Restaurantes

Inauguração

Exclusivo: entramos de antemão no Jamie’s Italian Curitiba

Rede de restaurantes do chef britânico Jamie Oliver fica no Pátio Batel

por Talita Boros Voitch Publicado em 17/05/2018 às 12h
Compartilhe

Depois de sete meses de espera os curitibanos finalmente poderão degustar a comida do Jamie’s Italian, rede de restaurantes do chef-celebridade Jamie Oliver, que abre no dia 30 de maio no Pátio Batel.

A unidade curitibana do Jamie’s Italian fica no piso L2 do shoppping, em frente ao Madero, e tem vista privilegiada do Bosque Gomm. Parte das mesas fica colada às arvores, com uma espécie de estrutura de metal que desce pelos vidros. “Inspiradas no Jardim Botânico”, afirma o sócio da marca no Brasil, o chef-executivo Lizandro Lauretti, que recebeu a reportagem do Bom Gourmet com exclusividade durante os últimos acertos e testes no restaurante na manhã de quarta-feira (16).

Quer uma cocção perfeita? Então invista em um termocirculador

  • Foto: Letícia Akemi
  • Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
  • Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
  • Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

O salão atende 148 pessoas sentadas, divididas em três ambientes. A cozinha é totalmente aparente, então quem tiver a sorte de sentar na área próxima poderá ver de perto os cozinheiros trabalhando. As entradas frias e drinks são finalizados nos balcões no meio do salão. Nas paredes estão alguns grafites do artista curitibano Michael Devis (há inclusive duas araucárias em cima da cozinha).

O preparo dos pratos varia de 3 a 20 minutos. Todo o sistema de pedidos é automatizado. As informações coletadas pelos garçons são colocadas em uma ferramenta, que controla o funcionamento de todas as praças, para que o pedido de uma mesa saia cronometradamente junto. Há cores diferentes para os cozinheiros saberem se algum preparo está adiantado ou atrasado em outra praça. É uma cozinha sem papel e com pontualidade britânica, promete Lauretti.

Após o D.O.M., Brasil ganha mais dois restaurantes duas estrelas Michelin em 2018

Cardápio

O menu de Curitiba segue a linha das outras duas unidades em São Paulo (uma no bairro do Itaim Bibi, na capital, outra em Campinas), mas não é idêntico. Os preços dos pratos também variam, alguns são mais baratos e outros são mais caros. O tíquete médio gira em torno de R$ 80 em São Paulo. Uma das opções mais em conta é o “Almoço do Jamie”, que inclui entrada, prato principal (proteína com acompanhamento) e sobremesa e custa cerca de R$ 49.

O cardápio é dividido em entradas (destaque para bruschettas, arancinis e saladas), massas frescas (produzidas diariamente com farinha italiana), proteínas com acompanhamentos (cortes bovinos, frango, salmão, camarão e peixe do dia), pizzas (estilo napolitano com fermentação lenta, borda grossa e cobertura sem exageros) e sobremesas (destaque para o brownie com pipoca caramelizada e sorvete – o favorito da casa).

Ingredientes frescos e boas práticas

Um dos fatores determinantes para a montagem do menu de Curitiba foi a disponibilidade dos produtos e ingredientes frescos e de qualidade. Há uma série de exigências de responsabilidade e procedência, boas práticas de produção e certificações para quem produz e fornece os alimentos – seja animal ou vegetal.

Todos os peixes e camarões que são utilizados na cozinha vêm de maricultura, ou seja, são cultivados e não pescados. A carne suína vem de um produtor de Mococa, no interior de São Paulo, que cria os porcos soltos em uma antiga fazenda cafeeira, que hoje produz carne de qualidade e café sombreado exportado para o Japão. A equipe busca produtores da região de Curitiba para incrementar a cadeia de fornecedores.

A escolha de Curitiba para sediar a primeira unidade do Jamie’s Italian fora de São Paulo se deu pelo “encontro” com a dupla de operadores locais, os empresários Cristiano Chiaramonti e Fernando Porto. O projeto arquitetônico do restaurante é da arquiteta Bruna Pavoni, da Montserrat Arquitetura.

Compartilhe

8 recomendações para você