Eventos

Escolas

Aprendizes de chef

Os cursos da área de gastronomia se multiplicaram e atraem um público cada vez maior. Com muitas opções de formação, o mercado é promissor e oferece oportunidades para quem quer se profissionalizar

por Rafaela Bortolin Publicado em 20/01/2011 às 00h
Compartilhe

Conhecimento

Se você é do tipo que sequer sabe diferenciar uma frigideira de uma caçarola, não se preocupe: saber quase nada de cozinha não impede os alunos de se matricularem nos cursos. “Qualquer curso começa pelo básico, com apresentações sobre o uso de facas e utensílios e como descascar e cortar alimentos corretamente. Não ter prática é até bom porque o aluno não vem com certos vícios típicos de quem conhece de cozinha e não oferece resistência a novos conhecimentos, aproveitando ao máximo a experiência”, explica Márcio Silva, proprietário do Espaço Gourmet Escola de Gastronomia.

Gastos

Muitos alunos desistem de procurar por um curso por receio de, além da mensalidade, ter gastos com a compra de panelas, utensílios e ingredientes para as aulas práticas. A boa notícia é que os cursos consultados fornecem todo o material para as aulas práticas e a única despesa adicional é com a compra de uniforme e livros ou apostilas.

Seja para quem pensa em ingressar em uma nova profissão ou simplesmente quer desenvolver o hobby de cozinhar para amigos e familiares, o número de cursos universitários, profissionalizantes e de curta duração no segmento de gastronomia aumentou nos últimos anos e fazem sucesso com quem quer se aventurar entre temperos, talheres e panelas.

Nas próximas páginas, você confere alguns dos principais cursos em Curitiba. Com opções de aulas de três horas até graduações que levam dois anos e meio, os cursos atraem público com perfis, objetivos e idades variados, do vestibulando que busca uma carreira inovadora ao profissional que quer refinar seus conhecimentos, passando pelos cozinheiros amadores, que querem aprender algo mais sobre a arte culinária.

E os professores garantem: mesmo com tantas opções, o mercado não está saturado. Pelo contrário, estão sobrando boas oportunidades para quem pensa em levar o estudo a sério e se profissionalizar. “O mercado está em franca expansão no Brasil e, especialmente, em Curitiba. Temos uma variedade crescente de restaurantes e, com isso, os clientes estão mais exigentes. Agora, as empresas só querem contratar o profissional capacitado, que seja capaz de suprir essa demanda com qualidade”, diz Diluá Alberti, técnica de educação profissional da área de gastronomia do Senac-PR.

Dois outros bons motivos para quem pensa em procurar uma vaga no mercado de gastronomia nos próximos anos são a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, ambos com sede no Brasil. “Com o aquecimento da economia, os dois eventos devem fazer com que as cidades brasileiras passem por uma ampliação e repaginação de hotéis e restaurantes, exigindo capacitação e aperfeiçoameto dos profissionais que queiram ingressar ou permanecer nesse mercado”, explica Rogério Gobbi, diretor acadêmico do Centro Europeu de Curitiba.

O conselho dos professores é um só. “Para quem pensa em entrar no mercado, a hora de começar a se profissionalizar é agora”, recomenda Dario Luiz Dias Paixão, coordenador de Turismo e Gastronomia da Universidade Positivo (UP).

Confira os cursos:

Tecnologia em Gastronomia

Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

Curso: criado em 2008, ele não visa à formação de cozinheiros ou chefs de cozinha. A ênfase está em disciplinas ligadas à gestão de negócios e administração para a formação do profissional que pensa em gerenciar um hotel, spa, pousada e restaurante ou abrir uma empresa nesses ramos. As disciplinas ligadas ao preparo de pratos são menos aprofundadas e voltadas somente para que o profissional tenha uma noção básica. Como o curso foi criado a partir da graduação em Nutrição, há ênfase na montagem de cardápios que ofereçam pratos nutritivos e saudáveis.

Duração: dois anos e meio.

Aulas: três matérias são totalmente práticas. As demais mesclam teoria e prática. O curso é oferecido à tarde e à noite.

Oportunidades: o estágio não é obrigatório. São oferecidas oportunidades de intercâmbio para França e Portugal e é bom se informar logo sobre os processos seletivos nos primeiros meses. Como o curso equivale a uma graduação, abre portas para o aluno fazer uma especialização, mestrado ou doutorado em qualquer área.

