Produtos & Ingredientes

PARANÁ

Rota do Vinho: lei recém-sancionada esquece municípios e será alterada

Com 36 municípios listados, legislação ignorou parecer da Paraná Turismo e não consultou a Associação dos Vitivinicultores do Paraná

por Andrea Torrente Publicado em 03/10/2017 às 15h
Compartilhe

Com o objetivo de fomentar o enoturismo e estimular a vitivinicultura no Paraná, o governador Beto Richa sancionou no final de setembro a lei 19.151 que institui a Rota do Vinho. O itinerário passa por 36 municípios em várias regiões do estado: 12 estão no Sudoeste, nove no Oeste, seis na região metropolitana de Curitiba, dois no Sul, Centro-sul e Norte e um município no Noroeste.

“O Paraná ganha um instrumento para incentivar o turismo e apoiar o empreendedor para buscar mais qualidade nos serviços que oferece”, afirmou o presidente da Paraná Turismo, Jacó Gimennes, em nota oficial. A lei foi proposta pelos deputados estaduais Anibelli Neto, Chico Brasileiro e Maria Victoria.

Confira onde ficam os municípios da Rota do Vinho do Paraná

Municípios esquecidos

Giorgeo Zanlorenzi, dono da vinícola Famiglia Zanlorenzi, em Campo Largo, e presidente da Vinopar, associação que reúne os produtores da região metropolitana de Curitiba diz ter se surpreendido com a lei. “O projeto é válido porque tem como objetivo fortalecer o enoturismo, mas duas coisas me surpreenderam: primeiro a Vinopar não foi consultada para a elaboração da lei; segundo, os municípios de Piraquara e Quatro Barras, onde há produtores entre os mais premiados do estado, não foram incluídos na Rota”, afirma Zanlorenzi.

Em Piraquara fica a Cave Colinas de Pedra, que não produz vinhos, mas envelhece garrafas em um antigo túnel ferroviário e é um dos destinos de enoturismo mais apreciados da região metropolitana de Curitiba. Em Quatro Barras funciona a vinícola Família Fardo que produz vinhos desde 2009. “Não sei por que não fomos incluídos na Rota. Ou desconhecem a existência da Vinopar ou nos ignoraram”, lamenta Justina Fardo, proprietária da vinícola Famiglia Fardo.

colheita uvas

Foto: Divulgação

Lei será atualizada

De acordo com a assessoria de imprensa da deputada estadual Maria Victoria, na época em que foi proposto, o projeto se inspirou numa lista de vinícolas disponível na internet desde 2010 que não incluía as de Piraquara e Quatro Barras. “A Vinopar é muito recente e não tem um site oficial com uma lista mais atualizada”, informou a deputada por meio da assessoria, que se comprometeu a alterar a lei.

A assessoria do deputado Anibelli Neto também informou que um novo “levantamento está sendo feito ainda hoje [terça, 3]” para incluir os municípios que ficaram de fora e um novo texto de lei está sendo preparado.

De acordo com o presidente da Paraná Turismo, Jacó Gimmenes, o órgão já havia sugerido, por meio de parecer emitido em 23 de março deste ano, a inclusão de outros 13 municípios na lei. Entre eles estavam Piraquara, Quatro Barras, Catanduvas, Marialva (cujas uvas ganharam recentemente o selo de Indicação Geográfica) e Salgado Filho.

Produção no Paraná

De acordo com o governo do Paraná, o estado é o quarto maior produtor de uvas do país, atrás apenas do Rio Grande do Sul, São Paulo e Pernambuco. As uvas – de mesa e para vinicultura – representaram 3,9% do volume de frutas produzidas no Estado. Francisco Beltrão, no Sudoeste, é o maior produtor.

rio grande do sul registra recorde de safra de uva 2017

Foto: Silvia Tonon/Divulgação.

Enoturismo

“É um projeto super positivo para dar visibilidade aos produtores e mostrar ao consumidor que existem vinhos produzidos aqui”, avalia o sommelier Wagner Gabardo, professor da escola de sommelier Alta Gama, em Curitiba, e pesquisador de Enoturismo na Universidade Federal do Paraná (UFPR).

“Os pequenos produtores ainda enfrentam muitas dificuldades para vender seus vinhos, essa rota é fundamental para a comercialização. Quando o consumidor visita uma vinícola, se encanta com o trabalho feito. As vinícolas, porém, têm de ter estrutura e atendimento para receber turistas”, afirma Gabardo.

***

LEIA TAMBÉM

Vinícola boutique em Campo Largo tem produção pequena e premiada

Casal de Curitiba comanda vinícola boutique na Áustria

Conheça algumas vinícolas do Paraná para fazer enoturismo

Compartilhe

8 recomendações para você