Restaurantes

Santa Catarina

Cupcakeria vira ponto turístico de Florianópolis

No fim de semana, há filas na confeitaria Fairyland antes de abrir. Cupcake feito de fubá com goiabada e cream cheese é a novidade do menu

por Juliana Gomes, especial para Gazeta do Povo Publicado em 17/08/2017 às 16h
Compartilhe

A Fairyland Cupcakes poderia ser chamada de confeitaria, loja de cupcakes ou, ainda, ponto turístico de Florianópolis. O espaço é tão disputado quanto o Mercado Público nos sábados pela manhã ou as areias da Praia Mole, no auge do verão.

E não são apenas os turistas, como os curitibanos, que buscam adoçar suas tardes de frente para o mar de Santo Antônio de Lisboa, no Norte da Ilha. O local também é sucesso entre os moradores, que inclusive encomendam as iguarias para formaturas e casamentos.

É preciso chegar cedo para conseguir uma mesa no local mais disputado da Fairyland: o deck de frente pro mar.

É preciso chegar cedo para conseguir uma mesa no local mais disputado da Fairyland: o deck de frente pro mar.

 

Na vitrine da Fairyland, que costuma ser agitada: 14 sabores de cupcakes, tortas, como a de 3 leites, e opções salgadas que também mereces destaque.

Na vitrine da Fairyland, que costuma ser agitada: 14 sabores de cupcakes, tortas, como a de 3 leites, e opções salgadas que também mereces destaque.

O proprietário e chef Fernando D’Aquino Machado consulta a previsão do tempo para organizar a produção de cupcakes do fim de semana. Nos dias mais frios e chuvosos, o movimento tende a diminuir e Fernando enxuga a elaboração diária dos mini bolinhos, que chegam a 3 mil unidades de sexta a domingo.

Mas caso o sol abra ao longo da tarde e a clientela assídua abarrote o espaço, a equipe da Fairyland precisa se preparar para a ira daqueles que ficarem sem cupcakes. No geral, o drama é maior se acaba o red velvet, recheado com buttercream e carro-chefe da casa. É o doce mais vendido em todas as estações do ano. Todos os 14 sabores custam o mesmo valor: R$ 5 na versão pequena e R$ 8, um pouco maior.

O cup cake de red velvet é unanimidade entre a clientela da Fairyland. O mini bolinho é feito de massa de baunilha com corante vermelho, recheio de baunilha com fava e cream cheese e cobertura também de baunilha com fava, açúcar de confeiteiro e cream cheese. Foto: Lúcio Signore

O cup cake de red velvet é unanimidade entre a clientela da Fairyland. O mini bolinho é feito de massa de baunilha com corante vermelho, recheio de baunilha com fava e cream cheese e cobertura também de baunilha com fava, açúcar de confeiteiro e cream cheese. Foto: Lúcio Signore

A disputa por uma mesa ou uma caixa de cupcakes pra viagem é compreensível. Os doces têm preços acessíveis, tendo em vista a qualidade e durabilidade dos ingredientes.

Todos os dias, a equipe da produção entra às 5h30, incluindo a mãe de Fernando, Marisa Rachel D’Aquino, responsável pela massa dos bolinhos.

À tarde, chega o segundo time, composto pelo barista, atendentes,  a equipe da cozinha e os dois sócios: Fernando, formado em gastronomia e Bruno Bittencourt, administrador.

Há possibilidades de café no menu. Entre eles, o cappuccino italiano com marshmallows tostados extras, que sai por R$ 12,50.

Há possibilidades de café no menu. Entre eles, o cappuccino italiano com marshmallows tostados extras, que sai por R$ 12,50.

A escolha pelos cupcakes para protagonistas da Fairyland não foi por acaso. Quando estudava gastronomia, Fernando queria fugir do preparo de carnes de peixes por falta de afinidade com a textura de ambos. Nas disciplinas de cozinhas temáticas, como a italiana, francesa, americana e tailandesa, ele negociava com os professores pra entregar apenas as sobremesas. Pra não correr o risco de ser reprovado, precisava desenvolver os melhores doces de cada país. Começou, então, a estudar com vigor e pegou gosto pela coisa. Seu trabalho de conclusão de curso foi a adaptação de ícones dos Estados Unidos, como os cupcakes, para o Brasil.

