Produtos & Ingredientes

Ingrediente

Limão taiti, rosa ou siciliano? Entenda as diferenças e veja como usar a fruta por inteiro

Prepare molhos, sucos, tempere carnes, surpreenda com sobremesas azedinhas ou brinde com uma caipirinha

por Mada Pereira, especial para o Bom Gourmet Publicado em 05/08/2019 às 18h
Compartilhe

Do limão, é possível aproveitar toda a fruta – da casca ao sumo – para preparar centenas de receitas de sucos, molhos, doces e salgados. Algumas gotas de limão sobre frutas e vegetais cortados evitam a oxidação. E um pouco na água de cozimento do arroz ajuda a deixá-lo soltinho. Como tempero de saladas, substitui o vinagre. É a estrela que brilha na caipirinha. ‘Cozinha’ peixes e frutos do mar no preparo do ceviche. E fecha o cardápio em doces e sorvetes.

yokert-sangkaya

Receita clássica indiana de pudim de iogurte, o Yokert Sangkaya foi adaptado para uma versão com limão, cardamomo e finalizado com brûlée. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.

>>>Aprenda a fazer pudim de limão com calda de goiaba

No restaurante Lagundri, em Curitiba, o limão está presente em vários preparos. As folhas são cortadas bem fininhas para serem usadas em bolinhos, casquinha de siri e no curry. A técnica foi aprendida pelo chef Marcelo Amaral quando esteve na Tailândia. “Isto dá um sabor absurdo aos preparos. Parece que você está mordendo um limoeiro”, brinca Amaral, que tem um plantado no quintal do Lagundri.

Outro uso frequente do fruto na cozinha do local é no preparo da receita clássica indiana de pudim de iogurte, o Yokert Sangkaya, que foi adaptado para uma versão da casa, com limão, cardamomo e finalizado com brûlée. “Esta versão é cítrica, mas ao mesmo tempo aveludada. É delicada e perfeita para quem gosta da leveza do ‘não tão doce’. Para esta receita o ideal é o galego, mas o taiti pode ser uma opção. Às vezes usamos também o siciliano para um sabor específico.”

Conservação

Após ser cortado, o limão deve ser usado em no máximo seis horas. Limões guardados em geladeira devem ser colocados em embalagens herméticas para preservar o suco e o sabor. Com esta conservação a validade é de um mês.

Taiti

O limão Taiti é arredondado, de casca fina e sem sementes. É o menos ácido e bastante suculento, ideal para limonadas e caipirinha. É resultado do enxerto da lima da Pérsia no limão cravo e, por isso, é conhecido como lima ácida. É o mais consumido no Brasil.

Cravo ou caipira

Também conhecido como limão rosa. A casca é alaranjada e tem nervuras. Indicado para marinar carnes, para o preparo de doces, temperar saladas e rende uma boa limonada. Plantado na maioria dos quintais.

Galego

É o menor deles. A casca é fina e verde clara, de formato bem arredondado. Apesar de pequeno é bem suculento. A acidez não é muito forte, o que o torna indicado para cozinhar peixes, preparar molhos de saladas, como tempero, para drinques, sorvetes, doces e sucos.

>>>Selo Arte garante trânsito livre de produtos artesanais entre os estados

Siciliano

De sabor bem ácido, formato alongado, casca grossa e amarela, é de pouco sumo e ideal para molhos e risotos. É considerado o verdadeiro limão, o primeiro. É um dos preferidos de muitos chefs.

VEJA TAMBÉM:

 

 

Compartilhe

8 recomendações para você