Publicidade

Produtos & Ingredientes

Consumidor

Anvisa proíbe venda de frango contaminado por bactéria que causa meningite

A proibição é referente a um lote do peito de frango cozido desfiado congelado

por
Compartilhe

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a distribuição e a comercialização de um lote de peito de frango cozido desfiado congelado da marca D+ Alimentos em todo o país. O produto apresentou a presença de Listeria monocytogenes, uma espécie de bactéria capaz de provocar doenças, como a meningite.

Leia também: Anvisa proíbe lote de canela em pó 

Foto: Bigstock

O peito de frango é fabricado pela empresa G L Faleiros Indústria de Alimentos Eireli, de Jaú, no interior de São Paulo, responsável pela marca D+ Alimentos. Segundo a Anvisa, a empresa já havia emitido um comunicado voluntário de recolhimento do produto. O lote do produto é o 0320. Agora a empresa deve recolher do mercado todo o estoque existente do lote.

Saiba identificar se a carne está estragada e evite riscos de contaminação

Mais problemas

Na segunda-feira (23), a Anvisa havia proibido a comercialização de um lote da canela em pó da marca Prezunic. Segundo a agência, o produto apresentou fragmentos de pelos de roedor (indicativo de risco) e fragmentos de insetos (indicativo de falha de boas práticas).

Por meio de nota, a empresa que produz a canela em pó afirmou que empreende esforços e investimentos, tanto tecnológicos quanto humanos, para atender às expectativas dos clientes e consumidores e para atender as legislações brasileiras vigentes. “Assim que tomamos ciência do resultado insatisfatório, ações imediatas, corretivas e preventivas, estão sendo aplicadas a fim de evitar reincidência”, dizia o texto.

Leia mais:

>>Snack que é a cara dos anos 90, Cheetos Tubo volta ao mercado

>>>No país do churrasco, 63% dos brasileiros quer reduzir o consumo de carne

Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.