Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Cerveja Hair of the Bode, produzida pela Bodebrown em parceria com a cervejaria dos EUA, Hair of the Dog. Foto: Divulgação.
Cerveja Hair of the Bode, produzida pela Bodebrown em parceria com a cervejaria dos EUA, Hair of the Dog. Foto: Divulgação.| Foto:

Samuel e Paulo Cavalcanti, mestres cervejeiros da cervejaria curitibana Bodebrown, voltaram do Rio de Janeiro neste domingo (15) com uma medalha de ouro pendurada no pescoço. A micro cervejaria, que fica no Boqueirão, em Curitiba, foi premiada no Mbeer Contest Brazil, competição promovida durante o Mondial de la Bière, realizado de 11 a 15 de outubro no Rio de Janeiro.

Cerveja Hair of the Bode, produzida pela Bodebrown em parceria com a cervejaria dos EUA, Hair of the Dog. Foto: Divulgação.
Cerveja Hair of the Bode, produzida pela Bodebrown em parceria com a cervejaria dos EUA, Hair of the Dog. Foto: Divulgação.

O rótulo premiado foi o Hair of the Bode, uma cerveja de guarda, do tipo Barley Wine, feita em parceria com a cervejaria norte americana Hair of the Dog. A bebida tem teor alcoólico de 11,7% e 50 IBUs, ficou 12 meses na garrafa produzindo aromas de malte, biscoito, frutas secas, ameixa, além de notas sutis de vinho do porto, e tem potencial de guarda para os próximos 20 anos. A garrafa de 330 ml custa R$ 25 e está à venda no site da Bodebrown.

LEIA TAMBÉM

Vale da Cerveja: conheça 9 micro cervejarias de Santa Catarina

7 cuidados para conservar seu growler de cerveja por mais tempo

Curitiba é declarada capital da cerveja artesanal no Brasil

A competição teve 384 rótulos inscritos. Sem categorias pré-definidas por estilo, os juízes fizeram degustações às cegas, sem qualquer informação sobre o produto. A cerimônia foi conduzida por Jeannine Marois, presidente do Mondial de la Bière e responsável pela organização internacional, e Luana Cloper, diretora do evento no Brasil.

Ao todo foram premiadas 14 cervejas, duas com medalhas de platina — a Colorado Guanabara Wood Aged, da Colorado, e a Noi Passione, da Noi – e 12 com medalhas de ouro.

Cervejas premiadas no Mondial de La Bière

– Tranquilona, Gaspar Family Brew (Rio de Janeiro)
– Quebra-Cabeça I, 3 Cariocas (Rio de Janeiro)
– 1848, Antuérpia (Matias Barbosa – MG)
– Catharina Sour Bergamota, Lohn Bier (Lauro Müller – SC)
– #1ANO, Farra Bier (Rio de Janeiro)
– Noi Bárbara, Noi (Niterói – RJ)
– Hair of the Bode, Bodebrown (Curitiba – PR)
– Lado B, Suburbana (Rio de Janeiro)
– Noi Cioccolato Barile, Noi (Niterói – RJ)
– Reserva do proprietário, Backer (Belo Horizonte – MG)
– Roter Sour Ale, Roter Brauhauf (Vale do Café – RJ)
– Carvoeira, Lohn Bier (Lauro Müller – SC)

Mondial de la Bière

O Mondial de la Bière é um salão que reúne fabricantes, distribuidores e importadores de cervejas artesanais e premium, dedicado à degustação em mais de 120 estandes. Como parte de sua programação educacional, o evento oferece talk-shows com profissionais do setor.  Além do MBeer Contest Brazil, competição das melhores cervejas expostas, avaliadas por jurados nacionais, internacionais e pelo público. Idealizado no Canadá, o evento é realizado no Brasil desde 2013.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]