Pessoas

Apesar de deslize, paranaense continua na disputa do MasterChef

A advogada Thaiana Wosniak perdeu a prova em grupo mas foi salva da eliminação por outra participante

por Bruna Covacci Publicado em 13/04/2016 às 14h
Compartilhe
Os Jurados do programa explicam a prova em equipe para os participantes. Foto: Divulgação/Band.

Os Jurados do programa explicam a prova em equipe para os participantes. Foto: Divulgação/Band.

Execução, sabor e quantidade ideal foram os principais itens avaliados no episódio do programa MasterChef Brasil que foi ao ar nesta terça-feira (12). Dividido em duas provas, uma de equipe e outra de eliminação, o programa terminou com o participante Fernando Bianchi fora da competição. O primeiro desafio era servir uma refeição completa para 200 integrantes da Escola de Bombeiros do Estado de São Paulo. Com o cronômetro marcando uma hora e meia, os competidores se dividiram em dois times para encarar a maior prova em equipe da história do programa.

Times preparados para a disputa. Foto: Divulgação/Band.

Times preparados para a disputa. Foto: Divulgação/Band.

Entre dificuldades com a quantidade de ingredientes (no time amarelo faltaram batatas que foram substituídas por cenouras), no azul o ingrediente principal, a carne, acabou mais cedo e não conseguiu ser substituído. A paranaense e advogada Thaiana Wosniak, que estava no time amarelo, ficou responsável por criar uma sobremesa: feita com abóbora e gostinho de casa de vó.  A doçura não foi suficiente para vencer o embate.

> > > Fogaça posta foto com leitão morto e divide opiniões

> > > Hellen Cruz é a primeira eliminada do MasterChef

> > > Paranaense disputa título de MasterChef Brasil 

Prova de eliminação

Raquel precisa escolher um dos competidores "salvos" para mandá-lo novamente para as bancadas da competição.

Raquel precisa escolher um dos competidores “salvos” para mandá-lo novamente para as bancadas da competição. Foto: Divulgação/Band.

Aqueles que perderam vestiram o avental preto e foram para a cozinha do programa tentar garantir a sua permanência. Antes de começar, Bruna Chaves, líder do time amarelo, teve a chance de salvar três pessoas. Suas escolhas foram Thaiana Wosniak, Leonardo Young e Lee Fu Kuang. Antes que o alívio pudesse tomar conta do sentimento dos três, Raquel Novais, líder do time azul, precisou devolver um dos três para a prova. Sua escolha foi Leonardo.

Alto nível. Paola Carossela corta o bolo mostrado como exemplo para os participantes. Foto: Divulgação Band.

Alto nível. Paola Carossela corta o bolo mostrado como exemplo para os participantes. Foto: Divulgação Band.

O desafio era doce. Os chefs queriam um bolo de três camadas: três de pão de ló e duas de recheio. Para a execução, uma hora e quinze. O bolo do Fernando Bianchi, além de cru, não continha camadas. Segundo os jurados, um erro grave foi ter usado zabaglione (creme italiano muito leve feito com gemas, açúcar e vinho) como recheio. “Você sabe o que é zabaglione???”, perguntou o chef Erick Jacquin ao passar pelas bancadas. A maioria dos candidatos optou por um buttercream, de cream cheese, que é mais simples e deixa as camadas mais definidas. “Um dos pontos mais importantes na confeitaria é a densidade”, explicou a jurada Paolla Carosella.

Fernando deixa o programa. Foto: Divulgação/Band.

Fernando deixa o programa. Foto: Divulgação/Band.

O tempo também era uma dificuldade: se o recheio não esfria o bolo todo desmonta. O jurado Henrique Fogaça ainda destacou a importância de deixar as camadas simétricas e decorar a cobertura do bolo. Bianchi foi o eliminado da noite. 

Compartilhe

8 recomendações para você