Baixa Gastronomia

Coluna Baixa Gastronomia

Lamen não é (só) miojo. É coisa muito séria e saborosa

por Rafael Martins e Guilherme Caldas Publicado em 11/12/2013 às 13h
Compartilhe

LAMEN HOUSENo topo do Monte Olimpo da trash food, um degrau acima dos lanches do McDonald’s e das vinas e feijoadas em lata, reina incontestável o miojo, um macarrão lamen instantâneo, que consideramos, quando muito, um mata-fome para horas de desespero.

Pois, no Japão, lamen é coisa muito séria. Por lá, todo restaurante tem seus segredos para preparar a massa, que tornam cada receita única. Em Curitiba, temos um digno representante desta vertente da culinária japonesa, o Lamen House, comandado por Tatsuya Sodeyama, 40 anos, japonês de Kawasaki que vive há 17 anos no Brasil.

Como toda lamen house que se preze, a de Tatsuya também tem seus segredos. Certo é que a receita leva ovo e trigo. Mais, ele não conta.

Provamos, aprovamos e recomendamos o Missô Lamen (macarrão ao caldo de missô-shiru) e o Shoyu Chachu (com caldo de shoyu e fatias de lombo de porco cozido). Durante a semana, com um acréscimo de módicos R$ 2, os pratos chegam acompanhados de uma pequena porção de arroz yakimeshi. Embora enxuto, o cardápio guarda outras opções que valem a visita, como o Karê, versão japonesa do curry indiano.

Preço: R$ 22. Valor da farta porção individual do Missô Lamen. O Shoyu Chachu custa R$ 26.

Onde: Rua Petit Carneiro, 272, Água Verde. www.lamenhouse.com.br

Bar Martelo

Carne de Onca Bar do Martelo Walter Alves-GP
Boteco sem firulas, com decoração discretamente atleticana e utilíssimos cintos de segurança no balcão. A partir de umas 18h30, pastéis e empadas de comer ajoelhado. Além da carne de onça (vencedora da categoria Sabor Popular do Prêmio Bom Gourmet em 2012), tão boa que merecia até feriado em sua homenagem.

Onde: Rua Conselheiro Dantas, 611, Rebouças – (41) 3332-2243.

 

Baixa Gastronomia o que é

São bares, restaurantes e lanchonetes que vendem comidas e bebidas saborosas a preços honestos, nos quais você é bem atendido se chegar de terno ou de calção e chinelo de dedo pra se reunir com amigos para horas de conversa. A ideia de listar esses estabelecimentos gerou um mapa na internet, virou blog no portal da Gazeta do Povo e agora vira coluna na revista Bom Gourmet. Sejam bem-vindos e fiquem à vontade!

Quem faz

Rafael Martins, jornalista e guitarrista de bandas como Wandula e Cacique Revenge. rafaelmmartins@gmail.com Guilherme Caldas, um quadrinista que trabalha com publicidade sem ser publicitário. guilherme@candyland.com.br

Compartilhe

8 recomendações para você