Bebidas

Barcardí Legacy

3 bartenders de Curitiba disputam vaga na final de campeonato de coquetelaria

Andrea Koga, do Nomiya, Andreia Oliveira, do Nou Nikkei Cuisine, e Ariel Todeschini da Motta, do .Gin estão entre os 10 semifinalistas do Bacardí Legacy 2019

por Talita Boros Voitch Publicado em 23/10/2018 às 12h
Compartilhe

Três bartenders de Curitiba participam da semifinal nacional do Bacardí Legacy 2019Andrea Koga, do Nomiya; Andreia Oliveira, do Nou Nikkei Cuisine; e Ariel Todeschini da Motta, do .Gin. Esta é a 11ª edição do campeonato de coquetelaria promovido pela marca de bebida. Ao todo, foram recebidas mais de 300 receitas originais criadas por bartenders de todas as regiões do Brasil.

No dia 5 de novembro, os dez semifinalistas se reunirão em São Paulo para a etapa eliminatória que elegerá os três finalistas, que vão disputar o título de campeão. O corpo de júri do evento contará com Dickie Cullimore, embaixador global do rum Bacardí.

Curitiba e São Paulo são as cidades com mais representantes na semifinal, com três bartenders cada, seguidas por Florianópolis, com dois; e Rio de Janeiro e Sorocaba, com um bartender cada.

O vencedor da etapa brasileira vai para Amsterdã em maio de 2019 competir na final global do campeonato com outros 41 competidores. O desafio consiste em criar um novo coquetel que seja digno de inclusão na lista de drinks clássicos da história do Bacardí.

Conheça os coquetéis dos bartenders de Curitiba

Andreia Oliveira, bartender do Nou Nikkei. Foto: Divulgação

Andreia Oliveira, bartender do Nou Nikkei. Foto: Divulgação

Pérola Negra: Bacardí 8 anos, vermute seco, Cynar, Absinto e cerveja Stout

Criador: Andreia Oliveira, do Nou Nikkei.

Descrição: Coquetel de personalidade forte, com sabores e aromas marcantes. Coquetel já sendo servido no Nou Nikkei, a pedido do cliente, por R$ 30

***

Ariel Todeschini, bartender do .Gin. Foto: Reprodução

Ariel Todeschini, bartender do .Gin. Foto: Reprodução

Entrelazados: Bacardí 8 anos, toranja, mel, espresso e sal

Criador: Ariel Todeschini, do .Gin

Descrição: Corpo aveludado, bem equilibrado. Ariel tentou enfatizar o sabor do Bacardí com a combinação do cítrico da toranja, doce do mel e corpo do espresso. Drink já está sendo vendido no .Gin por R$ 25.

***

Andrea Koga, do Nomiya. Foto: Brunno Covello

Andrea Koga, do Nomiya. Foto: Brunno Covello

Nome não revelado: Bacardí Carta Oro, shrub de pera (xarope de pera com vinagre pra trazer acidez), aquafaba (água do cozimento do grão de bico que normalmente veganos usam pra substituir a clara de ovo) e ainda alguns temperos.

Criadora: Andrea Koga, do Nomiya

Descrição: Sabor equilibrado, com acidez bem presente, encorpado, levemente adocicado e amargo. Percebe-se muito o umami, que foi o objetivo principal da bartender.

Confira os 10 semifinalistas:

– Anderson Santos, do NOSSO Ipanema (Rio de Janeiro)
– Andrea Koga, do Nomiya (Curitiba)
– Andreia Oliveira, do Nou Nikkei Cuisine (Curitiba)
– Ariel Todeschini Da Motta, do .Gin (Curitiba)
– Marco Ruiz, do Café da Vila (Sorocaba)
– Mario Oliveira, do Nakka Jardins (São Paulo)
– Michelly Rossi, do Fel (São Paulo)
– Pedro Neto, do Casa Quatro Oito (Florianópolis)
– Roddy Oliveira, do Mississipi Pizza Bar (São Paulo)
– Tom Oliveira, do Casa Quatro Oito (Florianópolis)

LEIA TAMBÉM

>>> Saquês brasileiros surpreendem em degustação às cegas

>>> Catarinense Bierbaum é eleita melhor cervejaria do ano na Copa Cerveja Brasil

>>> 6 alambiques que valem a visita ao município catarinense de Luiz Alves

Compartilhe

8 recomendações para você