i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
The Best Chef Awards

Manu Buffara, de Curitiba, ganha título de “a chef em ascensão” em prestigiada premiação internacional

  • Por Gisele Rech
  • 23/09/2020 16:44
Manu Buffara, de Curitiba, ganha título de “a chef em ascensão” em prestigiada premiação internacional
| Foto: Reprodução/Instagram The Best Chef Awards

Prestes a reabrir em Curitiba o seu restaurante Manu na próxima quinta-feira (1º), a chef Manu Buffara recebeu mais um reconhecimento ao trabalho que desenvolve na gastronomia. Ela foi eleita a chef em ascensão (The Best Chef Rising Star 2020) do The Best Chef Awards, uma das premiações mais prestigiosas que reconhecem o valor dos chefs em escala mundial.

A escolha foi feita por colegas de profissão, o que torna o prêmio ainda mais especial. Para a chef, o título foi uma grande e alegre surpresa, mas que também traz muita responsabilidade. "Nosso trabalho e as nossas ideias começam a se tornar referência. A gastronomia está em profundas transformações e é nosso dever continuar a defender a terra, a natureza, a nossa cultura e uma alimentação digna e justa para cada ser humano", comemora.

Ao longo da carreira, Manu vem se notabilizando pela valorização dos ingredientes de pequenos produtores, matéria-prima fundamental para a elaboração dos menus premiados do restaurante de comanda.

Entre os 100 melhores

De quebra, a paranaense ficou em 55º na classificação dos 100 melhores chefs do mundo, eleitos por jornalistas de diversos países. Na edição virtual desse ano, vencida pelo dinamarquês René Redzepi (Noma), outros chefs brasileiros fazem companhia a Manu - nas três primeiras edições, apenas Alex Atala, que ficou em 16º em 2020, estava na lista. O carioca Rafa Costa e Silva (Lasai, que tem uma estrela Michelin) ficou em 98º e o paulista Jefferson Rueda (A Casa do Porco e Bar Dona Onça) em 79º.

A chef aproveitou a oportunidade para dividir as conquistas obtidas no The Best Chef Awards. "Dedico a conquista a todos os chefs e cozinheiros que, mesmo em meio à crise, têm lutado e trabalhado para se levantar e apresentar um mundo com mais cor e esperança por meio da comida", reforça.

Durante a pandemia, a Manu manteve o restaurante de portas fechadas e fez algumas adaptações para o delivery, com a criação do Manuzita, uma espécie de irmão caçula do Manu. Na carta, sanduíches e pratos típicos de comida caseira que a chef estava preparando durante o isolamento social para o marido e as filhas.

Outra novidade durante a pandemia foi o piquenique da Manu, disponível aos sábados com ingredientes frescos embalados em uma caixa personalizada e com uma toalha para servir a refeição no jardim. O sucesso foi tanto que no próximo sábado, a chef inaugura a janela da Manu, um espaço para takeaway anexo ao Manu, que volta a funcionar na quinta (1º) com o novo menu Da terra ao mar. As reservas já estão abertas e podem ser feitas

Manu tem um trabalho intenso de valorização dos produtos naturais. Foto: Reprodução/Instagram
Manu tem um trabalho intenso de valorização dos produtos naturais. Foto: Reprodução/Instagram

Reconhecimento

No ano passado, o restaurante Manu estreou na lista dos melhores restaurantes da América Latina na 42ª posição do Latin America´s 50 Best Restaurants). Em 2018, o Manu já havia sido eleito como "o restaurante para se ficar de olho (One to Watch Award) na mesma premiação. Neste ano, Manu inauguraria o seu primeiro restaurante fora do Brasil. No entanto, devido à pandemia, a abertura do Ella, em Nova York, ficou para o ano que vem.

O reconhecimento internacional da chef também se consolida por meio de convites para participação em júris de prêmios como o San Pellegrino Young Chef, adiado para maio de 2021 devido à pandemia, e o Basque Culinary World Prize.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • J

    JOSE ELDIR OST

    ± 31 minutos

    Parabéns, Manu! Orgulho em ter uma chef de cuisine paranaense, formada pelo Centro Europeu de Curitiba, entre os melhores do mundo. Reconhecimento mais que merecido.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso