Restaurantes

Novidade

Armazém no Jardim Botânico serve almoço por quilo assinado por chef Celso Freire

Novo espaço reúne rotisseria, café, sucos, fiambreria, produtos à granel, laticínios e hortifruti num só lugar

por Priscila Bueno, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 16/08/2018 às 12h
Compartilhe

O Armazém São Bento leva a sério a mistura dos conceitos de hortifrúti e empório gastronômico. Passear pelos 890 m² do galpão localizado no bairro Jardim Botânico, em Curitiba, revela diversas surpresas. O local reúne rotisseria (que serve almoço), fiambreria, laticínios, e cafeteria junto com a venda de produtos frescos, como frutas, verduras e legumes. Quem está à frente do estabelecimento são Tiara e Bibo Kaufmann, proprietários do Tropical Banana e do The Sub´s desde 1994.

  • A geladeira de laticínios tem uma linha completa de itens sem lactose. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
  • As crianças ganharam um espaço próprio para comer e desenhar. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
  • A unidade da Tropical Banana tem o mesmo cardápio de bebidas das demais lojas. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
  • No buffet os cozinheiros mesmo servem as pessoas. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
  • Chef Armando Fuoco é responsável pela operacionalização da rotisseria. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
  • Sempre há opções de carnes, saladas e acompanhamentos. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
  • O local tem 890 metros quadrados. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

O nome São Bento foi mantido em homenagem ao ponto que abrigou por décadas o Expresso São Bento, empresa de ônibus que fazia rotas para o interior do Paraná. “Por isso dedicamos um mural de 60 m² à Curitiba da década passada”, explica Tiara. A ideia do espaço, conta o empresário, surgiu de um sonho antigo de transformar o Tropical Banana numa loja de rua com opções de hortifrúti e cereais.

Logo na entrada o que chama a atenção é a rotisseria, que serve almoço, com pratos bem elaborados. A assinatura do cardápio é do chef Celso Freire e a operação do chef Armando Fuoco (ex-Trovatta e Artè). “A ideia é fornecer opções saudáveis, desenvolvidas e produzidas por chefs renomados a um valor bem abaixo do mercado, priorizando a utilização de ingredientes das gôndolas do próprio armazém e tudo sem frescura”, comenta Tiara.

No dia que o Bom Gourmet visitou o local, eram três opções de saladas (folhas com mostarda, bacon e ovos; tomate com muçarela de búfala; e folhas com cebola crocante), duas opções de carnes (tilápia empanada com molho servido à parte e sobrecoxa desossada com mostarda e mel) e três tipos de acompanhamentos (legumes grelhados, batatas assadas com maçã e arroz multigrãos).

Apesar de os pratos ficarem expostos em um balcão envidraçado, semelhante a um buffet, são os atendentes e cozinheiros que servem o prato e não os clientes. “Entendemos que os cozinheiros servindo enobrecem a refeição e exigem uma responsabilidade maior. Com isso conseguimos manter a comida com boa apresentação o tempo todo”, explica Tiara. O valor do quilo é de R$ 54,90 (de segunda a sexta) e R$ 59,90 (sábado). O cardápio muda diariamente.

Quem quiser fazer apenas um lanche tem à disposição uma unidade do Tropical Banana dentro do armazém. O cardápio de sucos, smoothies e açaís é o mesmo das outras lojas, mas há mais opções de sanduíches por conta da estrutura maior do armazém.

Junto à operação há também um café com bebidas à base de espresso – como café latte (R$ 5,40) e cappuccino (R$ 7,90) –, além de empadões, bolos caseiros, tortas e pães de queijo. “Diariamente tem algo que nossos chefs criam sem protocolo”, diz o empresário.

Ao lado, na fiambreria é possível comprar toda a linha de frios da Ceratti, do presunto tradicional (R$ 31 o quilo) ao jámon (R$ 300 o quilo). Também é possível montar um belo sanduíche de mortadela a partir de R$ 14,90.

Na ilha de produtos à granel são mais de 200 itens incluindo frutas desidratadas, mix de legumes desidratados e também doces da Fini.

Na geladeira de laticínios, queijos Parmigiano e Gran Formaggio da RAR, queijos Cruzilia, Scala, Witmarsun e Anila. Há também toda a linha da Casa da Ovelha de Bento Gonçalves, produtos sem lactose, como iogurtes, de R$ 5,90 a R$ 17,90.

O Armazém ainda comercializa biscoitos da Vovó Elza, geléias Casa Madeira, produtos da Casa do Mel, azeites, cervejas artesanais e vinhos para levar ou consumir no local e a linha de produtos Schar (sem glúten).

LEIA TAMBÉM

Entenda a diferença entre abacate e avocado

Conheça dois clássicos com mignon

Depois do sorvete, agora é a vez do açaí por quilo

Compartilhe

8 recomendações para você