Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Hortifruti
Catálogo da startup também terá alimentos in natura a partir de maio.| Foto: Galen Crout/Unsplash

A segunda onda do coronavírus, somada às novas restrições impostas pelas autoridades, tem atingido de maneira direta o mercado de food service, como restaurantes e empresas do ramo alimentício. Para muitos negócios, foi necessário passar por uma reestruturação financeira, estratégica e de processos para que fosse possível sobreviver à crise.

Neste cenário, o trabalho da startup Dendu se destacou como uma alternativa viável para garantir a redução de custos operacionais para lanchonetes, pizzarias e outros negócios que trabalham com a venda de alimentos de saída rápida.

Visando a redução do desperdício e o uso inteligente de insumos e ingredientes, a empresa conecta fornecedores a restaurantes para a negociação de alimentos próximos ao prazo de validade ou com alguma avaria por preços mais competitivos.

Segundo Gabriel Maia Assis, CEO da Dendu, a startup está realizando uma fase de testes, com uma operação remota envolvendo uma equipe distribuída em três estados. A previsão é de que, no final de maio, a Dendu seja lançada oficialmente em Curitiba.

“No momento, estamos trabalhando na composição da nossa rede, visando aumentar o número de fornecedores parceiros e o contato com restaurantes, bares e lanchonetes”, explica Gabriel.

Novidades da Dendu

Uma grande inovação da startup é que, a partir de maio, produtos de hortifruti também farão parte do catálogo de itens disponíveis. Até então, a Dendu só trabalhava com alimentos processados.

A introdução dos itens in natura pode ser promissora, uma vez que a consciência ecológica e a vontade de seguir uma alimentação saudável têm crescido entre as prioridades dos brasileiros.

“Estamos fazendo conexão com grandes players de distribuição de hortifruti do Paraná. A ideia é oferecer esses produtos para restaurantes de pequeno e médio porte”, afirma Gabriel Assis.

Outra grande novidade da Dendu são os acordos fechados pela startup. A empresa firmou parceria com a seccional paranaense da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-PR) e com a Gold Food Service, uma das mais importantes fornecedoras de mix de alimentos para o mercado gastronômico. Uma negociação de apoio com a Liga das Hamburguerias também está em andamento.

Ações sociais

A partir de maio, a Dendu lançará uma iniciativa de ação social, com o objetivo de reduzir ainda mais o desperdício de alimentos no país. Os produtos que não forem negociados com restaurantes por meio da plataforma da empresa serão recolhidos de seus fornecedores e doados a instituições parceiras.

“Nosso objetivo é coletar todos os produtos que os fornecedores não conseguirem vender e fazer uma doação coletiva para entidades de Curitiba e região, que precisam desses alimentos”, afirma o CEO da empresa.

Nova plataforma de compras

A nova plataforma digital da Dendu será mais simples e intuitiva. Os distribuidores parceiros enviarão semanalmente os produtos disponíveis para divulgação e venda.

Com essas informações, a Dendu categorizará cada item conforme suas características (tipo de produto, localidade, forma de pagamento etc.). Em seguida, os restaurantes cadastrados serão informados sobre os produtos disponíveis e que são de seu interesse.

Por exemplo, uma pizzaria só receberá as ofertas de produtos do seu ramo, como molhos e massas. As ofertas serão enviadas por e-mail e WhatsApp todas as segundas-feiras, entre 7h e 8h da manhã.

Dendu no Bom Gourmet Stage

A Dendu faz parte das startups selecionadas para participar do programa de aceleração Bom Gourmet Stage, uma iniciativa do Bom Gourmet Negócios. Para saber mais sobre as novidades da startup, acesse o site oficial.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]