Restaurantes

Coffee Experience

Cafeteria de Curitiba serve combo de cafés filtrados com métodos diferentes

Coffee Experience do Café Catedral reúne bebidas feitas com French Press, Aeropress, Hario V60 e coador. Entenda as diferenças

por Júlia Ledur Publicado em 18/04/2017 às 15h
Atualizado em 25/04/2017 às 11h
Compartilhe
Coador, Hario V60, Aeropress e French Press (da esq. para a dir.). Foto: Júlia Ledur/Gazeta do Povo

Coador, Hario V60, Aeropress e French Press (da esq. para a dir.). Foto: Júlia Ledur/Gazeta do Povo

Desde fevereiro, é possível experimentar cafés filtrados por meio de quatro métodos no Café Catedral, no Centro de Curitiba. O combo, chamado de Coffee Experience, reúne bebidas feitas na French Press (prensa francesa), Aeropress (prensa americana), Hario V60 (extração japonesa) ou no coador de pano, método mais conhecido dos brasileiros. A promoção da Semana Internacional do Café acabou, mas o combo continua valendo. Os cafés custam R$ 15 por pessoa e acompanham um Stroopwafel, biscoito holandês. 

Apesar dos diferentes métodos de filtragem, as bebidas são preparadas com o mesmo grão, um blend do Sul de Minas Gerais e do Cerrado mineiro. “O mais bacana é sentir um sabor diferente em cada xícara”, comenta a proprietária e barista Elaine de Oliveira. “Usamos o mesmo grão para que a distinção de sabor seja passada apenas nos diferentes processos”, completa o proprietário Gilmar Schmetka.

O combo é preparado na mesa dos clientes, em um processo bastante intimista e explicativo. “A maioria das pessoas conhece só o método coado e o da French Press”, conta a barista. “E quem gosta de café sempre acaba apreciando todos os processos”.

Entenda as diferenças entre os quatro métodos

French Press

drinks, energetic, morning and caffeine concept - cup of black coffee and french press on table at restaurant

drinks, energetic, morning and caffeine concept – cup of black coffee and french press on table at restaurant

O que é: a French Press, ou prensa francesa, é um copo cilíndrico, normalmente feito de vidro ou plástico, equipado com uma tampa de metal e um êmbolo que se encaixa perfeitamente no copo. Foi patenteada em 1929 pelo designer italiano Attilio Calimani.

Como funciona: neste equipamento, o café é feito a partir do método de infusão e prensagem. Neste, o pó do café é misturado com água quente em um recipiente de vidro. Segundos depois, a mistura é prensada por um êmbolo com filtro de metal que separa o pó da bebida.

Resultado: um café viscoso e turvo, de cor escura e com bastante resíduo. O sabor é intenso e adocicado.

***

Aeropress 

Step by step aero press coffee preparation Barista in blue jeans shirt pours ground coffee powder from steel cup to aeropress Professional coffee brewing cafe shop

O que é: o mais recente dos equipamentos, a Aeropress foi projetada em 2005 nos Estados Unidos por Alan Adler, um inventor de brinquedos. Consiste em dois recipientes cilíndricos. Um deles se encaixa no maior, em um sistema parecido com o de uma seringa.

Como funciona: o café é hidratado de 10 a 50 segundos (dependendo da moagem e da intensidade desejada) e depois forçado por um êmbolo através de um filtro de papel redondo.

Resultado: um café de cor intermediária, sabor leve e aromático e nenhum resíduo. Como o processo é rápido, o amargor de outros métodos mais lentos é evitado.

***

Hario V60

cafe-foto-alexandre mazzo-2

O que é: similar a um porta filtro tradicional, é um cone feito de plástico, cerâmica, metal ou vidro, com ranhuras em espiral nas laterais. O orifício por onde o café passa é maior do que em outros porta filtros, o que faz com que a água passe com maior velocidade. Foi fundado em 1921 pela empresa japonesa Hario.

Como funciona: o pó do café é hidratado com água aquecida. A bebida passa por um filtro de papel mais poroso.

Resultado: a bebida tem cor clara e é mais limpa em termos de resíduo e sabor.

***

Coado

O que é: mais conhecido pelos brasileiros, o café coado é filtrado em um coador de pano feito de algodão, filtro de papel, plástico ou titânio.

Como funciona: no filtro, o pó do café é hidratado e depois regado com água aquecida despejada lentamente em movimentos circulares. O café é coado e está pronto para beber.

Resultado: de cor escura, o café coado em pano não tem muitos resíduos e costuma ter sabor mais intenso e amargo, devido ao processo de filtragem mais lento.

 

SERVIÇO
Rua Barão do Serro Azul, 81, Centro Histórico – Curitiba. Horário de atendimento: de segunda-feira a sábado, das 13h às 20h. Fone: (41) 3022-1443.

Leia mais

Confira outros métodos de cafés filtrados

Veja 10 dicas para fazer café filtrado

Compartilhe

8 recomendações para você