Restaurantes

Padaria Guarani tem cardápio variado

A padaria catarinense, que há dois anos ganhou uma unidade curitibana, é gerenciada pela mesma família há quatro gerações, busca manter a tradição e também inovar

por Marina Mori, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 14/03/2016 às 21h
Compartilhe
Fotos: Fred Kendi / Gazeta do Povo

Fotos: Fred Kendi / Gazeta do Povo

Desde setembro de 2014, o aroma de pão fresquinho invade, todas as manhãs, a esquina da rua Chichorro Júnior com a Deputado Joaquim José Pedrosa, a uma quadra do terminal do Cabral em Curitiba. Os pães e quitutes da Padaria Guarani são recentes na capital paranaense, mas a história do local é antiga: começou em 1956, quando Rachide Esper Abdalla e Abdalla Elias Farfud abriram as portas de uma padaria na cidade de Caçador, em Santa Catarina.

>>> Deltaexpresso inaugura primeira loja de rua em Curitiba

>>> Restaurantes com mais de 10 anos e que fazem sucesso em Curitiba

>>> Cafeteria na Praça Osório faz passeio a NY

O amor pela panificação foi transmitido por três gerações. Hoje, os bisnetos Caroline (20), Otávio (23) e Rafael Dalmas (29) comandam a segunda unidade da padaria, que também é empório e adega.

BOM GOURMET - PADARIA GUARANI

BOM GOURMET - PADARIA GUARANI

A tarefa de gerenciar o estabelecimento não assustou os jovens. Para Otávio, a relação com o trabalho é tranquila. “Muita gente fala que trabalhar nesse ramo é puxado, mas nós crescemos dentro da padaria. Aprendemos a cuidar de tudo com nossos pais, então estamos sempre em contato com a equipe de produção para manter o controle de qualidade”, explica.

Os bisnetos do casal Rachide e Abdalla (ao fundo), Otávio, Caroline e Rafael (dir.), comandam a segunda unidade da Padaria Guarani, em Curitiba.

Os bisnetos do casal Rachide e Abdalla (ao fundo), Otávio, Caroline e Rafael (dir.), comandam a segunda unidade da Padaria Guarani, em Curitiba.

Para ajudar a manter o padrão da matriz, em Santa Catarina, os proprietários trabalham com gente de confiança. Os 12 funcionários da cozinha fazem parte da história da Guarani: em Caçador, aprenderam o ofício com seus pais, também padeiros.

Todos os itens do cardápio são produzidos artesanalmente, inclusive o pão francês, que não leva mistura pronta. Recentemente, os pães de fermentação natural passaram a ilustrar a vitrine da padaria; são cerca de 12 variedades a partir de R$ 11,95 o quilo.

Todos os dias, uma seleção variada de pães ilustra as vitrines da Padaria Guarani

Todos os dias, uma seleção variada de pães ilustra as vitrines da Padaria Guarani

E, mantendo a tradição, a Guarani oferece alguns pratos árabes produzidos com a receita original da bisavó Rachide, como o quibe frito (R$ 5,50), o quibe cru (R$ 10,80 a porção com 200 gramas) e as esfihas de carne ou queijo (R$ 2). Uma dica para quem quer provar vários itens do menu é a cesta de pães (R$ 8) com três variedades à escolha do cliente. Como acompanhamento, há mais de oito tipos de pastas, como a de gorgonzola e homus (R$ 6).

Além dos itens clássicos de padaria, a casa também oferece alguns pratos árabes, presentes no cardápio desde 1956

Além dos itens clássicos de padaria, a casa também oferece alguns pratos árabes, presentes no cardápio desde 1956

Outra opção é o menu de sanduíches, destaque da casa. Entre os mais pedidos está o de pão ciabatta com azeitona, molho pesto, rúcula, tomate e mussarela de búfala (R$ 13,50).

Da esquerda para a direita: Croissant com pasta de azeitonas, amêndoas e rúcula (R$ 9,50); Sanduíche de ciabatta com azeitona, mussarela de búfala, rúcula e tomate seco (R$ 13,50) e Sanduíche de pão integral com queijo maasdam, blanquet de peru, pera e alface (R$ 10,90).

Da esquerda para a direita: Croissant com pasta de azeitonas, amêndoas e rúcula (R$ 9,50); Sanduíche de ciabatta com azeitona, mussarela de búfala, rúcula e tomate seco (R$ 13,50) e Sanduíche de pão integral com queijo maasdam, blanquet de peru, pera e alface (R$ 10,90).

Almoço

Todos os dias, o buffet de sopas conta com quatro sabores (lentilha com carne moída, trigo inteiro libanês com frango, mandioquinha e caldo verde) e é servido durante a hora de almoço (das 12h às 14h) e jantar (das 18h às 21h). Quem quiser, pode levar para viagem em embalagens de um litro (R$ 16) e 500 ml (R$ 9).

Nos fins de semana, a Padaria Guarani oferece duas opções de almoço: o Bacalhau com Natas, que acompanha arroz com amêndoas e salada verde (R$ 33) e o Risoto de Bacalhau, servido com salada verde (R$ 29).

Doces

Todos os dias, há mais de 10 sabores de bolo disponíveis. Os simples, como o de aipim, fubá e laranja, custam R$ 3 a fatia. Os recheados, como a Nega Maluca (com doce de leite e calda de chocolate, R$ 7), saem a partir de R$ 5,90. Os fãs de torta podem apostar na Torta Mágica, feita com bolacha champagne, coco ralado, creme holandês e nozes (R$ 7,40).

Em homenagem à bisavó, um quitute foi batizado de Rachide. É o biscoito de castanhas, frutas cristalizadas e chocolate (R$ 59,90 o quilo). Outra dica é provar o pastel sírio, recheado com mussarela e servido com calda de limão (R$ 7,50).

Da esquerda para a direita: Brownie com recheio de Nutella e nozes (R$ 9), Torta Mágica (R$ 7,40), Cheesecake (R$ 7,40) e Rosca de pâte à choux recheada com creme e calda de caramelo (R$ 5,80)

Da esquerda para a direita: Brownie com recheio de Nutella e nozes (R$ 9), Torta Mágica (R$ 7,40), Cheesecake (R$ 7,40) e Rosca de pâte à choux recheada com creme e calda de caramelo (R$ 5,80)

Serviço

Rua Chichorro Júnior, 442, Cabral. Telefone: (41) 3057-0733. Horário de atendimento: todos os dias das 7h às 21h30.

Compartilhe

8 recomendações para você