Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
cerimônia do chá
A cerimônia do chá, ainda muito tradicional no Japão, remonta ao século 16.| Foto: Big Stock Photos

Uma tradição de séculos, a arte de preparar e servir chá segue bem viva na cultura do Japão. O país é um grande apreciador e produtor da bebida e a cerimônia do chá - em japonês, “chanoyu”, que significa “o caminho do chá” - remonta ao século 16. O matcha (o chá verde em pó utilizado na cerimônia), tem uma história ainda mais ancestral, tendo sido difundido no Japão vindo da China no século 12, inicialmente utilizado em rituais zen budistas.

Dada a sua importância, a celebração da cerimônia do chá foi uma das atrações do Mês da Cultura Japonesa, celebrado em novembro em Curitiba. A celebração não é resumida apenas ao ato de tomar a bebida. Trata-se de um ritual de preparação do chá feito para um convidado especial de forma estética e ritualística.  “Todos os passos para a preparação são minuciosamente determinados. Ele exige concentração e dedicação”, explica o representante do Centro de Chado Urasenke do Brasil em Curitiba, Vinícius Monfernatti, um dos maiores especialistas em cultura japonesa no Brasil. Ele organiza cerimônias guiadas que são realizadas na Praça do Japão.

cerimôna do chá
Vinícius Monfernatti realiza cerimônia do chá na Praça do Japão, em Curitiba.| Hugo Harada/ Gazeta do Povo

A cerimônia prega um estado de harmonia plena com a natureza e com a própria vida, a compreensão das divergências por meio do respeito e da paz de espírito. O Vice-Cônsul do Japão em Curitiba, Sotaro Higaki, explica que a cerimônia segue a filosofia do “ichi-go ichi-e”, que quer dizer “um momento, um encontro”. “A chanoyu é uma forma de transmitir a fugacidade de nossa existência, nos ensinando a viver e apreciar cada instante da melhor forma possível”, acrescenta.

Como é a cerimônia

Monfernatti explica que todos os utensílios são dispostos na sala de chá e purificados, um a um, pelo mestre do chá. Isso é feito na presença dos convidados para demonstrar toda a consideração e cuidado do anfitrião para com eles. Os convidados, então, servem-se de doces de feijão enquanto a bebida é preparada, para que se crie uma harmonia de sabores.

cerimônia do chá
Utensílios utilizados na cerimônia do chá. O chawan é a tigela cerimonial utilizada para tomar a bebida, que é batida com o chasen, instrumento para realizar a mistura.| Big Stock Photos

Em seguida, coloca-se a erva triturada no chawan (taça para tomar o chá) e cobre-se tudo com água quente. A mistura, então, é batida com o chasen (instrumento para realizar a mistura). O anfitrião oferece o chá ao convidado, ambos se olham e agradecem.

Cada convidado recebe uma tigela de chá. Eles recebem a peça voltada com o lado mais ornamentado da cerâmica para si. Após apreciar a arte, gira-se a tigela até o lado correto para beber. “É uma forma de consideração com o anfitrião não encostar na arte com os lábios”, explica Monfernatti.

A bebida possui uma espuma, que deve ser sugada fazendo barulho, mostrando ao anfitrião o apreço pelo líquido. Após beber, o convidado volta a girar a tigela para a posição inicial. Este processo é repetido por cada um dos convidados.

cerimônia do chá
Mulher vestindo tradicional quimono realiza a cerimônia do chá em Kyoto: a chanoyu segue a filosofia do “ichi-go ichi-e”, que quer dizer “um momento, um encontro”.| Big Stock Photos

Por protocolo, o anfitrião oferece uma segunda rodada. Após se certificar que todos estão satisfeitos, o anfitrião pede licença para encerrar a cerimônia. Os instrumentos seguem mais um ritual de higienização e são guardados.

"Todas as cerimônias são únicas e ocorrem quase como uma meditação", conta Monfernatti.

O matcha

O matcha é feito das folhas mais jovens do chá verde (Camellia sinensis), que são protegidas do sol e depois convertidas em pó. Isso confere maior concentração de cafeína, teanina e clorofila. A maior parte do chá verde é cultivada, colhida e processada em três regiões do Japão: Shizuoka, Uji e Kagoshima. Shizuoka é o maior produtor de chá verde do país, produzindo 40% do que é consumido por lá. Essas plantações datam do século 13.

cerimônia do chá
O chá verde de Kyoto é produzido na cidade de Uji, com o Monte Fuji sempre ao fundo.| Big Stock Photos

Contudo, é Kyoto que leva a fama por produzir o matcha utilizado na cerimônia do chá, feito num tipo especial de moedor de pedra. O chá verde de Kyoto é produzido na cidade de Uji, e tem uma qualidade mais alta do que das outras regiões.

Ficou curioso para assistir a uma cerimônia do chá em detalhes? O Consulado do Japão em Curitiba subiu o vídeo da celebração no YouTube. Assista aqui:

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]