Eventos

Curitiba

Quem come mais pimenta? Restaurante promove competição com três categorias

Competidores vão testar seus limites ao comer pimenta jalapeño e malagueta; as inscrições são gratuitas e estão abertas até março

por Guilherme Grandi, especial para Gazeta do Povo Publicado em 11/01/2018 às 09h
Compartilhe

Quantas pimentas jalapeño você consegue comer em cinco minutos? E em uma maratona de degustação de cinco variedades, qual o máximo que você consegue? Estas duas perguntas serão respondidas na primeira edição do Concurso de Comedores de Pimenta, que será realizado no dia 3 de março no Canô Restô Bar, em Curitiba. As inscrições são gratuitas e estão abertas até o dia do evento.

Os participantes do concurso poderão concorrer em três modalidades: a maratona, com a degustação de cinco variedades de pimenta; a de tempo, para ver quem come a maior quantidade de jalapeño em até 5 minutos; e a careta, em que o competidor inscreve uma foto sua “fazendo graça com a pimenta” que será postada nas redes sociais do bar. Nesta última, os internautas vão decidir o ganhador. Os competidores podem se inscrever em quantas categorias quiserem.

Leandro Moska, um dos sócios do bar e organizador da competição, explica que a ideia do concurso é fazer uma brincadeira, não uma competição em si: “mas, apesar de não ser algo oficial ou que conte pontos para quebrar algum recorde, cada competidor precisará assinar um termo de responsabilidade pela participação”. Isso porque algumas pessoas são alérgicas à pimenta, e quem for participar deve estar ciente desta condição. “Em todo o caso, nós teremos uma ambulância de plantão e um médico no corpo de jurados”, completa.

O concurso terá três modalidades de consumo de pimentas. Foto: Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo

O concurso do Canô Restô Bar terá três modalidades de consumo de pimentas. Foto: Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo

O concurso terá três jurados que vão analisar o consumo das pimentas. Além do médico, também haverá um jornalista e um especialista em temperos. Os nomes ainda não foram confirmados. Os vencedores da competição serão premiados com um troféu e diversos brindes.

“Esta é a apenas a primeira edição do concurso, mas eu espero que dê certo para que, quem sabe, se torne algo maior e entre para o calendário de eventos de Curitiba”, diz o organizador.

Moska teve a ideia a partir de um vídeo que falava da pimenta mais forte do mundo, “e da falsa crença de que se deve beber água para amenizar o efeito dela”. A variedade que ele cita é chamada de Carolina Reaper, criada por um laboratório dos Estados Unidos e considerada a mais ardida do mundo pelo Guinness Book. A variedade possui 2,2 milhões de unidades na escala de Scoville, que mede o calor de cada pimenta.

Serviço:

***

LEIA TAMBÉM

>> É bicampeão! O melhor molho de pimenta do Brasil é produzido em Curitiba
>> Marca lança linha de patês de pimenta biquinho com uma versão defumada
>> Aqueça sua refeição com pimenta

Compartilhe

8 recomendações para você