i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Retomada do movimento

Restaurantes investem em guardanapos descartáveis de alto padrão no lugar dos feitos de tecido

  • PorStephanie Abdalla, especial para o Bom Gourmet
  • 24/11/2020 10:00
guardanapo
Há mais de três décadas no mercado, Relevo produz guardanapos descartáveis de alto padrão que, agora, são aliados dos restaurantes na pandemia.| Foto: JS Vieira/divulgação

Entre as recomendações para receber de volta os clientes na retomada do movimento nos restaurantes está a utilização de materiais descartáveis no serviço, principalmente os guardanapos. Se antes era muito comum o uso dele feito de tecido, agora já há empresas especializadas em itens de alto padrão.

A paranaense Relevo Guardanapos é uma delas que, após uma redução de 92% na produção e faturamento nos primeiros meses da pandemia, viu nesta recomendação a possibilidade de recuperar os ganhos e ainda oferecer um produto mais seguro para este momento.

A positiva perspectiva, de acordo com Celso Rufato, empresário à frente da Relevo, está relacionada à decisão de muitos estabelecimentos em substituir os guardanapos de tecido pelos descartáveis de alto padrão, por serem opções igualmente bonitas, mas mais seguras para o momento.

“Estamos projetando um faturamento ainda maior nos meses festivos, pois as pessoas não vão sair tanto do país. Dessa forma, o consumo em restaurantes vai aumentar e é muito mais difícil para eles controlarem o uso e higienização dos guardanapos reutilizáveis”, diz.

Adaptações

Não fazer apenas guardanapos de alto padrão personalizados, mas também embalá-los individualmente foi uma das principais adaptações necessárias na linha de produção. Segundo Rufato, a empresa reabilitou uma máquina de produção de plásticos individuais que estava aposentada há anos.

“Assim podemos enviar cada guardanapo embalado individualmente de forma que os clientes nos restaurantes se sentem mais seguros”.

Além disso, a empresa desenvolveu os “guardanapos gigantes”, de tamanho similar aos de linho, usados em estabelecimentos de alta classe e adaptou suas alternativas de entrega, agilizando os pedidos para chegarem aos restaurantes em até nove horas e também para serem feitos em menor quantidade.

“Agora, fazemos entregas a partir de um pacote, que têm sido muito solicitadas para eventos gastronômicos mais reduzidos”, afirma Rufato.

Vantagens de uso

Para o proprietário do La Pasta Gialla, em Curitiba, Sérgio Fisbein, que já era cliente da Relevo Guardanapos antes da pandemia e intensificou o uso agora, dentre as principais vantagens dos guardanapos descartáveis estão a diminuição do risco de contágio e a personalização dos produtos.

“Durante a pandemia, acrescentamos à nossa compra os plásticos para oferecer kits de talheres e guardanapos individuais aos clientes. Eles se sentem mais confiantes ao perceberem que estamos tendo esse cuidado. Pretendemos manter essa prática a longo prazo”, diz o proprietário.

Outra vantagem do produto, como ressalta Celso Rufato, é a eliminação de preocupações logísticas. Ele garante que cada cliente termina sua refeição tendo usado apenas um guardanapo da Relevo, de forma que os estabelecimentos não precisam manter estoques, se preocupar com a higienização adequada nas lavanderias e o controle de ida e volta dos utensílios.

Finalmente, ele explica que os guardanapos, apesar de descartáveis, são feitos com celulose pura de produtos de reflorestamento, o que assegura impacto ambiental reduzido e textura similar aos produtos de tecido.

Via de mão dupla

Com o declínio da produção no início da pandemia, a Relevo se viu obrigada a demitir 77% de seus funcionários. A retomada do movimento em restaurantes nos últimos meses permitiu que 80% dos colaborados demitidos pudessem ser recontratados pela empresa.

“Foi muito bom recuperar o nosso pessoal. Nunca tivemos uma grande rotatividade de funcionários, então todos se conhecem e conhecem bem a rotina de produção. Desde o primeiro dia de retomada, foi uma alegria ver que daríamos a volta por cima juntos”, diz Rufato contente.

Conteúdo editado por:Guilherme Grandi
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.