Baixa Gastronomia

Texto opinativo

Baixa Gastronomia indica: bife em duas versões, no pão e à parmegiana

Na coluna Baixa Gastronomia, o Bar do Luizinho, em Curitiba, e o Tudo Pelo Social, em Porto Alegre

por Rafael Martins e Guilherme Caldas, colunistas da Baixa Gastronomia Publicado em 05/03/2018 às 11h
Compartilhe

Um dos melhores pães com bife da cidade fica no Xaxim

Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Aproveitando um respiro de final de semana, a Equipe Baixa Gastronomia (EBG) deslocou-se para o Xaxim,  em Curitiba, afim de averiguar a dica de um amigo da coluna. Mesmo recomendado como um dos melhores pães com bife da cidade, chegar a ele exigiu um pouco da nossa atenção pois, apesar de ficar numa das principais vias da região, o Bar do Luizinho é, digamos, um lugar um pouco discreto demais. Ou isso se deveu ao fato de termos aparecido lá logo depois da abertura de suas portas. Um dos frequentadores nos informou que o pão com bife preparado pela Rosângela, co-proprietária do estabelecimento, juntamente com o Luizinho, seu marido, é lendário no Xaxim e arredores – o que contribui para tornar o local um dos agitos da Francisco Derosso quando a noite avança.

>> Restaurante lança prato especial com três tipos de picanhas nobres

Chegado o pão com bife, pudemos apenas agradecer aos bons amigos e informantes que temos. É, de fato, um dos melhores da cidade. Por R$ 12, não é exatamente de graça, mas esta coluna garante que ele vale uma visita – e um repeteco, porque não? Outras fontes nos garantiram que o cachorro-quente também é um espetáculo, mas este deixamos para provar numa outra oportunidade.

Ah, sim: não esqueça de levar dinheiro pois, tal como outros grandes Templos da BG, a Rosângela e o Luizinho não aceitam cartão.

Serviço: Bar do Luizinho – Rua Francisco Derosso, 1.525, Xaxim, Curitiba –(41) 3155-2673.  Aberto todos os dias, das 18h30 até o último cliente. Pão com bife: R$ 12. Cachorro-quente: R$ 6.

* * *

Triafudê!

Alaminuta. Foto: Divulgação

Se algum dia o amigo leitor estiver de passagem pela aprazível Porto Alegre, não deve de forma alguma deixar de dar uma passada pelo fantástico Tudo Pelo Social, na Cidade Baixa. “Famílias, intelectuais, trabalhadores da região e jovens que forram o estômago antes da balada frequentam diariamente o restaurante, atraídos pelas generosas receitas de filé a preços bem camaradas”, diz a descrição da casa no site oficial, sucinta e perfeita. Um dos integrantes da EBG esteve por lá, dia desses, numa hora do almoço.

>> Filé à parmegiana com 200 calorias a menos que o tradicional

Esticou o olho invejoso para o parmegiana descomunal que reinava, imponente, na mesa vizinha — ele alimentaria, fácil, umas quatro pessoas. Mas, como estava só, preferiu a segurança de um farto bufê livre (R$ 14,90). A carne do dia era um saboroso bife à milanesa. Mas juramos voltar para encarar o parmegiana, e convidamos os leitores a fazerem o mesmo. Só uma dica: cuidado com o piso, é escorregadio.

Serviço: Tudo Pelo Social – Rua João Alfredo, 448, Cidade Baixa, Porto Alegre – (51) 3226-4405. Segunda a sexta, 11h às 14h45 e 18h às 23h30. Sábados, 11h às 15h30 e 18h às 23h30. Domingos, 11h às 15h30. Filé à parmegiana a R$ 68 (com arroz), R$ 78 (com arroz e fritas) ou R$ 84 (com arroz, fritas e salada). O mais pedido é o Alaminuta, por R$ 24 (foto).

* Texto opinativo publicado na Revista Bom Gourmet. 

LEIA TAMBÉM:

>> Os 5 restaurantes mais antigos de Porto Alegre e seus famosos pratos

>> Roteiro: 7 lojas que vendem massas prontas em Curitiba

Compartilhe

8 recomendações para você