Bar do Celso

Bar do Celso

Harmonização que mais impressiona no universo das cervejas é com chocolate

O sommelier de cervejas Luis Celso Jr, da coluna Bar do Celso, conta como esses sabores interagem e dá indicações de cervejas


por Luis Celso Jr. Publicado em 14/04/2019 às 11h
Compartilhe

Se há uma harmonização que realmente impressiona no universo das cervejas é com doces e sobremesas, em especial com chocolates. Quando faço em eventos abertos ou corporativos, primeiro os convidados estranham, depois duvidam e por fim adoram. Mas como em toda a harmonização, para essa combinação funcionar é necessário escolher bem a cerveja e o chocolate. Harmonizar é mais do que só colocar alimento e bebida juntos. É fazer de forma que os sabores interajam. E a cerveja tem uma grande vantagem neste campo. Há cerca de 150 estilos no mundo com aromas e sabores variadíssimos, o que dá margem para combinar com tudo.

Aprendendo a harmonizar com chocolate

De partida, dá para dizer que a harmonização só acontece se houver equilíbrio de intensidades. Ou seja, para cervejas leves devemos usar pratos suaves, e vice-versa. O chocolate ao leite, menos intenso em sabor de cacau, fica ótimo a Fuller’s London Porter ou Bamber Schwarzbier, suaves em notas de torra. Ou a forte Dum Petroleum com barras de alto teor de cacau.

Depois, devemos considerar que os sabores e aromas podem ser combinados de três formas: por semelhanças, contrastes e complementações. Elas não excludentes, ou seja, podem e até devem acontecer ao mesmo tempo. No primeiro caso, procuramos colocar juntos notas parecidas, tanto na bebida quanto na comida. Por isso cervejas escuras, de malte torrado, ficam tão boas com chocolate. Elas naturalmente lembram esta delícia e nada melhor que chocolate ao quadrado.

Contraste é o nome dado a uma série de interações que podem enfatizar ou atenuar aromas e sabores. A carbonatação, álcool e acidez da bebida ajudam a limpar a sensação de gordura e dulçor dos alimentos, por exemplo. São muitos os contrastes e não caberia colocar todos aqui. Mas você pode testar com chocolate branco e uma cerveja ácida como a SourSat P.05 da Cervejaria Satélite.

Já a complementação, de grosso modo, é fazer combinações que já funcionam bem em outros pratos, bebidas e situações. Uma cerveja com goiaba quando combinada com queijo branco fica bom porque é o mesmo princípio de um romeu e julieta, por exemplo. Ou a Sour acima, trazendo notas de frutas silvestres para o chocolate branco. Com a Páscoa chegando, é uma ótima oportunidade para curtir chocolates e cervejas e, de quebra, testar estas combinações deliciosas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eisenbahn Dunkel
Estilo: Schwarzbier
Embalagem: 355 ml
Teor alcoólico: 4,8%
Origem: Santa Catarina (SC)
Preço: R$ 4 e R$ 9

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fuller’s London Porter
Estilo: Brown Porter
Embalagem: 500 ml
Teor alcoólico: 5%
Origem: Inglaterra
Preço: R$ 27 a R$ 37

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cervejaria Satélite – SourSat P.05
Estilo: American Sour Ale
Embalagem: 473 ml
Teor alcoólico: 3,4%
Origem: Jaboticabal (SP)
Preço: R$ 25 R$ 35

Dum Petroleum
Estilo: Russian Imperial Stout
Embalagem: 355 ml
Teor alcoólico: 12%
Origem: Curitiba (PR)
Preço: R$ 25 R$ 35

*Os preços são aproximados segundo indicações das importadoras, distribuidoras e fabricantes. Beba com moderação.

Compartilhe

8 recomendações para você