Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 Foto: Hugo Harada.
Foto: Hugo Harada.| Foto:
Doce de amêndoas, um dos quitutes disponíveis na festa deste final de semana. Foto: Hugo Harada.
Doce de amêndoas, um dos quitutes disponíveis na festa deste final de semana. Foto: Hugo Harada.

Música árabe, esfiha e falafel animando uma festa cheia de bandeirinhas juninas. Assim está sendo a festa junina árabe, realizada pela Igreja Ortodoxa Antioquina São Jorge, nas Mercês, em Curitiba. São seis pratos tradicionais da culinária árabe, além de doces e pratos típicos das festas juninas, tudo a partir de R$ 4.

Quem coordena a cozinha que prepara todas essas delícias é Nadia Hamati. De origem síria, ela está no Brasil há mais de 27 anos. “Para organizar uma quantidade tão grande de ingredientes e porções, só contando com a ajuda dos voluntários.” Toda a comunidade está envolvida na realização da festa, seja trabalhando na cozinha, preparando os pratos ou atendendo nas barracas”, explica ela.

Esfiha fechada. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo.
Esfiha fechada. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo.

Realizado há 15 anos, o evento não para de crescer. De acordo com Ghassan Youssef, presidente do conselho administrativo da igreja, em 2015, vieram três mil pessoas. No ano passado, o número já pulou para dez mil. “Este ano acredito que o público vá chegar a 20 mil, mas vamos atender a todos com muito carinho”, diz. Para ele, a comunidade que contribui para a realização da festa não é árabe, mas brasileira. “A gente agradece ao Brasil por essa oportunidade de ter uma vida aqui no país, criar os filhos e netos”, complementa ele. Realizar a festa não é tarefa fácil e, de acordo com Youssef, foram necessários dois meses de preparação e organização.

LEIA TAMBÉM

Qual a melhor coxinha de Curitiba? Dê a sua indicação

New York Cafe vai abrir nova unidade que funciona do café da manhã ao jantar

Pinhais cria Rota da Cerveja com quatro microcervejarias para visitar em 6 km

No comando da chapa em que é preparado o shawarma, o sírio Kinan Sarhan, que está no Brasil há pouco mais de dois anos, conta que começou os preparativos para o prato há três dias. “A gente faz tudo com os mesmos ingredientes originais que a gente usa na Síria”, detalha. Nesta edição serão servidas 2,5 mil unidades do tradicional sanduíche árabe, um dos queridinhos dos curitibanos. O casal Mikaela Keisy e William Alfredo foi até a igreja especialmente para provar o quitute. “Eu já vim em outros anos e o shawarma é sempre muito bom. É claro que a gente vai experimentar outros pratos, mas ele não pode faltar”, brinca Alfredo.

Confira preços e outras imagens dos pratos oferecidos na Festa Junina Árabe:

 

Preços:

Esfiha fechada: R$ 4
Shawarma: R$ 12
Falafel: R$ 10
Kibe frito: R$ 5
Kibe assado: R$ 5
Pinhão: R$ 4
Doces: R$ 4
Espetinho: R$ 4
Quentão: R$ 4
Refrigerante: R$ 4
Água: R$ 3

No total, são 15 barracas de comida instaladas no pátio da igreja, com três caixas que aceitam dinheiro e cartões de débito e crédito. O dinheiro arrecadado será usado para a manutenção e o funcionamento da igreja e para ajudar as famílias de refugiados sírios que migraram para Curitiba.

***

Serviço:
Festa junina árabe – dias 24 e 25 de junho, das 12h às 22h.
Igreja Ortodoxa Antioquina São Jorge, Rua Brigadeiro Franco, 375 – Mercês
Sábado 924) e domingo (25), das 12h às 22h

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]