Restaurantes

Novidades no cardápio

Frango crocante é a próxima grande aposta do McDonald’s

Procurando estender os três anos consecutivos de expansão, a rede de fast food começa a investir em frango no cardápio

por The Washington Post Publicado em 17/02/2018 às 15h
Compartilhe

O McDonald’s não quer mais ser conhecido apenas como uma rede de fast food de hambúrgueres: a ordem é entrar com tudo na briga pelos clientes das melhores casas de frango e galeterias.

McNuggets. Foto: Visualhunt

Para manter os índices de três anos consecutivos de expansão, uma das prioridades da empresa dos arcos dourados é se tornar um “player de peso no setor de frangos”, de acordo com documentos internos revelados pela Bloomberg News. A iniciativa leva o nome de “Better Chicken” — “melhor frango” em português — e consta de uma carta enviada aos franqueados da rede, que operam 90% das lojas da marca nos Estados Unidos.

O McDonald’s já vinha adotando medidas para melhorar seus sanduíches e nuggets de frango, há muito vistos como uma parte necessária, mas pouco inspirada do cardápio. A rede prometeu parar de servir aves com antibióticos, e removeu conservantes artificias dos McNuggets. Outra novidade são os sanduíches no estilo sulista, revestidos em uma manteiga crocante, parecido com o que serve a rede de fast food americana Chick-fil-A , especializada em frango.

CONHEÇA O BOM GOURMET: NOTÍCIAS DE GASTRONOMIA, RECEITAS, DICAS E MUITO MAIS

Foto: Visualhunt

“É definitivamente uma era de transformações para o McDonald’s”, afirma Jason Moser, analista na empresa de finanças Motley Fool. “O frango é parte disso”.

As apostas são altas, principalmente agora que as pessoas estão consumindo mais frango do que em qualquer outra época. No ano passado, a média foi de 92 quilos, contra menos de 57 quilos de carne bovina de acordo com estimativas do Departamento de Agricultura. Ao mesmo tempo, produtores de frango como Tyson Food Inc. estão investindo em vegetais processados, apostando que a carne se tornará uma parte ainda maior da dieta dos americanos.

O frango tem a aura de ser mais saudável, o que está ajudando a consolidar a tendência, afirma Moser. Muitos americanos estão controlando a quantidade de carne vermelha que consomem, então os tradicionais hambúrgueres do McDonald’s se tornariam menos relevantes. “Faria sentido criar um cardápio com mais frango”, diz ele.

Leia também:
>> Como fazer frango assado suculento
>> Receita: sanduba de frango com molho de cerveja

Foto: Visualhunt

O esforço para o “Better Chicken” pode envolver a comercialização de frango no estilo à passarinho segundo a carta enviada às franquias. Essa técnica é conhecida por deixar o frango crocante por fora e suculento por dentro, e também é utilizada na rede Chick-fil-A.

O McDonald’s não quis comentar as especificações da carta. Entretando, a assessora Terri Hickey afirmou por e-mail que adicionar novos pratos “é uma das diversas formas de transformar a experiência do McDonald’s. Estamos comprometidos a gerar ainda mais ânimo com os itens do cardápio que nossos consumidores amam, incluindo o frango”.

Chris Kempczinski, presidente do McDonald’s nos Estados Unidos, disse no último ano que a companhia estava reavaliando as ofertas de hambúrguer e frango para melhorar a qualidade desses produtos. Isso inclui tudo “desde a proteína que usamos até os equipamentos na cozinha e procedimentos culinários.”
Ainda não está claro o quão longe o McDonald’s vai alterar seu cardápio em função do frango. O “Better Chicken” pode articular a maneira como a comida é comercializada. Mas faz sentido tentar imitar a Chick-fil-A, afirmou o analista da Bloomberg Intelligence Michael Halen.

A Chick-fil-A

Criada em Atlanta, a Chick-fil-A é creditada por ter inventado os sanduíches de frango frito. A companhia registrou a maior média de vendas entre as top 50 redes de fast food segundo a revista QSR. Em 2016, a Chick-fil-A gerou $ 4.41 milhões por locação (mais de 14 milhões de reais), comparado a apenas $ 2.55 milhões do McDonald’s (cerca de 8 milhões de reais).

A Chick-fil-A também expandiu para além da região sul. Apesar de comentários controversos feitos por um de seus executivos contra o casamento gay, a companhia abriu filiais em Nova York e no Sul da Califórnia nos últimos anos. Agora, a rede conta com cerca de 2.200 restaurantes espalhados por todo o país.

Reconhecida pelo bom serviço ao consumidor, a Chick-fil-A também tem a qualidade da comida como fator importante para o sucesso, afirma Halen. Nessa área, o McDonald’s ainda não está consolidado. O frango ainda não é percebido como o da Wendy’s (outra rede de fast food americana), afirma ele.
Mas o McDonald’s está fazendo progresso. Os novos frangos com manteiga crocante ajudaram as vendas no quarto bimestre, afirmou a companhia no mês passado.

Outras redes

A indústria também propôs mudanças em outras empresas. O Burger King renovou seu sanduíche de frango em 2017 e “os resultados foram bons”, afirmou a rede.

Até a Shake Shack Inc. — famosa por seus hambúrgueres — está com uma tendência em relação às aves. A rede está testando um novo sanduíche de frango grelhado, que tem uma “percepção mais saudável” segundo o chefe executivo Randy Garutti.

O que o McDonald’s já fez

No Canadá, o McDonald’s está levando a sério a tendência ao frango. O cardápio dos restaurantes inclui um prato que leva frango com um pouco de guacamole, feito com aves locais e alimentadas apenas com grãos. A novidade está ajudando a imagem e as vendas do McDonald’s segundo o CEO Steve Easterbrook.

Easterbrook, que ocupou o cargo em 2015, tirou o McDonald’s de uma crise adicionando o café da manhã o dia todo nos restaurantes e modernizando as lojas. Refinar as ofertas de frango é um próximo passo que segue a lógica, disse Halen. “Faz muito sentido”, afirma ele. “O frango está se tornando mais e mais popular”.

LEIA TAMBÉM:

 

Compartilhe

8 recomendações para você