Novidades: para este ano, o currículo foi reformulado para balancear disciplinas práticas e teóricas entre os semestres. Outra novidade é que os alunos poderão fazer disciplinas de outros cursos, como Nutrição, Administração e Publicidade.

Mensalidade: R$ 1.089.

Inscrições: o candidato precisa ter ensino médio completo e fazer as provas do vestibular da PUCPR. O próximo processo seletivo será em30 de janeiro. As inscrições vão até o dia 25.

Informações: (41) 3271-1453, (41) 3271-2221 e www.pucpr.br.

Chef de cuisine – Restaurateur

Centro Europeu

Curso: voltado tanto para a formação de chefs de cozinha quanto gestores de empresas do ramo gastronômico, o curso foi criado há 10 anos e oferece aulas que conciliam conhecimentos sobre preparo de alimentos, empreendedorismo, gestão, finanças, formação de preços, administração de pessoal, nutrição e marketing. A escola também oferece os cursos de Pâtisserie & Boulangerie e de Sommelier, voltados para profissionais e amadores. Para quem pensa em fazer um curso curto, o Club Gourmet oferece oficinas com três horas de duração sobre pratos e ingredientes específicos.

Duração: os cursos de Pâtisserie & Boulangerie e o de Sommelier duram um semestre. O de Chef de Cozinha – Restaurateur tem um ano de aulas regulares e mais três a seis meses de estágio optativo.

Aulas: 80% da grade é formada por aulas práticas. São oferecidas turmas pela manhã, tarde ou noite e os alunos recebem a coleção Centro Europeu – Gastronomia, composta por livros com lições, receitas e fotos.

Oportunidades: o estágio não é obrigatório, mas a escola oferece opções em vários locais do país. A escola tem convênios com redes hoteleiras e restaurantes nacionais e internacionais, além de escolas na Austrália, EUA e Suíça.

Novidades: a escola oferece opções de especialização com duração de quatro meses em diferentes áreas de pâtisserie e chef de cozinha. Para este ano, deve ser oferecida uma formação em gelateria italiana.

Mensalidade: sob consulta.

Inscrições: estão abertas para este semestre e é preciso ter ensino médio completo. Os cursos começam em março e agosto. Quanto ao Club Gourmet, a programação de 2011 deve ser atualizada em fevereiro.

Informações: (41) 3324-6669 e www.centroeuropeu.com.br.

Tecnologia em Gastronomia

Universidade Positivo (UP)

Curso: lançado em 2009, visa à formação tanto do chef de cozinha nacional e internacional quanto do gestor de bares e restaurantes. Como é um curso universitário, possibilita o ingresso em uma especialização, mestrado ou doutorado após a graduação. A universidade oferece duas especializações com duração de um ano e meio na área de culinária: Gestão de gastronomia e Chef de cuisine internacional e pâtisserie.

Duração: dois anos

Aulas: manhã ou noite, focadas em atividades práticas.

Oportunidades: oferece opções de intercâmbio e os alunos podem trabalhar em restaurantes conceituados pelo Guia Michelin em outros países. O estágio é optativo. São oferecidas viagens pedagógicas para outras cidades, visitas técnicas a empresas e aulas-show com profissionais que atuam em restaurantes e hotéis. Os alunos podem fazer disciplinas em cursos como Nutrição e Administração e participar de cursos de extensão e workshops integrados.

Novidades: em 2011, a UP lança o curso de Tecnologia em Eventos e haverá a inauguração do hotel-escola.

Mensalidade: R$ 695.

Inscrições: o candidato precisa ter ensino médio completo e fazer as provas do vestibular.

Informações: (41) 3317-3000 e www.up.com.br.

Tecnologia em Gastronomia

Faculdades Opet

Curso: lançado há dois anos e meio, prepara os alunos para atuar na gestão de cozinhas de restaurantes, hotéis, empresas de eventos e cruzeiros marítimos, criando cardápios, desenvolvendo receitas e, principalmente, fazendo toda a parte de gerenciamento de custos, pessoal e produção. O destaque do currículo fica por conta de disciplinas em áreas que estão chegando ao mercado, como gastronomia molecular.

Duração: dois anos.

Aulas: são quatro módulos semestrais, manhã ou noite. O primeiro é obrigatório e, entre os demais, o aluno pode escolher a ordem. Em todas as etapas, o foco principal é a prática.

Oportunidades: o estágio não é obrigatório. Ao longo do curso, os professores propõem desafios internos com foco em desenvolver a habilidade dos alunos.

