Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Bistrô-do-Victor-1
Bistrô do Victor funcionou por quase 12 anos no Park Gourmet, no ParkShoppingBarigüi| Foto: Marcelo Krelling/Divulgação

O Bistrô do Victor, restaurante em Curitiba especializado em frutos do mar e preparos na brasa, fechou as portas definitivamente. A decisão, anunciada na tarde de 30 de abril por Chico Urban, presidente do Grupo Victor desde 2003, põe fim em uma história de quase 12 anos no ParkShoppingBarigüi. O gestor afirma que desde o final de 2019 estava estudando a possibilidade de encerrar as atividades do restaurante, mas que a decisão foi acelerada pela pandemia do novo coronavírus.

"Ter uma operação em shopping depende muito de seu produto, volume de vendas, margem e outros elementos. No nosso caso, frutos do mar é um ingrediente caro e acaba tirando parte da nossa margem de lucro", explicou. Durante o mês de abril, o faturamento do Grupo Victor caiu 80%, e administrar a retomada de quatro estabelecimentos seria mais difícil depois de tanto tempo fechado. Essa é a segunda operação em shopping do grupo: o Victor Fish' n Chips funcionou no Shopping Mueller entre 2012 e 2017.

A especialidade do Bistrô do Victor era o preparo na brasa de peixes e frutos do mar, sob o comando da chef Eva dos Santos
A especialidade do Bistrô do Victor era o preparo na brasa de peixes e frutos do mar, sob o comando da chef Eva dos Santos. | Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

O último dia de funcionamento do Bistrô do Victor foi em 20 de março, data em que o governo do Paraná decretou o fechamento de shoppings centers em todo o estado. "Passamos o mês resolvendo as questões legais, burocráticas e logísticas e retirando os equipamentos e produtos", afirmou Urban. Com 50 anos de história, o Grupo Victor espera fortalecer as outras três operações – Bar do Victor, Petiscaria do Victor e Praça do Victor – no decorrer do ano.

Aberto em dezembro de 2008, o Bistrô do Victor foi uma das primeiras operações do piso Park Gourmet, no ParkShoppingBarigüi, e havia funcionado ininterruptamente desde então. Sua inspiração para o uso da brasa veio do restaurante estrelado Asador Etxebarrí, no País Basco, onde a chef Eva dos Santos estagiou no início da década de 2000.

Parte da equipe do Bistrô do Victor foi integrada à Praça do Victor. No restaurante, trabalhavam 34 pessoas das 150 empregadas pelo grupo. Durante o mês de abril, Urban desligou 30 funcionários das quatro operações.

A cheesecake com calda de frutas vermelhas, sobremesa icônica da chef Eva dos Santos, seguirá no cardápio da Praça do Victor
A premiada cheesecake com calda de frutas vermelhas, sobremesa icônica da chef Eva dos Santos, seguirá no cardápio da Praça do Victor. | Fred Kendi / Arquivo Gazeta do Povo

Sem brasa temporariamente

Parte do cardápio do Bistrô do Victor poderá ser apreciado na Praça do Victor, restaurante do grupo que funciona na Praça da Espanha. "Já tínhamos começado uma homogeneização dos cardápios do grupo, mas ainda não teremos a parte de preparos na brasa", explica Chico.

Instalar o equipamento que estava no restaurante do shopping iria requerer uma reforma na Praça do Victor, além de reorganizar toda a cozinha da operação. O empresário estuda a compra de um forno mais eficiente, da marca espanhola Josper, cuja instalação é mais simples e ocupa menos espaço. "Em 2008 trouxemos os preparos na brasa para Curitiba, quando ainda nem estava tão em voga. Não vai demorar para voltarmos", assegura.

Pratos como arroz de polvo, arroz de camarão com rúcula, camarões do Karlos, pupunha assada, bacalhau com shiitake e bacalhau à Zanoni podem ser pedidos na Praça do Victor por delivery, take away ou no salão. Os restaurantes Victor estão abertos desde o início de abril com mesas mais distanciadas, álcool gel disponível e atendentes com máscaras.

Prêmios e mais prêmios

A chef Eva dos Santos segue no cargo de chef executiva do Grupo Victor. Ela começou como cozinheira no Bar do Victor em 2002 e esteve à frente do Bistrô por quase uma década. Foi após seus estágios no País Basco – primeiro no Asador Etxebarrí de Victor Arguinzoniz, e depois no Arzak, de Juan Mari Arzak Arratibel – que o conceito do Bistrô do Victor pode se solidificar.

Eva do Santos entende tudo de frutos do mar
Eva do Santos, chef executiva do Grupo Victor. | Arquivo Gazeta do Povo

Muitas das criações de Eva foram premiadas pelo Prêmio Bom Gourmet, e a chef recebeu o título de Chef 5 Estrelas por seis anos consecutivos (de 2012 a 2017). Por sua especialidade em peixes e frutos do mar, os restaurantes Victor receberam indicações e prêmios em todas as edições do Prêmio Bom Gourmet, como a cheesecake na brasa servida com calda de frutas vermelhas do Bistrô do Victor que venceu como melhor sobremesa em 2012.

Na categoria Peixes e Frutos do Mar, o bacalhau à Zanoni foi o eleito em 2013, o Linguado da Mamma em 2014, a pescada branca com camarão ensopado em 2015 e o camarão de Portugal em 2017, todos inicialmente colocados no cardápio do Bar do Victor. O restaurante começou a servir almoço em buffet e em 2019, venceu a categoria Buffet do Prêmio Bom Gourmet por voto popular.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]