alimentar

Suzana Herculano-Houzel. Neurocientista brasileira, trabalha as relações cerebrais com a alimentação e falará com enfoque na análise do desenvolvimento do cérebro humano após o uso do fogo para a alimentação.

– Culturas e sabedorias dos povos originários

– Miscigenações: trocas, usos e derivações

Beto Ricardo. Sócio-fundador do ISA (Instituto Socioambiental) e do Instituto ATÁ, é antropólogo e pesquisador.

 

Aspectos biológicos

“Desde a semente que nos dá o fruto até os equipamentos que ajudam o ser humano a aprimorar sua relação com a natureza, tudo deve ser discutido e pode ser melhorado.”

– Natural ou genética?

– Novas pesquisas em técnicas de plantio/cultivo

– Uso racional dos recursos

Jon Rose. Criador do projeto Waves for Water, que leva acesso à água potável para regiões de difícil acesso ou que passaram por catástrofes naturais.

– Terra, ar e água

Celine Cousteau. Neta de Jacques Cousteau, é documentarista, designer e exploradora, além de integrar a agenda do Conselho de Oceanos do Fórum Econômico Mundial.

Paulina Chamorro. Jornalista brasileira premiada, tem produção focada no tema do meio ambiente e é apresentadora do programa de rádio Vozes do Planeta.

– Comércio de orgânicos e larga escala

– Saúde

 

Aspectos sociais

“A maior rede social do mundo é o alimento, e sua capacidade de integrar e denotar relações não deve ser subestimada.”

– Antropologia do alimento

Mark EmmilHermansen. Dinamarquês, é mestre em antropologia social e antropólogo do NordicFoodLab

– Sociologia do alimento

– Comida como elemento cultural: políticas públicas

– Educação alimentar

LEIA TAMBÉM

Jamie Oliver vai abrir restaurante em Curitiba

Vídeo: aprenda a fazer poke de salmão

Após conselho de Jacquin, Alex Atala resolveu virar o melhor chef do mundo

Compartilhe

8 recomendações para você