Publicidade

Baixa Gastronomia

Opinião

Do Himalaia para o Ahú: o novo restaurante indiano-nepalês de Curitiba

por

O Annapurna Inn foi aberto em novembro por Jiwan Kumar Guruny e Chubi Lal Guru

Compartilhe

Há um novo restaurante indiano-nepalês na cidade: o Annapurna Inn, aberto no final de novembro passado por Jiwan Kumar Guruny e Chubi Lal Guruny. O nome faz referência a uma montanha da cadeia do Himalaia, localizada no Nepal, terra natal de ambos — que, apesar do sobrenome, não são parentes.

Chicken Tikka Masala do Annapurna Inn. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Chicken Tikka Masala a R$ 29,90 (no almoço). Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

No Brasil, Jiwan e Chubi trabalharam até em uma fábrica de perucas antes de serem contratados pelo Swadisht, o primeiro (e hoje, infelizmente, caríssimo) restaurante indiano da cidade. Saíram de lá para abrir o próprio negócio, no Ahú. No almoço, servem uma opção limitada de pratos, sempre com opções vegetarianas, acompanhados de entrada, salada, arroz, pão e sobremesa. À noite, o serviço é à la carte, e as opções são suficientes para fazer sorrir qualquer fã de um bom curry apimentado.

É o nosso caso. Descobrimos o Annapurna Inn por acaso, passando em frente. Como era hora do almoço, resolvemos entrar, traçamos um Chicken Tikka Masala muito bem feito, com o frango assado no tradicional forno tandoor – assim como o namm, tradicional pão indiano que acompanha o prato. Nos convenceu a voltar.

*Texto de opinião publicado na Coluna Baixa Gastronomia na revista Bom Gourmet de fevereiro. 

* * *

VEJA TAMBÉM: Oásis na Osório

Quando iniciou suas atividades, a Winner’s ainda era vizinha de pelo menos dois dos cinemas mais importantes da cidade: o Astor e o Plaza. Daí a lembrança de alguns cinéfilos, amigos aqui da coluna, das paradas para um suco antes da sessão começar.

Suco Detox. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Suco Detox a R$ 8,50. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Numa tarde quente, a Equipe Baixa Gastronomia (EBG) aproveitou para se abrigar do calor e pedir pra virem dois dos sucessos da casa: o de abacaxi com hortelã (R$ 5,40), uma das grandes combinações da sucaria brasileira, e o de couve com abacaxi, gengibre, maçã, hortelã, limão e laranja. Este último também atende por Detox e é o grande campeão no gosto da freguesia, segundo nos garantiu a balconista. No típico calor úmido de Curitiba, o lugar é nosso oásis no centro da cidade.

*Texto de opinião publicado na Coluna Baixa Gastronomia na revista Bom Gourmet de fevereiro. 

LEIA TAMBÉM:

>> Choripan, o pão com linguiça argentino, virou moda

>> O que faz uma comida ser considerada brega?

Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.