i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Passo a passo

Aprenda a preparar falafel, o petisco árabe de grão-de-bico

Feito de grão-de-bico, tradicional petisco árabe é uma alternativa aos preparos com carne vermelha e vai bem em qualquer ocasião

  • PorGuilherme Grandi
  • 29/07/2019 06:00
Passo a passo da receita de falafel , preparado pela chef Vaneska Bersani do Velho Oriente. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.
Passo a passo da receita de falafel , preparado pela chef Vaneska Bersani do Velho Oriente. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.| Foto: Leticia Akemi

Se a culinária dos países do Oriente Médio tivesse alguma semelhança com os costumes brasileiros, seria possível dizer que o falafel é o equivalente à coxinha ou à porção de torresmos dos botecos tupiniquins. Esses bolinhos fazem parte da comida de rua de países como o Líbano e a Síria.

Passo a passo da receita de falafel , preparado pela chef Vaneska Bersani do Velho Oriente. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.
Passo a passo da receita de falafel , preparado pela chef Vaneska Bersani do Velho Oriente. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.| Leticia Akemi

>>>Aprenda a fazer homus, a pasta árabe de grão-de-bico

Feito de grão-de-bico, fava seca descascada e muitas especiarias, o falafel é consumido em pequenas porções junto às refeições, fazendo par com a esfiha, o quibe, o tabule e o baba ghanoush. A chef Vaneska Berçani, do restaurante Velho Oriente, de Curitiba, explica que o falafel tem um sabor leve, que é realçado pelo conjunto de temperos.

“A pasta crua de grão-de-bico com a fava ganha o sabor que conhecemos por conta das especiarias como a pimenta preta, a pimenta-síria e a noz-moscada, entre tantas outras, junto do molho taratour – feito com tahine (pasta de gergelim) e suco de limão. É parte de uma refeição típica que se come com as mãos, mas também pode ser consumido como um sanduíche no pão sírio, com legumes frescos ou em conserva”, conta a chef que aprendeu a fazer os quitutes há 18 anos, quando entrou como sócia no restaurante.

Com o passar dos anos, o falafel se tornou popular principalmente entre os vegetarianos e os veganos como uma alternativa à carne vermelha nas comidas de rua e nos petiscos de bares. Aliás, a chef conta que é na mesa do bar que está a melhor combinação do falafel ao gosto dos brasileiros. “O mais tradicional seria acompanhar o falafel com o arak, o destilado típico árabe [feito de tâmaras, damascos ou uvas e aromatizado com anis]. Mas ele também vai bem com uma cerveja gelada e até mesmo um vinho branco”, opina Vaneska Berçani.

Apesar de ser um prato fácil de fazer, os dois principais ingredientes do falafel devem começar a ser preparados um dia antes.

Confira o passo a passo para fazer bolinhos de falafel

1.  Em tigelas separadas, coloque o grão-de-bico cru e a fava seca de molho na geladeira de um dia para o outro. Isso fará os ingredientes dobrarem de tamanho.

Aprenda a preparar falafel, o petisco árabe de grão-de-bico
| Leticia Akemi

2. Escorra totalmente a água e reserve.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.
Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.| Leticia Akemi

3. Despeje o grão-de-bico, a fava e os temperos em uma tigela e misture bem.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.
Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.

4. Processe a mistura no processador em duas ou mais etapas, dependendo do tamanho do aparelho.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.
Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.| Leticia Akemi

5. Molde a massa com duas colheres ou faça bolinhas com as mãos, e reserve.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.
Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.| Leticia Akemi

6. Para fazer o taratour, misture a tahine com o suco do limão e adicione a água aos poucos, até a pasta ficar com uma consistência cremosa.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.
Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.| Leticia Akemi

7. Adicione o alho e o sal e bata com um fouet até a mistura ficar homogênea.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.
Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.| Leticia Akemi

8. Em uma panela grande, aqueça o óleo de soja em fogo médio por quatro a cinco minutos e coloque os bolinhos. Eles devem fritar até ficarem dourados e crocantes.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.
Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.| Leticia Akemi

9. Escorra o óleo dos bolinhos em um papel absorvente e monte no prato com os acompanhamentos de sua preferência, como legumes frescos e em conserva (berinjela frita, repolho roxo, pepino em conserva, tomate e cebola picados), e cubra com o molho taratour. Se desejar, enrole tudo no pão árabe como um sanduíche.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.
Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.| Leticia Akemi

>>>Conheça o tradicional ritual etíope de preparar e servir café

VEJA TAMBÉM:

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.