Eventos

Veja quem ganhou o Campeonato de Rollmops

Entre homens e mulheres competindo, a terceira edição do evento promovido pelo bar Cana Benta teve como vencedor masculino Lucas Romano Jas

por Amanda Milléo Publicado em 06/08/2016 às 22h
Compartilhe

No Rio de Janeiro, os atletas competem pelas medalhas das Olimpíadas, mas os recordes gastronômicos foram quebrados em Curitiba, na noite deste sábado (6), no 3º Campeonato de Rollmops. Promovido pelo Bar Cana Benta, a competição reuniu 55 participantes, entre homens e mulheres, amadores e alguns que poderiam até ser profissionais na arte de comer rollmops.  O desafio da noite era comer o maior número de rollmops em apenas cinco minutos – e muitos passaram das 20 iguarias.

Não sabe do que se trata? Rollmops é um tira-gosto feito com sardinha enrolada em um pedaço de cebola, em conserva no vinho branco, vinagre, sementes de mostarda e zimbro. Parece estranho, mas é na verdade um petisco bem conhecido dos descendentes de ucranianos no Paraná, conforme explicou Délio Canabrava, proprietário do bar.

Marta Bochnia e Cássia Regina Kasczeszen comeram 13 rollmops cada uma e empataram em 1.º lugar.

Marta Bochnia e Cássia Regina Kasczeszen comeram 13 rollmops cada uma e empataram em 1.º lugar.

Longe de ser coincidência que entre as vencedoras da bateria feminina da competição tinham algumas descendentes da Ucrânia. Letícia Maria Dawybida, 38 anos, coordenadora de vendas, diz que desde pequena come rollmops e, para ela, não foi nada difícil passar cinco minutos devorando a iguaria. “Meu pai é apreciador do rollmops e a minha família sempre comeu, porque somos descendentes de ucranianos”, relata a segunda colocada na competição feminina, com 12 rollmops.

No primeiro lugar entre as mulheres, empate. Marta Bochnia, 24 anos e promotora de eventos, e Cássia Regina Kasczeszen, 41 anos, professora, comeram 13 rollmops, cada uma. A desculpa gastronômica de Marta foi a familiaridade com o tira gosto desde a infância. “Sempre comi, é muito bom! Custava 50 centavos na esquina de casa, e não era tão bonito quanto esses que comemos hoje”, diz. Cássia, por outro lado, ainda não era tão chegada da iguaria, mas recebeu o incentivo da família. “Meu marido e meu filho comem muito. Ano passado, meu filho foi o vencedor e este ano meu marido disse que iria me inscrever. Eu vim, e ganhei!”, relata.

Para elas, o prêmio principal foi uma garrafa de Chandon Reserve Brut, seguida da Mumm Cuvee Brut Rose e da Fontana Fredda Asti.

Homens também são fortes

Na categoria mista, os três primeiros lugares ficaram para os homens. Marcos Raposo, 30 anos vendedor, acreditou – por breves minutos – que seus 21 rollmops tinham sido os vencedores da noite. No entanto, quem levou o primeiro lugar foi o Lucas Romano Jas, 19 anos estudante, que recebeu um grande incentivo do pai para conseguir comer 25 rollmops (só lembrando: em cinco minutos).

Lucas Romano Jas comeu 25 rollmops em cinco minutos e levou o caneco.

Lucas Romano Jas comeu 25 rollmops em cinco minutos e levou o caneco.

“Eu incentivei. Viemos ano passado, mas não participamos. Neste ano decidimos participar os dois. Eu comi 15 e ele 25. Acho que se eu fosse mais novo, talvez conseguisse mais rollmops também”, diz Nelson Luiz Jas, 46 anos, torneiro. “Comi pouco hoje, e a última vez que comi rollmops foi há duas semanas. Consegui!”, contou Lucas, logo depois de ser anunciado o vencedor.

Em terceiro lugar ficou Bruno Nicolas Kasczeszen, 21 anos e estudante, filho da vencedora Cássia, na bateria feminina. Ano passado Bruno ficou em primeiro lugar na competição masculina com a mesma pontuação da noite deste sábado: 19 rollmops.

Evento contou com 5 participantes.

Evento contou com 55 participantes.

Para eles, uma garrafa uísque Jack Daniels Single Barrel no primeiro lugar; o segundo ficou com um uísque Gentleman Jack e o terceiro um Jack Daniel’s Tennessee Honey.

Tags: boteco petisco
Compartilhe

8 recomendações para você