Baixa Gastronomia

Bar Ornitorrinco tem gengibirra caseira

Conheça a história do Ornitorrinco, no centro de Curitiba, contada pelos colunistas do Bom Gourmet Rafael Martins e Guilherme Caldas

por Rafael Martins e Guilherme Caldas, colunistas do Baixa Gastronomia Publicado em 07/08/2016 às 07h
Compartilhe

Quando o músico Denis Nunes e a antropóloga Dayana Zdebsky resolveram abrir um bar, botaram algumas condições: a comida teria que ser incrível; os pratos buscariam alguma inspiração em receitas de família; e a cozinha deveria ser sustentável e racional, de forma a garantir preços que caibam no bolso da freguesia.

>>> Café du Centre: um passeio a Paris sem sair de Curitiba

>>> Food truck de Curitiba vai levar comida húngara para a Olimpíada do Rio

>>> 15 restaurantes que servem almoço executivo em Curitiba

“Para termos bons preços, não podemos ter nenhuma perda de comida. Assim, temos um cardápio enxuto em que os alimentos podem ser transformados ao longo da vida útil. O pão integral, por exemplo, quando fresco, é servido com as conservas. Depois, vira a farofa que acompanha o cogumelo. E ainda é a base do knödell (um bolinho que acompanha o goulash)”, explica Dayana.

Fotos: Pedro Serapio/Gazeta do Povo

Fotos: Pedro Serapio/Gazeta do Povo

“Queríamos oferecer coisas que comemos ou comíamos em casa, mas que hoje quase não se faz mais, porque levam tempo e exigem dedicação. O goulash, por exemplo, cozinhamos por seis horas em panela comum, e depois apuramos em geladeira até o dia seguinte”, conta Denis. “Já o lombinho de porco é a versão de um prato que eu faço em casa há anos, e que o pessoal da cozinha aprimorou.”

O casal resgatou uma receita de gengibirra caseira. “Leva quatro dias para ficar pronta. Começa com xarope de gengibre, que descansa por um dia, e recebe adição de limão, água e fermento. Em seguida, descansa novamente, e colocamos para fermentar nas garrafas de água mineral que usamos na receita”, diz Dayana.

De quebra, ainda tem os escabeches de posta branca e sardinha – essa um caso tão sério que há quem vá ao bar apenas para comê-la. Ainda há pratos vegetarianos e veganos, como o cogumelo com farofa.

Escabeches de sardinha do bar Ornitorrinco

Escabeches de sardinha do bar Ornitorrinco

O bar do Denis e da Dayana chama-se Ornitorrinco. E a comida é realmente incrível. Vida longa ao Ornitorrinco!

Onde
Rua Benjamin Constant, 400, Centro, (41) 3121-2334. De segunda a sábado, das 18 às 24h (a cozinha fecha às 23h)

Quanto
Escabeche de sardinha ou de posta branca a R$ 13.

Compartilhe

8 recomendações para você