Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Luís Celso Jr faz a curadoria do Clube da Cerveja
Luís Celso Jr faz a curadoria do Clube da Cerveja.| Foto: Divulgação

Já são quinze anos encarando o universo da cerveja artesanal como habitat profissional. Com um repertório construído ao longo deste percurso, o jornalista e sommelier Luís Celso Jr. compartilha o seu conhecimento no Blog da Cerveja no Bom Gourmet e em seu site BarDoCelso.com, que também funciona como um e-commerce.

Agora, a troca em torno da temática cervejeira ganhou um novo espaço: um clube de assinaturas com conteúdo exclusivo e degustação de cervejas artesanais cuidadosamente escolhidas, que já tem 150 associados de todo o Brasil. "Eu estava em busca de uma maior aproximação com quem, assim como eu, aprecia cervejas artesanais ou quem, simplesmente, alimenta o desejo de conhecer melhor esse universo. Aí surgiu a ideia", diz Luís Celso.

No clube, há três opções de assinatura, para atender público diferentes. O Beer Basics, que custa R$ 59 ao mês, é focado em quem está começando a apreciar as cervejas artesanais. "É um segmento didático, no qual apresentamos os principais tipos de cerveja, com o envio de cervejas clássicas, que representam bem cada estilo", explica. No kit, enviado mensalmente, vão duas cervejas (variação de 660 ml a 1,25 l a cada envio, dependendo do rótulo), um conteúdo exclusivo, acesso livre a área se sócios Beer Basics e 10% de desconto para compras na loja.

Seleção Beer Basics de março tem a Paulaner Salvator e a Manga IPA Tarantino. Foto: Divulgação
Seleção Beer Basics de março tem a Paulaner Salvator e a Manga IPA Tarantino. Foto: Divulgação

O plano Beer Hunter, como a tradução do termo indica, é direcionado aos entusiastas, que já são iniciados na arte de degustar cervejas artesanais e querem provar edições limitadas e cervejas mais difíceis de encontrar. O plano custa R$ 79 e entrega duas cervejas "garimpadas", acesso à área de sócio Basics e Hunter, além de dois conteúdos novos por mês, envolvendo o universo das raridades.

Istepô Goiabeira e Verace Distrubed fazem parte do kit Beer Hunter de março. Foto: Divulgação
Istepô Goiabeira e Verace Distrubed fazem parte do kit Beer Hunter de março. Foto: Divulgação

Por fim, há o plano Beer News (R$ 99), focado nos cervejeiros que adoram acompanhar as novidades no mercado, como produtos recém-lançados e as últimas tendências. Neste plano, são duas cervejas, acesso às áreas Basics, Hunter e News, além de três conteúdos. "Nesse plano, os conteúdos são mais jornalísticos, trazendo todos os detalhes dos lançamentos", conta Luís Celso.

Backdrop #01 e Bière de Garde são os destaques da Beer News de março. Foto: Divulgação
Backdrop #01 e Bière de Garde são os destaques da Beer News de março. Foto: Divulgação

Quem quiser, também pode assinar os três planos de uma só vez, com desconto de 5% a cada nova assinatura e não há plano de fidelidade. "Algumas pessoas querem aproveitar ao máximo a nossa curadoria e damos vantagens a elas, para que possam ter a melhor experiência possível dentro do nosso clube de assinantes", diz o sommelier.

Mais do que oferecer o conteúdo, Luís Celso garante que outra vantagem do clube é poder trocar impressões com os associados. "Eles têm meu WhatsApp, que é um canal direto para falar sobre cada uma das cervejas enviadas, como um bate-papo". Assim que a pandemia passar, a ideia é promover encontros presenciais com os associados.

Cuidados

"Faço o trabalho duro e eles só se divertem", diz em tom de brincadeira quando fala do processo de preparação dos envios mensais, que ocorrem sempre no início de cada mês e chegam, no máximo, em sete dias úteis.

O primeiro passo é fazer a curadoria, com uma seleção de cervejas sempre prezando pelo alto padrão. Depois, é a hora da degustação. "Mesmo que entre no kit uma cerveja que eu já tenha provado, experimento de novo porque pode haver sensíveis mudanças de lote para lote".

Depois de aprovadas, as cervejas, que são compradas diretamente das cervejarias, são colocadas em uma câmara fria, mantida a uma temperatura que varia de zero a quatro graus. "Quanto mais fresca, melhor. Quando enviamos, algumas vezes elas chegam com um pouco de "suor". Ao chegar à casa do cliente, é só deixar na temperatura ideal e apreciar, de beer lover para beer lover, como Luís Celso faz questão de lembrar.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]