Restaurantes

Conheça

Café “quase secreto” funciona dentro de antiga fábrica de tecidos em Curitiba

Cafés especiais, pães de queijo recheados, bolos e almoço são servidos no V8 Café, que fica no Alto da Rua XV

por Roberta Braga, especial para Gazeta do Povo Publicado em 15/08/2018 às 09h
Compartilhe

Dentro do espaço centenário A Fábrika, no Alto da XV, em Curitiba, funciona desde fevereiro o V8 Café, nome escolhido para homenagear a paixão dos donos, os empresários Luciano Justino e Cláudio Túlio, por automóveis antigos. Embora seja aberto ao público, poucas pessoas conhecem o local, que fica “escondido” dentro de um dos antigos barracões, que já foi uma fábrica de tecidos e hoje abriga vários tipos de estabelecimentos comerciais e escritórios.

  • Foto: Divulgação
  • Almoço todos os dias a R$ 23,90. Foto: Divulgação
  • Panini V8 (R$ 14,90). Foto: Divulgação
  • Macarons R$ 7 (cada). Foto: Divulgação
  • Torta de limão (R$ 10). Foto: Divulgação

Os empresários usaram sua experiência de trabalho nas áreas de gestão e comercial para abrir o empreendimento, que tem como prioridade oferecer produtos de alta qualidade em um espaço agradável e tranquilo. Para compor o cardápio de cafés, contaram com a consultoria da Argenta Cafés. Além do café Orfeu, o local usa um blend exclusivo de grãos de torrefação artesanal de fazendas do norte do Paraná e de Minas: a barista Mariana Franco é a responsável pela execução da carta.

“Os mais pedidos são os clássicos como expresso (R$ 5), cappuccino (R$ 8) e mocha (R$ 9,50),  mas trabalhamos com algumas criações próprias, como os coffeeshakes Tiramisú (essência de tiramisú, expresso, creamcheese, sorvete de creme e chantilly/ R$ 21, 50)”, conta Justino. Outras opções são os cafés gelados, aromatizados, filtrados e alcoólicos.

Pão de queijo recheado com goiabada. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Pão de queijo recheado com goiabada. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Do que é o salgado?

Diversas são as opções de salgados, sanduíches, tortas e bolos caseiros, todos de fornecedores locais. O pão de queijo chama a atenção em suas cinco versões: tradicional ou recheado de doce de leite, goiabada, requeijão ou calabresa (R$ 4 cada). Empanadas, croissants e folhados são servidos sempre fresquinhos aos clientes (R$ 6 cada). Pães feitos na casa também estão disponíveis diariamente.

Balcão do V8 Café. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Balcão do V8 Café. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Os sanduíches são preparados na cozinha do café e são sazonais. Alguns destaques que estavam no cardápio quando o Bom Gourmet foi conhecer o local são o baguete australiano (baguete, pepperoni, frango temperado, queijo, alfafa e pesto/ R$ 14,90) e o Panini V8 (panini redondo, pepperoni servido com um ovo poché por cima/ R$ 14,90).

As variações de doces incluem tortas como a trufada ou a de limão (R$ 10 cada), bolos caseiros (R$ 4,50 cada), bolos sem glúten e sem lactose, cinnamon roll (em breve), macarons e trufas.

Diversos sabores de tortas são vendidos a R$ 10. Foto: Letícia Akemi/ Gazeta do Povo

<<Cafeterias, baristas e produtores se unem para deixar o café brasileiro ainda mais gostoso

Almoço do chef e bebidas

A cada dia, uma opção de almoço é preparada, mas são servidas apenas 20 refeições. São almoços fixos por dia de semana, com cardápio que muda de tempos em tempos. O valor é de R$ 23,90. Alguns dos preparos atuais do chef são talharim com polpeta e legumes; risoto de alho poró ou ainda frango ao molho tika masala. Todos acompanham salada.

Os pratos podem ser acompanhadas de sucos, vinhos em taça (R$ 10) ou cervejas artesanais. “Recentemente desenvolvemos um rótulo de cerveja especial de centeio (garrafa de 750 ml/ R$ 58,90”, conta Túlio. Coquetéis também fazer parte do cardápio: são 10 opções de bebidas, incluindo o “drinque secreto” (R$ 8,50), que tem a receita guardada a sete chaves pelos proprietários.

Espaço para reuniões e eventos

Espaço tranquilo e amplo possibilita encontros entre amigos e reuniões de negócios. Foto: Letícia Akemi/ Gazeta do Povo

O café, que funciona em um espaço amplo, tranquilo e o salão tem capacidade para 28 pessoas, abre de segunda a sexta-feira das 9h às 19h. “Temos disponibilidade para receber reuniões e eventos, inclusive em horários alternativos, como nos finais de semana”, dizem os donos. O café conta com estacionamento conveniado (Fernando Amaro, 154) a R$ 5.

O café tem ainda um espaço de eventos: o V8 eventos, uma área de 320 m² anexa ao café, na Fábrika, que tem estilo industrial e que pode comportar diversos tipos de celebrações. O local foi por quatro anos a sede das editorias do Núcleo Estilo de Vida da Gazeta do Povo, incluindo o Bom Gourmet.

Espaço industrial de 320 m² para eventos funciona anexo ao local. Foto: Divulgação

 

LEIA TAMBÉM:

Receita incrível: bolo de banana vegano e rápido de fazer

Tonho, o premiado boteco de Floripa com vista para o mar e preço acessível

No prato e no pão: dois clássicos com mignon que você deve conhecer

Compartilhe

8 recomendações para você