Pessoas

Lavoura

Produção de orgânicos em família

Em Araucária, irmãs produzem praticamente de tudo, respeitando a sazonalidade e o conceito da agricultura orgânica

por Luiz Augusto Xavier, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 13/03/2014 às 02h
Compartilhe
ChácaraAraucária-irmãsFoto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Um encontro casual mudou a rotina de duas agricultoras de Araucária. As irmãs Terezinha Musial Deda e Ana Maria Musial mantinham sua rotina de toda sexta-feira: montar a barraca no Mercado Municipal de Araucária com os produtos colhidos em sua lavoura. Foi quando se aproximou o jovem chef de cozinha, interessado em incluir novidades em seu cardápio.

Era Lênin Palhano, responsável pelas cozinhas dos restaurantes C La Vie e Terra Madre, em Curitiba, que estava ali quase que por acaso, movido pela urgência de encontrar aspargos para repor o estoque do restaurante. “O rótulo da embalagem dos aspargos que vimos em um supermercado indicava o produtor em Araucária e soubemos que ele vendia naquele mercadão. E por ali, dando uma espiada nas outras bancas, encontramos as ‘meninas’ e ficamos muito bem impressionados pela qualidade de seus produtos”, diz Palhano.

“Meninas” é como elas são conhecidas entre os demais produtores e o pessoal da região. “Sítio das Meninas” é a definição do pedaço de terra (são 5,4 hectares) que oferece praticamente de tudo, respeitando a sazonalidade
e os princípios da agricultura orgânica. A propriedade é certificada como orgânica em quase toda a área, exceto em um canto (1,4 hectar), que foi incorporado recentemente e que está em fase final de certificação. O primeiro contato com o chef, e com a possibilidade de fornecer seus legumes e hortaliças ao restaurante, teve um impacto natural, quase um susto. “É que, na nossa visão, lidamos com alimentos e não com produtos”, afirma Terezinha,
explicando que não teria como se comprometer em garantir um fornecimento permanente de qualquer item de suas plantações. Isto porque, até então, a rotina das duas irmãs se limitava à feira interna dos funcionários da refinaria presidente Vargas (Repar) nas quartas- feiras e ao Mercado Municipal de araucária nas tardes das sextas. Fornecer para um restaurante estaria acima do que haviam planejado.

Mas aceitaram, pois encarar desafios é a rotina delas, netas de poloneses, que tocam a propriedade praticamente sozinhas. Plantam, colhem, carpem, capinam e acompanham o desenvolvimento de cada lavoura. O marido de Terezinha, Aleixo Deda, dá apoio quando é necessário usar o pequeno trator no trato da terra.

O sítio era dos pais e tem 33 anos, desde que os Musial trocaram contenda pela fértil terra que daria sustento à família dali em diante. E lá tem de tudo, conforme a estação. Quando sai o tomate entra o morango. Quando sai a abobrinha entra a ervilha-torta e assim por diante, com quiabo, milho, abóbora, pimentão, cebolas e folhas.

Toda terça-feira Lênin Palhano vai ao sítio escolher os produtos que utilizará no cardápio de seus restaurantes. No cardápio semanal inclui os itens que possam ter constância no fornecimento de pelo menos duas semanas. Quiabo e abóbora, por exemplo, que agora estão no auge da produção. para outros produtos, o chef inclui como sugestão do dia, criando os pratos de acordo com a oferta.

Onde Comprar:
Feira de Orgânicos do Mercado Municipal, às sextas-feiras, das 14 às 19 horas. Rua Kasimiera Szymanski, 67, Porto das Laranjeiras – Araucária – (41) 3901-5206.

***

Confira a receita da sobremesa Milharal, que leva pamonha, crumble de canela, tuille de mel e creme de milho, preparada pelo chef Lênin Palhano. O prato deve, em breve, entrar para o cardápio dos restaurantes.

 

Sobremesa-milharal-CLaVie-4 Foto Fernando Zequinão Gazeta do Povo

Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Montagem
1.Disponha uma gota de ganache no canto do prato e bata com uma colher para que espirre em todo o prato.
2.Logo após faça uma ‘linha’ de crumble.
3.Corte o bolo de fubá em quadrados de 3 cm.
4.Coloque as pamonhas em palhas de milho.
5.Disponha os três pedaços de bolo, intercalando com dois pedaços de pamonha, na parte inferior direita do prato. Coloque as tuilles em cima da pamonha.
6.Em cima do ganache faça uma gota de creme de milho.

 

 

Compartilhe

8 recomendações para você