Restaurantes

Comidas novaiorquinas

Roteiro: 5 cafeterias em Curitiba para se sentir em NY

Estabelecimentos na capital paranaense recriam atmosfera da cidade americana em itens do menu, sistema de funcionamento e decoração

por Júlia Ledur, com a colaboração de Karen Sailer Publicado em 17/07/2017 às 07h
Atualizado em 13/07/2017 às 14h
Compartilhe

Quem nunca desejou dar um pulinho em uma outra cidade, nem que fosse só para tomar um cafezinho? Essa vontade motivou os proprietários de cafeterias em Curitiba a homenagear Nova York, com referências à cidade nas opções do menu, no sistema de funcionamento ou na decoração dos ambientes.

Nesses locais, é possível comer Mac and cheese (macarrão com queijo), brownie, waffles e, para completar a refeição, tomar o americaníssimo milk shake de bacon com banana. Se preferir, também dá para desfrutar do brunch (junção de breakfast e lunch), um café da manhã reforçado, ou pegar a comida para levar, no sistema to go, super comum nos Estados Unidos. Os sabores nova-iorquinos são combinados a espaços decorados com itens que remetem à cidade, como placas de metrô e o clássico arranha-céu.

>>> Bolo de água é sensação em Nova York

>>> Veja 3 museus dedicados à gastronomia

>>> Conheça o brownie que está enlouquecendo os curitibanos

Confira o roteiro:

Brooklyn Coffee Shop

Ambiente da unidade da rua Trajano Reis do Brooklyn. Foto: Divulgação

Ambiente da unidade da rua Trajano Reis do Brooklyn. Foto: Divulgação

Depois de morar durante vinte anos nos Estados Unidos, Daniel Schmitt Carvalho e Patrícia Soldati retornaram para o Brasil, em 2009, e sentiram falta de um local que servisse as comidas típicas de Nova York, mais especificamente do Brooklyn, bairro onde residiam. Assim surgiu o Brooklyn Coffee Shop, que foi inaugurado em 2010 e atualmente conta com duas unidades em Curitiba e uma Orlando.

O ambiente informal com decoração industrial foi inspirado no bairro nova-iorquino, assim como os itens do cardápio, sempre frescos. O menu do Brooklyn inclui pratos muito consumidos na cidade americana, como o Eggs Benedict (R$ 20), que leva uma fatia de pão italiano, presunto, ovo pouché, molho hollandaise e cogumelos salteados, o Mac and cheese (R$ 21), macarrão gratinado com queijo gruyère, gouda, parmesão e muçarela e o Sanduíche Caprese Panini (R$ 14), feito com ciabatta, pesto, queijo muçarela e tomate.

Eggs Benedict do Brooklyn. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Eggs Benedict do Brooklyn. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Mac and Cheese do Brooklyn. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Mac and Cheese do Brooklyn. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Na seção de doces,outros itens também fazem referência à cidade. Tem os cookies (R$ 5), vendidos nos sabores chocolate, chocolate com gengibre, aveia com passas e manteiga de amendoim; a panqueca (R$ 15), servida com manteiga, maple syrup e geleia; e o brownie (R$ 10,50) são marca registrada da culinária americana.

Para beber, os destaques vão para cappuccino (R$ 7) e drink Mimosa (R$ 15), que leva suco de laranja e espumante.

Cookies do Brooklyn. Foto: Divulgação

Cookies do Brooklyn. Foto: Divulgação

Outro costume americano adotado pela casa é o brunch (junção de breakfast e lunch), um café da manhã reforçado. Neste formato, são servidos omelete (R$ 14), panquecas americanas, acompanhadas de manteiga e geleia de frutas vermelhas (R$ 15), waffles servidas com manteiga e geleia (R$ 14), Brooklyn Breakfast, dois ovos mexidos ou fritos com bacon, e batata ralada (R$ 19) e sanduíche Eggs in a Hole, ovos over-medium em ninhos de pão italiano (R$ 13). O brunch está disponível aos sábados e domingo das 11h às 15h30.

