Bebidas

Moda

Aperol é o drinque da vez

A bebida italiana Aperol, base do coquetel que leva o mesmo nome, chega ao Sul do país

por Priscila Bueno, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 13/03/2014 às 03h
Compartilhe
DrinkAperol fernando zequinão gazeta do povo

Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

A receita pode ser antiga, data de 1919, mas a bebida criada pelos irmãos Barbieri vem causando furor na Europa (foi eleito o drinque do último verão pelo The New York Times) e mais recentemente no Brasil. O aperol (se pronuncia Àperol) tem graduação alcoólica de 11%, um retrogosto levemente amargo e é resultado de uma infusão de ervas e raízes. Algumas são secretas, outras vêm descritas no próprio rótulo: laranja (a cor alaranjada denuncia), ruibarbo, quina e genciana. Ele é a base do aperol Spritz (ver receita), drinque refrescante que vem sendo trabalhado fortemente pela proprietária da marca, a Campari.

A diretora de marketing da Campari do Brasil, Julka Villa, explica que a região Sul é a próxima etapa da popularização da bebida no Brasil. “Até por causa da produção importante de vinho branco da região”, lembra. E as temperaturas mais baixas não assustam a empresa. “O consumo do aperol Spritz independe da temperatura. Na Itália, a diferença é que no verão consomese nas mesas ao ar livre e no inverno, em ambientes fechados”, diz.

No The Cugi’s, restaurante italiano em Curitiba, o aperitivo faz sucesso desde a abertura da casa (há um ano) e “sobreviveu” também no inverno. “Os italianos têm muito esse ritual do aperitivo e aqui funcionou”, conta Beatriz de Lorenzi Abati, uma das sócias-proprietárias.

Mas o aperol já vem sendo testado em coquetéis mais quentes, afirma Tháys Ferrão, sócia-proprietária do recém-aberto 4 Sí Brasserie. “Nosso barman, Sebastian Granada, está fazendo alguns testes para aproveitar o sucesso da bebida também com temperaturas mais baixas”, diz.

Combinações
Para acompanhar o aperitivo, a sugestão fica por conta dos petiscos. Tháys conta que ele sai mais com os “belisquetes”, como bolinho de arroz e de camarão. “Mas também combina com massas leves e pratos com frutos do mar”, diz. No The cugi’s, ele é companhia de bruschettas e tábua de frios. Quem mais o consome são as meninas, na faixa etária dos 25 anos, conta Tháys.

***

Onde Comprar o Aperol

Empório Adega Brasil – Rua Saldanha Marinho, 1.487, Batel Soho

Adega Mufs – R. Lamenha Lins, 587, Rebouças ou Rua Alberico Flores Bueno, 2.006, Bairro Alto ou Rua Monsenhor Celso, 339, Centro.

Preço – R$ 40, em média

Tags: coquetel
Compartilhe

8 recomendações para você