Produtos & Ingredientes

Blends personalizados

Aprenda como fazer mix de temperos em casa

Especialistas dão dicas para equilibrar o sabor e acertar na hora de misturar especiarias

por Bom Gourmet, com informações do The Washington Post Publicado em 19/06/2019 às 17h
Compartilhe

Se você tem um monte de temperos separados em potes na sua cozinha, chegou a hora de se divertir e misturá-los para criar um mix ou blend customizado para usar nos seus pratos.

Blends de temperos feitos em casa costumam ser mais frescos que os comprados nas lojas. Foto: Tom McCorkle/The Washington Post

A vantagem de ter um blend customizado por você mesmo é que ele vai sair exatamente do jeito que você quer. Além disso, a mistura fica mais fresca do que os temperos prontos comprados na maioria das lojas. Confira algumas dicas para fazer um blend da melhor maneira possível:

Use bons temperos

Experts em temperos vão dizer que, para fazer um blend, você mesmo deve moer as especiarias. Se você tem como fazer isso, ótimo. Mas, realisticamente falando, não tem problema se eles já estiverem moídos – desde que não estejam há muito tempo armazenados, e ainda tenham aromas fortes. Além disso, uma mistura significa que, mesmo que um tempero esteja com sabor ligeiramente mais fraco, ele pode ser ressaltado pelos outros.

Escolha um foco

A primeira pergunta que você deve se fazer é: que gosto eu quero que meu blend tenha? Apimentado? Defumado? Essa dica é de Linda Bernard, gerente na loja de temperos Bazaar Spices, em Washington, nos Estados Unidos. A escolha vai te direcionar sobre qual especiaria vai ser a principal, facilitando a seleção do restante dos temperos. Você também pode escolher a culinária típica de algum local que te dê uma vasta gama de opções, como o masala indiano ou o churrasco americano.

Misture os sabores

Linda Bernard categoriza as opções em doce, apimentado, salgado ou amargo. Tente pegar pelo menos um tempero de cada um dos grupos para ter um resultado equilibrado. “Não deixe muito apimentado porque a última coisa que você quer é ter a boca amortecida”, avisa Bernard. Alguns temperos podem rapidamente inibir os demais, como alho, gengibre e até mesmo sal. Você deve ter um cuidado especial com sal defumado e o açúcar: adicione apenas o suficiente para complementar o sabor.

Categorizar os temperos é uma boa dica para não errar a mão na hora da mistura. Foto: Tom McCorkle/The Washington Post

A autora Fabienne Gambrelle, dos livros ‘Spices’, classificou temperos com ajuda do botanista Michel Viard:

  • Primeiro, temos os temperos leves, que podem ser aqueles quase doces ou “aconchegantes”, como diz a autora. Por exemplo, canela, baunilha, cacau, anis, sementes de açafrão e papoula.
  • Depois, temos os temperos fortes, que tendem a ser aromáticos, como cardamomo, anis-estrelado, noz-moscada, cominho, coentro, açafrão e gengibre.
  • Por último, os temperos “de fogo”, que podem provocar reações vigorosas, como pimentas e mostarda. Manter essas categorias em mente pode ajudar na hora de fazer um mix e não exagerar nos temperos de apenas um dos grupos.

Vá além do tradicional

Não tenha medo de adicionar ervas secas no meio de temperos tradicionais. ”Elas realmente ajudam a ressaltar o sabor”, afirma Bernard, que é particularmente fã de tomilho, orégano e endro. Você também pode arriscar com sementes de café, chá de folhas soltas, nozes e casca de frutas cítricas secas.

Misture tudo e experimente

A recomendação é fazer uma quantidade de pelo menos uma colher de sopa. Quantidades menores que isso ficam difíceis de misturar e dar uma boa noção do que você está fazendo. Até que você prove pela primeira vez, não coloque sal ou coloque apenas uma pequena quantidade. Lembre-se: é muito mais fácil adicionar mais temperos depois do que retirá-los.

Prove ao longo do processo para saber como o sabor está evoluindo. A dica é comer com pão e azeite de oliva para não ter que provar a mistura seca. Também tenha em mente de que forma o blend será usado. Se for do lado externo de uma carne, por exemplo, ou diluído em algum líquido, vai afetar o quão potente você precisa que a mistura seja.

Use o seu blend

Há diversas formas de utilizar os blends de temperos. As mais óbvias são em carnes ou vegetais grelhados. Eles também podem aprimorar uma sopa ou guisado. Você pode misturá-los em azeite para criar uma marinada ou homus, incorporá-los em saladas, jogar algumas colheres em ovos mexidos, ou fazer uma manteiga aromatizada. Basta ser criativo e sair da sua zona de conforto.

VEJA TAMBÉM:

Compartilhe

8 recomendações para você