Assinantes da Gazeta do Povo ganham 20% de desconto no total do consumo do associado.

Serviço

***

Chelsea Cafe

Chelsea Cafe tem inspiração novaiorquina na decoração e no menu. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Chelsea Cafe tem inspiração novaiorquina na decoração e no menu. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Um pedacinho de Nova York em Curitiba. Essa é a proposta do Chelsea Cafe, cafeteria inaugurada em dezembro do ano passado no Centro Cívico. Inspirada no bairro novaiorquino Chelsea, a casa reflete referências da metrópole na decoração e no menu.

A ideia surgiu depois de viagens do casal proprietário, a designer Camila Biscouto e o publicitário Wagner Rouver, à cidade americana. “A gente se inspirou no bairro em si e no Chelsea Market, que é um barracão muito grande que se transformou em uma galeria, com várias lojas, de cafés a bares”, explica Camila.

Comuns no bairro Chelsea, um barracão reformado deu lugar ao café. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Comuns no bairro Chelsea, um barracão reformado deu lugar ao café. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

As referências a Nova Iorque ultrapassam a estética e são evidenciadas também nos sabores dos pratos. O destaque é o waffle, que pode ser servido calda de chocolate (R$ 10,50), calda de frutas vermelhas (R$ 11) ou morango com Nutella (R$ 13) – o adicional de uma bola de sorvete sai por R$ 4,50. No rol dos itens americanos também constam o brownie de chocolate com sorvete de creme (R$ 15,50), a cheesecake com calda de frutas vermelhas (R$ 13), as panquecas americanas com mel (R$ 15,50), além dos milk-shakes, servidos nas mugs, e as taças de sobremesas, tendência que tem feito sucesso em Curitiba.

Na foto Chelsea Café e algumas opções do cardápio . Milk shake sobremesa panqueca hot cake frango grelhado .

Na foto Chelsea Café e algumas opções do cardápio . Milk shake sobremesa panqueca hot cake frango grelhado .

Os sabores de milk-shake vão de banoffee (R$ 21) a Kinder Bueno de leite Ninho com Nutella (R$ 29), passando por frutas vermelhas (R$ 21), Nutella (R$ 25) e brownie (R$ 25). O de morango com donuts e ganache de chocolate branco (R$ 25) é um dos mais pedidos. As sobremesas servidas na taça somam cinco, com destaque para a de Twix com caramelo (R$ 25). Há ainda taças de Oreo (R$ 23), morango com brigadeiro de leite Ninho (R$ 23), Ferreiro Rocher (R$ 25) e Red Velvet (R$ 26,90).

A casa também serve almoço executivo, de terça a sexta-feira das 11h30 às 15h. É possível escolher entre três opções que variam conforme o dia da semana – uma com carne vermelha, uma com carne branca e uma vegetariana. Há também salgados, beirutes, omeletes, sanduíches e saladas. Durante o outono e o inverno, a casa disponibiliza sopas, que podem ser to go. O sabor disponível muda todos os dias. O menu de almoço e salgados foi desenvolvido pela chef Jacqueline Schaidt. Os doces foram criados pelo casal proprietário. Hoje, quem comanda a cozinha é o chef Jesse Augusto Ramos.

O menu da cafeteria tem uma página inteira dedicada aos cafés e drinks feitos com eles. Tem os tradicionais, como espresso (R$ 4,50) e macchiato (R$ 5,50), e outros mais inusitados, como o mocha com paçoquinha e doce de leite (R$ 13) e o cappuccino com caramelo (R$ 7,50). Há ainda cerveja artesanal, sucos naturais e pink lemonade servidos nas mugs, tradicionais em Nova Iorque.

Milk-shake de morango com donut e Taça Twix. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Milk-shake de morango com donut e Taça Twix. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Entre os drinks, sem álcool, tem EspressoBrownie (brownie mergulhado em espresso com bola de sorvete de chocolate e chantilly), por R$ 17,50; Frapuccino Oreo Chocolate Cream, feito com espresso, batido com sorvete de chocolate, calda de chocolate e Oreo (R$ 16,50); Ice mocha caramelo (R$ 11), com calda de caramelo, expresso, leite, gelo e chantilly, entre outros. No total, são nove tipos de cappuccino, seis de chocolate quente e dois de chocolate gelado.