Novidades: no próximo semestre, o curso deve intensificar as parcerias do Opet Placement, responsável por facilitar o ingresso dos alunos no mercado.

Mensalidade: R$ 693,29.

Inscrições: o aluno deve prestar vestibular. Provas: hoje, 27 de janeiro, 3 e 10 de fevereiro.

Informações: (41) 3028-2828 e www.opet.com.br.

Cursos profissionalizantes

Senac-PR

Curso: são quatro opções de capacitação profissional na área de gastronomia (pizzaiolo, confeiteiro, cozinheiro e garçom) e vários cursos rápidos, como o de Culinária italiana, Preparo de carnes, aves e peixes e Culinária japonesa.

Duração: os cursos profissionalizantes duram entre cinco e seis meses. Os cursos rápidos têm 21 horas.

Aulas: nas primeiras semanas, os cursos profissionalizantes se dividem entre aulas teóricas e práticas. Nos rápidos, a experiência é prática. As aulas são de manhã, tarde ou noite.

Oportunidades: nas últimas semanas, as aulas são práticas e ocorrem no restaurante-escola (cozinheiro, garçom e pizzaiolo) e na lanchonete-escola (confeiteiro).

Novidades: neste ano, o Senac lança cursos de olho na Copa 2014, como o de manipulação de alimentos.

Preço: o curso de cozinheiro sai por R$ 5.920; o de confeiteiro, R$ 3.300; o de pizzaiolo, R$ 890 e os rápidos entre R$ 160 e R$ 180. Valores à vista.

Inscrições: o candidato deve ter mais de 18 anos e ter a quarta série do ensino fundamental (cursos de 21 horas) ou ensino fundamental concluído (demais cursos).

Informações: 0800 643 6346 e www.pr.senac.br.

Cursos Profissionalizantes

Instituto Gastronômico (IGA)

Curso: com 60 escolas na América Latina e mais de dez anos de experiência, oferece cursos curtos e profissionalizantes. Em Curitiba, tem unidade desde 2008. Alguns cursos: cozinheiro profissional, confeitaria profissional, cozinheirinhos (para crianças), além de especialista em gastronomia e alta cozinha.

Duração: os profissionalizantes são de um ou dois anos. Os curtos variam entre 3 e 5 meses.

Aulas: os profissionalizantes têm aulas duas vezes por semana. Os curtos têm somente aulas práticas, uma vez por semana. Ambos são oferecidos nos períodos da manhã, tarde e noite.

Oportunidades: todos os anos realiza concurso entre alunos de diversas sedes. Este ano, a unidade de Curitiba organiza uma viagem gastronômica para a França.

Novidades: novo material didático para os cursos profissionalizantes, com direito a receitas, técnicas e fotos da finalização dos pratos. Serão abertos novos cursos curtos até o fim do ano e oferecidas aulas-show.

Preço: sob consulta.

Inscrições: estão abertas.

Informações: (41)3079-7971 e www.igabrasil.com.

Chef de Cuisine

Espaço Gourmet Escola de Gastronomia

Curso: são três os tipos oferecidos. No de Chef de Cuisine, a proposta é formar chefs de cozinha e gestores de empresas do segmento. Também há opção de aulas-show (o chef prepara o prato e os alunos assistem) e as aulas-interativas (alunos cozinham).

Duração: o curso de Chef tem sete módulos de 20 aulas. Somente o primeiro é obrigatório e, entre os demais, o aluno escolhe quais quer fazer e em que ordem. O curso dura entre um ano e meio e três anos e não equivale a uma graduação univer­­sitária. As aulas-show e as interativas têm entre três e 12 horas.

Aulas: com foco na prática, os cursos têm, no máximo, 14 alunos por turma, de manhã, à tarde ou à noite. No curso de Chef, as aulas acontecem duas vezes por semana ou quinzenalmente aos sábados.

Oportunidades: a escola tem parceria com institutos de educação da Itália e da França, o que permite que os alunos façam cursos e estágios nesses países. Também são organizadas viagens gastronômicas. A próxima será para o Chile.

Novidades: neste ano será lançado o restaurante-escola. A partir de março, serão oferecidos novos cursos, como o de cozinheiro, garçom, sommelier e inglês dentro da cozinha.

Preço: sob consulta.

Inscrição: estão abertas. O próximo curso de Chef de Cuisine começa no dia 7 de fevereiro e as inscrições vão até 31 deste mês.

Informações: (41) 3019-0437 e www.espacogourmetgastronomia.com.br.

Compartilhe

8 recomendações para você