Receitas & Pratos

Festas

Como fazer o peru perfeito: dicas para uma carne saborosa e suculenta

Veja como escolher, temperar e assar a ave natalina

por Talita Boros Voitch Publicado em 22/12/2018 às 09h
Compartilhe

Sem dúvida o peru é a grande estrela da ceia de Natal dos brasileiros. Normalmente comprado temperado e congelado, o preparo deve ser cuidadoso para que a ave não fique seca ou sem sabor. Confira as dicas do Bom Gourmet para não errar na hora de assar o peru neste Natal:

Foto: Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo

Atenção na hora da compra

Na hora de comprar cheque se a embalagem não está rasgada ou se não há acúmulo de gelo. Isso significa que a ave pode ter sido descongelada e congelada novamente, o que prejudica a qualidade do produto. Um peru de 2 kg é suficiente para uma família de quatro pessoas, considerando os acompanhamentos. Para festas mais numerosas, uma ave de 5 kg serve em média 10 pessoas.

Descongelamento perfeito

Calcule pelo menos 12 horas para descongelar a ave sem pressa. O jeito ideal para todos os tipos de congelamento devem ser assim: sem apressar o processo. Lave a embalagem e coloque a ave sobre uma forma na última prateleira da geladeira. Nunca deixe-a sem refrigeração para evitar contaminação.

Retempere sempre

Embora as marcas já vendam o peru temperado, a dica da chef 5 estrelas do Bom Gourmet Kika Marder, do restaurante Sel et Sucre, em Curitiba, recomenda que o peru receba novos temperos em casa.

Marinada salvadora

Capriche nos temperos da sua própria marinada. Aqui, vai do seu gosto, mas a dica da chef Kika Marder é apostar em um mirepoix (mistura de cebola, cenoura e aipo cortados em cubos e salteados na manteiga ou cozidos em água para utilizar o caldo), alho, vinho branco e ervas frescas, como tomilho e sálvia. “Dá para deixar os legumes inteiros, mas eu processo e formo uma pasta e besunto bem o peru”, diz Kika. A dica é marinar de um dia para o outro, com no mínimo 12 horas, sempre na geladeira.

Início do processo

Para assar, primeiro deixe o peru um tempo do lado de fora da geladeira para que a ave entre no forno em temperatura ambiente. Pré-aqueça o forno a 180 graus C por 15 minutos.  O peru é uma proteína que tende a ressecar bastante porque tem pouca gordura. As dicas para isso não acontecer variam e vão desde injetar 500 ml de creme de leite dentro da ave ou colocar manteiga com sálvia sob a pele do peru. A recomendação geral é usar papel alumínio para cobrir o peru enquanto estiver no forno.

Regue, regue, regue

De tempos em tempos (de 30 a 45 minutos), abra o papel alumínio e regue o peru com o caldo que escorre por baixo da ave, cobrindo-o novamente depois do processo. Isso é o que vai garantir a suculência da carne. Em tese, para cada quilo de peru, uma hora de forno. Ou seja, para um peru de 5 kg, são necessárias 5 horas de forno. O papel deve ser retirado nos últimos 15 minutos de forno para que a pele da ave fique dourada (subindo a temperatura para 220° C).

LEIA TAMBÉM

18 receitas de peru para sua ceia de Natal ser um sucesso

Veja como identificar se um panetone é de boa qualidade ou não

Bolo natalino com cereja e chocolate que vai surpreender os convidados

Compartilhe

8 recomendações para você