Assinantes da Gazeta do Povo ganham 20% de desconto no total do consumo do associado.

Serviço

***

Hoog Deli

Hoog Deli funciona no sistema das delicatessens americanas. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Hoog Deli funciona no sistema das delicatessens americanas. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

O ambiente tem detalhes dedicados a estudantes, como tomadas, mesas coletivas e espaços de leitura. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

O ambiente tem detalhes dedicados a estudantes, como tomadas, mesas coletivas e espaços de leitura. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Apesar do nome holandês (“hoog” significa alto e é sobrenome da família de umas proprietárias), o Hoog Deli, cafeteria inaugurada em agosto de 2015, também tem inspiração nova-iorquina. O sistema de funcionamento da casa é ao estilo das delicatessens americanas, que costumam atender durante longos períodos e oferecem diversas opções de cardápio, de café da manhã a lanches para a noite.

>>> Cafeteria na Praça Osório faz passeio a NY

No cardápio, alguns itens são típicos da cidade americana: a Caesar Salad (R$ 14), que leva alface americana, croûtons, lascas de parmesão e o tradicional molho caesar (feito com anchovas, parmesão, maionese, vinagre, alho e azeite de oliva).

Para a sobremesa, o doce do menu que tem a cara de Nova York é o brownie, que leva ovos, manteiga, açúcar, chocolate e custa R$ 5,90. Nada melhor para acompanhar do que um café americano, que no Hoog Deli custa R$ 3,90.

O Hoog Deli tem saladas no cardápio, como a tradicional Ceasar, e brownies, que podem ser pedidos para viagem. Foto: Divulgação

O Hoog Deli tem saladas no cardápio, como a tradicional Ceasar, e brownies, que podem ser pedidos para viagem. Foto: Divulgação

Outro costume adotado pela cafeteria é o sistema to go, em que os produtos são embalados para levar, uma prática muito comum em grandes cidades.

Serviço

***

New York Cafe

Elementos da decoração do NYC lembram a cidade americana. Foto: Divulgação

Elementos da decoração do NYC lembram a cidade americana. Foto: Danile Pedrozo/Divulgação

A homenagem da cafeteria, localizada no Alto da XV, à Nova York já é estampada, logo de cara, no logotipo da empresa: o símbolo do Flatiron Building, um dos primeiros arranha-céus construídos na cidade americana. A referência também é carregada de significado: é a região da cidade onde o chef do New York Cafe Luiz Santo morou.

No menu, as inspirações nova-iorquinas são inúmeras e focam na culinária judaica da cidade, além dos pães, carnes e sobremesas clássicas. A referência se traduz em itens como os tradicionais Bagels e Bialys, pães de origem judaica modelados manualmente e servidos com recheios simples e como opção em todos os sanduíches e hambúrgueres, como o Bagel com Chicken Salad (R$ 13,50). As tortas também lembram os cardápios de Nova York. Nessa seção, um destaque é a Angus Beef Pie (R$ 31,50), torta de massa folhada recheada com tiras de mignon de Angus salteadas com cebola caramelizada, queijo mussarela, turbo sauce e ciboulette.

Torta de maçã e Pink lemonade. Foto: Divulgação

Torta de maçã e Pink lemonade. Foto: Danile Pedrozo/Divulgação

Para um lanche, a casa serve sanduíches, como o NY Deli (R$ 28,50), feito com pastrami de Angus defumado artesanalmente no NYC, cozido lentamente em sous-vide (sob vácuo), servido com molho de mostarda defumado, picles artesanal e queijo provolone, servido no bagel ou bialy, e hambúrgueres, com destaque para o NY Burger (R$ 29,50), que leva 160g de angus beef, queijo cheddar, alface, tomate e russian dressing. Tem ainda o Falafel Wrap (R$ 29,50), uma tortilha vegana recheada com falafel, berinjela assada, salsa de tomates com cebola e coentro, mussarela vegana, rúcula e cream cheese vegano.

