Eventos

Tendência

Circuitos gastronômicos se firmam como opção para quem gosta de comida e bebida

Em Curitiba, tours temáticos por bares, confeitarias e padarias apostam em experiências para conquistar aqueles que curtem gastronomia

por Roberta Braga, especial para Gazeta do Povo Publicado em 07/08/2018 às 17h
Compartilhe

Tendência já há alguns anos em capitais europeias e nos Estados Unidos, um novo tipo de tour se firma como alternativa para quem gosta de comida e bebida em Curitiba: os circuitos gastronômicos. Um dos primeiros a surgir em Curitiba, nos idos de 2014, foi o Curitidoce, que propõe passeios temáticos por confeitarias ou padarias da cidade: Nutella, doce de leite e pães já foram alguns dos temas de circuitos realizados. Além dele, o City Tour Gastronômico é uma opção para quem quer conhecer as influências que moldaram a nossa culinária, passando por restaurantes árabe, alemão e polonês. “Percebemos esse movimento e criamos o tour em 2016. Tanto os turistas quanto os próprios moradores da cidades precisam conhecer mais da nossa gastronomia e cultura“, afirma o idealizador do projeto, Jorge Eduardo Nunes dos Santos.

Passeio leva a diferentes docerias da cidade. Foto: Reprodução Facebook

As bebidas também não ficaram de fora dessa tendência. Pelo menos dois passeios que promovem as cervejas locais neste mês estão atraindo a atenção de turistas e moradores de Curitiba. A cidade é conhecida por ser um polo de cervejaria artesanal: das 67 empresas do tipo registradas no estado, 33 estão em Curitiba e na Região Metropolitana.

No mês de agosto ocorrem dois circuitos que têm como objetivo divulgar a produção cervejeira do estado: o The 12 Beer e o Circuito da Cerveja do Centro Histórico. As iniciativas têm propostas distintas: uma leva o participante para provar 12 cervejas de 12 cervejarias diferentes em 12 bares; e a outra promove uma experiência de harmonização de cervejas locais em três estabelecimentos.

 Cervejas artesanais premiadas que você deve colocar na sua lista de consumo

Harmonização de cervejas

Três bares, três cervejas locais e três receitas. Para apresentar ao participante as bebidas de três marcas locais — BierHoff , Caravana Cervejaria e Way Beer –, o Circuito da Cerveja montou um jantar em três etapas, com entrada, prato principal e sobremesa. Cada etapa do jantar é servida em um bar e harmonizada com uma cerveja local. A beer sommelier Adriane Baldini é quem conduz o participante pela experiência. “Apresentamos as características de cada bebida e ensinamos como harmonizar com os pratos, mostrando o que a pessoa precisa perceber no paladar. É uma iniciação à harmonização guiada“, explica Adriane.

Circuitos apresentam produções locais para participantes. Foto: Divulgação

O tour, que é promovido pela rede empresarial do Centro Histórico, começou em 2016 como parte do tradicional Festival de Inverno. Esse ano, passou a ser um evento independente e será realizado em quatro datas: 15, 17, 22 e 29 de agosto. Entre um bar e outro, os participantes seguem a pé acompanhados de guias do Freewalking, que aproveitam para contar um pouco da história da região, curiosidades e lendas. Fazem parte do circuito os bares: Jokers, Bar do Alemão, Oriente Árabe, Quintal do Monge e A Caiçara.

O passeio tem duração de 2 horas (19h às 21h) e custa R$ 70. As inscrições podem ser feitas pelo link: www.sympla.com.br.

12 cervejas em 12 horas

Conhecer 12 cervejas locais de uma só vez. Esse é o objetivo do circuito The 12 Beer, que acontece no dia 18 de agosto e percorre 12 bares em uma raio de 1.5 km próximo ao Largo da Ordem. Em cada estabelecimento, é possível provar uma bebida diferente que foi pré-selecionada especialmente para o evento. Um mapa serve como guia para os integrantes do tour, com informações dos bares e de cada cerveja. Em cada local, um estilo distinto: Ipa, Belgian Strong Dark Ale, India Pale Ale, Ale, Sour, Russian Imperial Stout, American Pale Ale, Fruit Beer Ipa, American Blond Ale, American Pilsen, Belga, Porter e Double American Pale Ale.

Participantes recebem um mapa para percorrer todo o circuito proposto. Foto: Divulgação

“Todas as cervejas selecionadas são locais, produzidas artesanalmente em Curitiba ou no Paraná. Escolhemos bebidas de estilos e escolas cervejeiras diferentes (inglesa, americana e belga) para mostrar essa diversidade da nossa produção”, conta Haroldo Rocha Almeida, idealizador do evento, que está em sua 5ª edição.

Esse ano, duas cervejas foram produzidas especialmente para o circuito: a cerveja Tripel, do estilo belga e com teor alcoólico de 8.2% (será servida no Bar Corleone) e a knockout, uma Double American Pale Ale feita pela Num Brewery (servida na Garden Hamburgueria). As inscrições custam R$187 (3º lote) e podem ser feitas por esse link.

Confira todos os bares e as cervejas que serão servidas:

Mr Hoppy: Selvageria (Babuína Brewery) – Double IPA
Espaço Bodebrown: St. Arnold 10 (Bodebrown) – Belgian Strong Dark Ale
Pizza Cwb: Bazuca (Caravana Cervejaria) – India Pale Ale
A Caiçara: Adios Mr. American Pie (Bastards Brewery) – Sour
Armazém Califórnia: Russia (Way Beer) – Russian Imperial Stout
Bar Do Alemão: Morgana (Cervejaria Pictos) – American Pale Ale
Quintal Do Monge: Mimosa Mecânica (Cervejaria Terraço/Idolatria Cervejaria) – Fruit Beer IPA
Hop’n Roll: Pamela Anderson (Hop’n Roll) – American Blond Ale
Oriente Árabe: American Pilsen(Hump Beer) – American Pilsen
Corleone: Tripel (Ol Beer) – Belga
Empada Com Birita: Robust Porter (Ogre Beer / Granobrew) – Porter
Garden Hamburgueria: Knockout (Numb Brewery) – Double American Pale Ale

LEIA TAMBÉM:

Qualidade faz de Curitiba um dos principais polos de cerveja artesanal do país

10 roteiros em Curitiba para quem ama cerveja artesanal

A amarga IPA desponta como o principal estilo de cerveja artesanal do Brasil

Compartilhe

8 recomendações para você