Publicidade

Restaurantes

Em Curitiba

Novo bar serve comida típica dos EUA incluindo porção de quiabo frito

Flame Bar, na Avenida Manoel Ribas, tem cardápio enxuto com sanduíches, asinhas de frango e batata em espiral

por
Compartilhe

“A ideia do bar nasceu do cardápio. A partir das asinhas de frango definimos todo o resto”. Assim Mário Henrique Ferrari, um dos sócios do Flame Bar, fala da criação do estabelecimento aberto há dois meses na Avenida Manoel Ribas, nas Mercês. Com cardápio enxuto e focado em comidas de diferentes regiões dos Estados Unidos, o Flame serve até uma porção de quiabo frito – Fried Okra no menu (R$ 8) – empanado no fubá temperado que combina com calor e cerveja. O vegetal não é exclusivo do Brasil, mas é encontrado também em algumas regiões do Sul dos Estados Unidos.

Porção de quiabo frito – Fried Okra no menu (R$ 8) – é empanado no fubá temperado que combina com calor e cerveja. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Porção de quiabo frito – Fried Okra no menu (R$ 8) – é empanado no fubá temperado que combina com calor e cerveja. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Outro petisco típico do país são as tulipas da asinha de frango, que são as verdadeiras protagonistas do cardápio. A porção vem com sete unidades (R$ 15) e com molho a escolha do cliente. São cinco opções: hot (feito com pimenta e manteiga); barbecue; hot barbecue; teriaki e blue cheese.

Há também três opções de sanduíche. O carro-chefe é o Pulled Pork (R$ 15) feito com copa lombo desfiado servido em um pão brioche, com maionese verde, cole slaw (repolho cozido e picado misturado com maionese) e barbecue. A carne fica marinando por dois dias antes de receber uma mistura de especiarias e ir ao forno, onde assa por cerca de quatro horas até ficar em a ponto de desfiar.

Os outros dois são o Philly Cheesesteak (R$ 16) feito com miolo de alcatra fatiado na chapa com pimentão e cebola, queijo muçarela e maionese artesanal servido em uma baguete. E também uma opção vegetariana (R$ 14) com hambúrguer feito com berinjela, cenoura e cebola empanado e frito por imersão servido no pão brioche com cole slaw e maionese verde. Os pães usados nos sanduíches são da Chicago Bakery.

  • As tulipas da asinha de frango, protagonistas do cardápio, são servidas em porções de sete unidades (R$ 15) e com um molho a escolha do cliente. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo
  • Pulled Pork (R$ 15) é feito com copa lombo desfiado servido em um pão brioche, com maionese verde, coleslaw e barbecue. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo
  • Spiral Fries (R$ 8), batata frita em formato de espiral é servida enrolada em um palito, fácil de comer de pé na calçada em frente ao bar. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo
  • O Campari Orange foi rebatizado de Flame e combina Campari com suco de laranja (R$ 12). Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo
  • A decoração do bar tem a temática "queimada". Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo
  • As tulipas da asinha de frango, protagonistas do cardápio, são servidas em porções de sete unidades (R$ 15) e com um molho a escolha do cliente. Foto: Hugo Harada/Gazeta do PovoAs tulipas da asinha de frango, protagonistas do cardápio, são servidas em porções de sete unidades (R$ 15) e com um molho a escolha do cliente. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo
  • Pulled Pork (R$ 15) é feito com copa lombo desfiado servido em um pão brioche, com maionese verde, coleslaw e barbecue. Foto: Hugo Harada/Gazeta do PovoPulled Pork (R$ 15) é feito com copa lombo desfiado servido em um pão brioche, com maionese verde, coleslaw e barbecue. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo
  • Spiral Fries (R$ 8), batata frita em formato de espiral é servida enrolada em um palito, fácil de comer de pé na calçada em frente ao bar. Foto: Hugo Harada/Gazeta do PovoSpiral Fries (R$ 8), batata frita em formato de espiral é servida enrolada em um palito, fácil de comer de pé na calçada em frente ao bar. Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo
  • O Campari Orange foi rebatizado de Flame e combina Campari com suco de laranja (R$ 12). Foto: Hugo Harada/Gazeta do PovoO Campari Orange foi rebatizado de Flame e combina Campari com suco de laranja (R$ 12). Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo
  • A decoração do bar tem a temática "queimada". Foto: Hugo Harada/Gazeta do PovoA decoração do bar tem a temática "queimada". Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo
  • A decoração do bar tem a temática "queimada". Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

A Spiral Fries (R$ 8), batata frita em formato de espiral é servida enrolada em um palito, fácil para comer de pé na calçada em frente ao bar, que frequentemente recebe músicos convidados e possui alguns bancos e apoios para quem quiser aproveitar o ar livre. O salão é pequeno (atende cerca de 15 pessoas sentadas) e os pedidos são feitos e pagos diretamente no balcão, sem a ajuda de garçons.

Para sobremesa, as palhas italianas da Insieme, marca do outro sócio do Flame, André Smanhotto, são feitas a partir de uma receita secreta de família e vendidas em pequenos pacotes a R$ 5.

Na carta de bebidas há cinco opções de coquetéis clássicos: gim tônica (R$ 18); cuba libre (R$ 13 com Havana e R$ 16 com Bacardi); jack and coke (R$ 18) e jagerbomb (R$ 20). O Campari Orange foi rebatizado de Flame e combina Campari com suco de laranja (R$ 12). Além disso, há três opções de chope da Cervejaria Oner, de Pinhais, que variam de acordo com a disponibilidade, mas há sempre uma opção de pilsen (a partir de R$ 10).

Serviço

LEIA TAMBÉM

Novo espaço reúne três bares e restaurantes com comidas das Américas

Open de churrasco e cerveja servirá 2,5 toneladas de carnes nobres

Pub santista abre em Curitiba com cardápio rotativo de petiscos e pratos

Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.