Guaraná de Andirá-Marau é produto com Denominação de Origem.
Guaraná de Andirá-Marau é produto com Denominação de Origem.| Foto: Divulgação/INPI

O guaraná nativo (waraná, na língua nativa do povo Sateré-Mawéda) da terra indígena Andirá-Marau, em Maués, no Amazonas, é o primeiro produto indígena que recebe o reconhecimento de Denominação de Origem do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). A certificação reforça a região como centro de extração e produção do guaraná, tanto em função do bioma, quanto pelo saber fazer dos indígenas.

De acordo com o INPI, para manter a pureza do produto, não é permitida nenhuma forma de reprodução dos guaranazais por meio de clonagem na região delimitada e o produção precisa ser artesanal, o que inclui a defumação do grãos para a obtenção do bastão de guaraná com cor, aroma, sabor e consistência bem característicos. Vale lembrar que boa parte do produto é matéria-prima para um dos refrigerantes mais populares no Brasil: o de sabor guaraná.