Receitas & Pratos

ExpoSaudável

Como substituir o açúcar refinado sem alterar o sabor da sobremesa

Chef Renata Keiko, da Universidade Positivo, explica que o açúcar natural de frutas como maçã, banana e damascos pode ser usado na confeitaria sem comprometer o gosto dos doces

por Guilherme Grandi Publicado em 08/11/2018 às 18h
Compartilhe

Diminuir a quantidade de açúcar nos doces e ainda assim mantê-los saborosos é o desafio que as confeitarias de todo o mundo estão enfrentando para ajudar no combate a doenças como obesidade e diabetes. E uma saída possível para isso é o uso do açúcar natural das frutas.

É o que explicou a professora de confeitaria Renata Keiko, do curso de gastronomia da Universidade Positivo, em uma palestra nesta quinta (8) na feira ExpoSaudável, em Curitiba. Segundo ela, a diminuição do uso do açúcar na gastronomia é uma tendência não só no Brasil mas também em outros países.

Como defumar carnes, peixes e vegetais em casa

Chef renata keiko universidade positivo

Segundo a professora de confeitaria, o consumo excessivo de açúcar refinado não é de agora. A herança cultural dos colonizadores portugueses e até mesmo dos próprios indígenas moldou o paladar dos brasileiros. Foto: Guilherme Grandi/Gazeta do Povo.

“Nós temos uma grande variedade de frutas que já possuem um açúcar natural que dispensa completamente o refinado de cana. A maçã e a banana, por exemplo, têm um sabor neutro que não afeta em nada o gosto das sobremesas”, conta.

São pelo menos quatro grupos de frutas e alimentos que substituem o açúcar usado normalmente. Entre eles estão as frutas frescas que a professora comentou, as secas como o damasco e a tâmara, os sucos concentrados de de uva ou de maçã, e os naturais como mel, agave e o néctar de coco.

Menos açúcar e mais cacau: entenda o que é o chocolate amargo

renata keiko chef universidade positivo

É possível preparar doces e sobremesas usando apenas o açúcar natural das frutas. Foto: Guilherme Grandi/Gazeta do Povo.

“Esse uso excessivo do açúcar já vem de toda a história da nossa alimentação, pela nossa herança indígena e portuguesa que sempre o utilizou nos preparos de doces. A própria indústria alimentícia também tem a sua parcela de responsabilidade, pois o usa demasiadamente em uma série de produtos para dar mais gosto, como o molho de tomate, por exemplo”, explica Renata Keiko.

Substituição do açúcar na prática

cheesecake de manga sem açúcar refinado

Cheesecake de manga sem açúcar refinado da chef Renata Keiko, da Universidade Positivo Foto: Guilherme Grandi/Gazeta do Povo.

A busca por preparos mais saudáveis que não eliminem o gosto original dos alimentos não é de agora, e já vem sendo trabalhada há pelo menos cinco anos. Para a professora, o mundo caminha para formas mais saudáveis de preparar os alimentos.

E não é preciso quebrar muito a cabeça para criar receitas que dispensem totalmente o uso do açúcar refinado. Uma cheesecake com geleia de manga, por exemplo, pode ser preparada usando apenas frutas secas e grãos no lugar de ingredientes mais calóricos.

Receita de torta de banana sem açúcar na massa

Compartilhe

8 recomendações para você