Eventos

semana mesa sp

Alex Atala diz que chef Manu Buffara é sua aposta nos últimos anos

O chef Alex Atala elogiou Manu Buffara, que tem restaurante em Curitiba, durante jantar de abertura do Semana Mesa, maior congresso de gastronomia do Brasil. A chef serviu pratos com ostra, melancia, cordeiro e amendoim

por Flávia Schiochet Publicado em 26/10/2017 às 12h
Compartilhe

O Semana Mesa, maior congresso de gastronomia do Brasil começa nesta quinta, 26, no Memorial da América Latina, em São Paulo, mas a abertura do evento, na noite desta quarta-feira, trouxe uma boa notícia para os paranaenses que estão em peso no evento deste ano com 64 cozinheiros e fornecedores, quase uma tonelada de comida e 3 mil litros de chope. No jantar magno realizado no Dalva e Dito (restaurante do premiado Alex Atala), a chef de Curitiba Manu Buffara foi elogiada pelo terceiro melhor chef do mundo. “A gente precisa apoiar os novos cozinheiros. E minha aposta nos últimos anos tem sido essa mocinha aqui”, disse Atala referindo-se à chef que no ano passado mudou o conceito de seu restaurante em Curitiba.

manu, alex atala

Manu Buffara, Josck Zonfrillo e Alex Atala que assinaram o jantar no jantar megno do Mesa 2018. Foto: Flávia Schiochet

LEIA TAMBÉM:

Carne de onça é declarada patrimônio imaterial de Curitiba

Manu Buffara apresenta horta urbana do Tatuquara em São Paulo

Chefs e produtores do PR levam barreado, carne de onça e chope local para maior congresso de gastronomia

Jantar magno

O menu da noite foi assinado por Atala, Manu e o australiano Jock Zonfrillo. A sequência começou com ostra ao limão e morango da chef ao lado de um “torresmo” de canguru com molho picante. Como de praxe, a sequência foi uma ode aos ingredientes locais, do Brasil e Australia. Jock serviu uma entrada de couve-rábano com murta-limão, Manu fez uma melancia marinada com vinagrete de pera e espuma de queijo pardinho.

Durante a abertura, Atala exaltou os pequenos produtores do Brasil e reforçou o papel do chef como parte importante para valorizá-los. Dentre os pratos do menu degustação harmonizado com vinhos brasileiros, Alex serviu cogumelos selvagens amazônicos com shimeji e Paris em um caldo dentro do coco verde. “É para raspar a carninha do coco na hora de comer”, ensinou. “Estamos tendo a honra de nos deliciar com cogumelos que os Yanomami se deliciam, mas isso não é torná-los um produto. Queremos que eles sintam cada vez mais orgulho do que eles são”, disse.

A paranaense fechou a sequência de dez pratos com um sorvete cremoso de amendoim finalizado com sálvia.

Compartilhe

8 recomendações para você