>>> Como fazer um legítimo churrasco americano

>>> Você sabe o que é sorgo? Chef do NYC ensina a usar e faz cookie sem glúten

American breakfast, que leva bacon e ovos, do NYC. Foto: Divulgação

American breakfast, que leva bacon e ovos, do NYC. Foto: Danile Pedrozo/Divulgação

O cardápio de sobremesas também é cheio de inspirações americanas: tem o Dark Flourless cake (R$ 18), um bolo de chocolate meio amargo cremoso sem glúten, o Cinnamon roll (R$ 16,50, um rolinho de canela glaceado, a Carrot cake (R$ 16,50), um bolo de cenoura tradicional americano com noz pecan caramelizada e glacê, ou as American pancakes servidas empilhadas com calda de caramelo com maçã (R$ 8,50) ou de maple, caramelo e essência de baunilha (R$ 6,50). Todos os itens do menu são feitos de maneira artesanal.

American pancakes com cobertura de maple syrup do NYC. Foto: Divulgação

American pancakes com cobertura de maple syrup do NYC. Foto: Danile Pedrozo/Divulgação

Tradicional cheesecake com calda de frutas vermelhas do NYC. Foto: Divulgação

Tradicional cheesecake com calda de frutas vermelhas do NYC. Foto: Danile Pedrozo/Divulgação

Além desses pratos, o cardápio inclui ainda a receita de assinatura do chef Luiz Santo, a NY cheesecake (R$ 16), que pode ser servida com calda de frutas vermelhas (R$ 7,50) ou com Yellow sauce (R$ 7,50), calda de frutas amarelas. Para beber, tem os americaníssimos Bacon Shake (R$ 20), milk shake de bacon e banana, e Pink Lemonade (R$ 8,50).

E não é só a comida que remete à Nova York. A decoração do local também lembra a cidade, com detalhes no lustre, placas de metrô e sinais de trânsito americanos.

Serviço

New York Cafe vai abrir nova unidade que funciona do café da manhã ao jantar

***

Vanilla Bakery

Fachada do Vanilla Bakery. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Fachada do Vanilla Bakery. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

No coração do Batel funciona o Vanilla Bakery Shop, um pequeno lugar com decoração eclética e atmosfera aconchegante que se inspira nas cafeterias de bairro de Nova York. O ícone do cardápio é o muffin Red Velvet (R$ 9), que reza a lenda é o preferido de Elvis Presley, e o bolo Naked Cake Red Velvet com valores a partir de R$80,00.

Todo dia, há 3 a 5 sabores diferentes de brownies, muffins e bolos preparados. Os bolos – entre os sabores há banana, limão siciliano e chocolate – são vendidos inteiros (de R$ 24,50 a R$ 32) ou em fatias (de R$ 7,90 a R$ 11,90). Os brownies estão disponíveis no formato pequeno (R$ 5,50 a R$ 6,40) e grande (R$ 12,40 a R$ 17,90) com a opção de adicionar sorvete e creme de avelã ou doce de leite por R$ 25,90. Entre os sabores há frutas vermelhas, creme de limão e sweet cheese. Os muffins, preparados com frutas frescas, saem por R$ 9.

Foto: Reprodução/Facebook

Foto: Reprodução/Facebook

Além dos cafés clássicos, da marca Orfeu, como espresso (R$ 5) e coado (R$ 8 a xícara de 100 ml), o destaque  é o Chai Latte (R$12,90) e o Almonds Latte (R$8,90). Os amantes do chá podem escolher entre cerca de 10 opções (R$ 9,80 o bule que serve duas xícaras), o mais apreciado é o Amaretto (hisbisco, rosa mosqueta, amora negra, maçã e pétalas de flores de centaurea).

Assinantes da Gazeta do Povo ganham 20% de desconto no total do consumo do associado.

Serviço

Compartilhe

8 recomendações para você