O mais difícil foi chegar na cobertura perfeita. Aqui o clima é outro e a nossa manteiga tem menos gordura. Foram seis meses de testes até alcançar a textura da cobertura dos cupcakes que vendo aqui hoje”, explica o chef Fernando D’Aquino.

No total são 14 sabores de cupcakes, sempre feitos no dia. Para paladares menos açucarados, as melhores opções são as de frutas, como limão, framboesa, mirtilo, além de cenoura com especiarias, que não leva recheio.

No total são 14 sabores de cupcakes, sempre feitos no dia. Para paladares menos açucarados, as melhores opções são as de frutas, como limão, framboesa, mirtilo, além de cenoura com especiarias, que não leva recheio.

Ao longo da faculdade, Fernando começou a fazer os tradicionais doces americanos e bolos para eventos em geral. A fama se espalhou rápido. O chef chegou, inclusive, a desenvolver cupcakes exclusivos pra uma festa de aniversário da herdeira Paris Hilton, que ocorreu em Floripa. Depois disso, não dava mais conta das encomendas e resolveu abrir uma loja fixa, há cinco anos.

Outro ponto que explica o sucesso do negócio é a sensação de aconchego do ambiente. Além do deck com cobertores para os dias frios e vista pro mar, há poltronas de vó, livros, lareira e outros itens de decoração que lembram muito uma casa familiar. Os sócios já foram sondados sobre abrir outras lojas pela cidade, mas negaram.

O salão da Fairyland Cupcakes lembra uma casa familiar. Foto: Lúcio Signore

O salão da Fairyland Cupcakes lembra uma casa familiar. Foto: Lúcio Signore

“A gente não quer expandir porque assim já dá muito trabalho. Eu amo o que faço, mas dá trabalho. Se abrir outra  loja, vai ser difícil manter a qualidade”, comenta Fernando.

Não deixe de provar a mais nova criação da casa, o cupcake de fubá com goiabada de cream cheese.

Não deixe de provar a mais nova criação da casa, o cupcake de fubá com goiabada de cream cheese.

A maior parte dos cupcakes são fixos na vitrine, mas também há espaço para algumas criações sazonais. A mais recente, que estreou no menu há uma semana, é o de fubá com goiabada e cream cheese, ideal para os paladares menos açucarados, assim como o de cenoura com especiarias.

Os salgados não ocupam o segundo lugar. O destaque fica por conta da coxinha, de frango, bacalhau e pato. Cada unidade sai por R$ 5. No menu, também há sanduíches de filé mignon (R$ 23,5), presunto de parma (R$ 23,5), salame (R$ 21) e uma opção vegetariana, de abobrinha, berinjela e pasta de tomate seco (R$ 21).

As coxinhas de frango são as mais pedidas pra quem quer começar pelos salgados.

As coxinhas de frango são as mais pedidas pra quem quer começar pelos salgados.

Pra quem já é fã dos cupcakes e busca outra novidade quando o assunto é doce, escolha o brownie de três chocolates belgas (R$ 12), que não precisa do sorvete para acompanhar.

O brownie é coajuvante numa casa especializada em cupcakes, mas consegue se manter entre os destaques. Cada unidade sai por R$ 12.

O brownie é coajuvante numa casa especializada em cupcakes, mas consegue se manter entre os destaques. Cada unidade sai por R$ 12.

Os produtos que sobram não são reaproveitados no dia seguinte porque já perderiam a qualidade, segundo os proprietários. Fernando explica que eles podem ser consumidos em até três dias, mas prefere vendê-los sempre frescos pra garantir a estrutura e a textura perfeitas.

Para evitar o desperdício, a dupla se empenha em doar toda a produção excedente a entidades que trabalham com acolhimento de crianças.

Serviço: Caminho dos Açores, 1740 – Santo Antônio de Lisboa, Florianópolis. Funciona de terça a domingo de 14h às 20h.

 

LEIA MAIS

Não fique só na ilha! Conheça 4 restaurantes no bairro Coqueiros

Aprenda a fazer brigadeiro de crème brûlée

Compartilhe

8 recomendações para você